Nutrição na gravidez: o papel da mastigação

A alimentação na gravidez é, usualmente, mais cuidada. Ainda assim, esta adequação deve também ser feita na forma de comer. Saiba, com o Bebé a Bordo, qual o papel da mastigação na nutrição durante a gravidez.

Ao longo da gestação, existem vários cuidados extra que devem ser aplicados, tanto ao nível da alimentação como da ação quotidiana. 

Depois do teste de gravidez positivo, a maioria das futuras mamãs busca perceber quais as atividades que pode realizar e quais deve acrescentar ao seu dia, questionando o exercício físico na gravidez, a sexualidade e, claro, a alimentação.

Mais do que saber se a grávida pode comer mostarda ou beber chá de rooibos, no entanto, perceber como certos atos diários afetam a sua saúde também é muito importante.

Venha compreender o papel da mastigação para garantir a saúde da mulher grávida e do seu bebé.

Nutrição na gravidez: o papel da mastigação

O papel da mastigação na nutrição da mulher grávida

O mundo em que vivemos tem, sem dúvida, uma velocidade alucinante e que é, entre outras coisas, geradora de hábitos incorretos. No que diz respeito à alimentação, isto manifesta-se frequentemente em refeições rápidas e com uma má mastigação, que podem ser prejudiciais para a saúde. (1)

Uma boa mastigação e o tempo para comer sem pressa são muito importantes para uma digestão e um organismo saudáveis. Sendo importante ao longo de toda a vida, a preocupação com este processo, mais calmo e pausado, torna-se fundamental durante a gravidez, quando a gestante precisa de garantir a absorção de vitaminas e minerais para garantir o desenvolvimento fetal, a saúde do bebé e a sua saúde.

Recomenda-se que a grávida tire pelo menos 20 minutos para comer, promovendo um momento de tranquilidade e mastigando os alimentos com cuidado. Esta boa mastigação ajuda a quebrar os alimentos em partículas menores, que colocarão todo o organismo sob menos esforço e rentabilizarão os processos, promovendo uma digestão mais rápida e uma melhor absorção dos nutrientes. (2)

Motivos para mastigar bem na gravidez

Como vimos, a mastigação assume um papel muito importante em todo o processo digestivo, influenciando fortemente a forma como os nutrientes dos alimentos são absorvidos e como organismo consegue usufruir dos seus benefícios. Entre os principais motivos para mastigar bem a comida que ingere durante a gestação, destacamos os seguintes: (3)

– Permite uma melhor experiência alimentar a nível sensorial;
– Melhora a sua digestão;
– Contribui para um melhor aporte de nutrientes para a gestante e o feto;
– Ajuda a reduzir o risco de enjoos e azia;
– Previne cenários de obstipação e flatulência;
– Reduz o risco de retenção de líquidos;
– Melhora a saúde global da gestante e do seu bebé.

Costuma tirar algum tempo para comer, fazendo-o de forma mais lenta e apostando numa boa mastigação? Partilhe a sua rotina de refeição com as restantes leitoras do Bebé a Bordo.

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo