Mangostão na gravidez, será seguro?

A mulher grávida questiona todos os alimentos que consome. Será que o mangostão é seguro durante a gravidez? Venha descobrir com o Bebé a Bordo.

As gestantes têm uma grande preocupação com a alimentação, sabendo que esta pode ser uma grande aliada no desenvolvimento do seu bebé ou, por outro lado, nociva para a saúde do feto ou para o seu crescimento.

Embora a fruta seja, por norma, considerada saudável, as mulheres grávidas não deixam, ainda assim, de questionar este universo, querendo saber quais as frutas a evitar na gravidez, quais as frutas que a grávida deve comer no verão ou quais as frutas tropicais importantes na gravidez.

Ainda que inusual em Portugal, um fruto que começa a ganhar destaque é o asiático mangostão. Por isso, para as gestantes, torna-se importante saber o que é o mangostão e quais os benefícios para a saúde, mas também se, inerente a estas caraterísticas, existe uma efetiva segurança no consumo do mangostão na gravidez.

Estas são algumas das questões para as quais encontrará resposta no artigo que hoje preparámos para si.

Mangostão na gravidez, será seguro

O que é o mangostão e porque é benéfico para a saúde

O mangostão ou mangostim é uma fruta de origem asiática, considerada exótica e que contém um centro carnudo e com um sabor leve e requintado.

Considerado o “rei dos frutos” nos seus países de origem, este é aclamado pela sua riqueza nutricional, sendo rico em várias vitaminas e sais minerais essenciais para o organismo humano. 

Trata-se de um fruto pouco calórico e que contribui, entre outras coisas, para a prevenção de doenças degenerativas, cancerígenas, cardíacas e vasculares. O fruto é ainda aclamado pelo apoio na manutenção de uma pele saudável e de um corpo elegante. (1)

A grávida pode ingerir mangostão?

Em termos gerais, o consumo de mangostão na gravidez é seguro, excepto caso a gestante sofra de algum tipo de intolerância ou alergia a este fruto.

O consumo de mangostão na gravidez pode, na verdade, ser bastante positivo, quer para a saúde da gestante como do feto, já que contém vários nutrientes essenciais, incluindo ácido fólico. (2)

A gestante deve ter em consideração, ainda assim, que o consumo de mangostão só será saudável em doses regradas, já que qualquer alimento pode ser nocivo quando consumido em excesso.

Antes de introduzir o mangostão na rotina alimentar, recomenda-se ainda que a gestante apresente esta questão junto do médico que acompanha a sua gravidez.

Quais as vantagens do consumo de mangostão na gravidez?

Considerando o que acima foi dito, vale a pena destacar que o mangostão apresenta inúmeras vantagens para a gravidez. Entre estas, salientamos: (3)

– Promove o desenvolvimento do feto;
– Reduz o risco de deformações congénitas;
– Melhora o sistema imunitário da gestante;
– Combate a obstipação na gravidez;
– Ajuda na regulação dos diabetes e previne a diabetes gestacional.

Consumiu mangostão durante a sua gravidez? Conte às futuras mamãs do Bebé a Bordo mais sobre essa experiência.

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo