Ácido fólico na gravidez

Um investimento na saúde, ácido fólico na gravidez

Se está grávida ou a pensar engravidar, deve saber que os suplementos alimentares irão, provavelmente, passar a fazer parte da sua rotina.

São muitos os médicos que recomendam às gestantes a toma de alguns elementos essenciais para o organismo da futura mamã e do bebé, para estimularem e garantirem o correto desenvolvimento da criança e a saúde da paciente.

É neste âmbito que surgem componentes como o ferro e o ácido fólico (que se dá, também, pelo nome de vitamina B9 ou vitamina M).

Esta vitamina serve, essencialmente, para garantir que o seu corpo irá produzir mais sangue, o que é necessário durante o período de gestação.

Além disto, deformações como a espinha bífida podem também ser evitadas na toma deste ácido.

Neste artigo lançaremos um olhar sobre as vantagens inerentes à toma do ácido fólico na gravidez, para que conheça todas as formas como este irá ajudá-la a viver melhor a sua gestação.

Vitamina B9 ácido fólico durante a gravidez

1. Gravidez e ácido fólico

Se está a tentar engravidar, recomendamos vivamente que consulte um especialista.

A fase pré gestacional é muito importante para preparar o seu corpo para todas as mudanças que virão com a gravidez e ninguém será melhor do que o seu médico para lhe indicar quais os alimentos ou suplementos que deve banir ou acrescentar à sua rotina diária.

Por norma, a Vitamina B9 deve começar a ser ingerida cerca de 3 meses antes de conceber, mantendo-se a ingestão do mesmo ao longo dos primeiros três meses da gravidez.

alimentos ricos em ácido fólico, vitamina B9

2. Alimentação, gravidez e ácido fólico

Uma das principais formas de ingerir a Vitamina B9 é com recurso a suplementos.

Estudos recentes revelam que, contrariamente ao que seria expetável, o organismo humano parece reagir de forma mais eficaz à Vitamina B9 quando esta está sintetizada, absorvendo-a melhor.

Ainda assim, e embora muitos médicos optem pela prescrição de suplementos alimentares, a futura mamã poderá garantir o bom funcionamento do seu corpo recorrendo, também, a alimentos ricos nesta vitamina.

Entre os alimentos ricos nesta vitamina encontram-se alguns cereais, legumes, verduras e citrinos.

Assim, a futura mamã poderá optar por alimentos como os espinafres, os espargos, a alface iceberg, os brócolos, o feijão preto ou os amendoins e ainda criar o hábito de consumir sumos naturais de laranja ou limão.

Além disto, os ovos, alguns peixes – como o salmão – e as carnes vermelhas são, também, muito ricas neste nutriente e devem, por isso, ser integradas na alimentação da gestante.

De salientar, ainda, que a ingestão das leguminosas deverá ser feita sem que estas estejam demasiado cozidas – opte por legumes cozidos a vapor ou meio encruados, para garantir que estes não perdem as suas propriedades.

banner alimentos ricos em ácido eólico

3. A importância do ácido fólico na gravidez

A ingestão deste nutriente é muito importante durante a gravidez uma vez que a sua toma ajuda a reduzir drasticamente a probabilidade do aparecimento de problema relacionados com o tubo neural do bebé.

Os problemas relacionados com o tubo neural são responsáveis por tipos diversos de más formações.

As mais comuns são a anencefalia (parte do encéfalo ou da calota craniana não são formados); a espinha bífida (formação incompleta de vértebras na medula espinal, que resultam na projeção de aberturas ósseas) e a encefalocele (deformação cerebral provocada por aberturas no crânio).

Em casos mais graves, a deficiência de ácido fólico na gravidez pode mesmo levar à morte do bebé.

A Vitamina B9 pode evitar que isto aconteça, sendo que a grande percentagem de casos nos quais as doenças progridem se deve à ausência desta vitamina.

Ainda assim, para ser eficaz, será necessário que a grávida tenha iniciado a toma do suplemento ou dos alimentos pelo menos um mês antes da conceção, uma vez que a formação desta região é feita nas primeiras quatro semanas da gestação.

A garantia de que inclui na sua rotina alimentos ricos em Vitamina B9, bem como a procura de aconselhamento junto de um especialista poderão ser fundamentais para garantir que a sua gravidez corre como tanto espera, ajudando-a a evitar situações perigosas e indesejadas.

O recurso a suplementos desta vitamina ou de ferro na gravidez, no entanto, nunca devem ser feitos por iniciativa própria, sendo muito importante que esteja a ser seguida por um médico.

Recorreu à Vitamina B9 durante gravidez? Quais foram as recomendações dadas pelo seu médico?

Não deixe de partilhar a sua experiência com as futuras mamãs.

ARTIGOS REMOMENDADOS
ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo