Exames de acompanhamento na gestação, trimestre a trimestre

Exames na gestação, trimestre a trimestre

A gestação é a fase mais importante da vida da mulher e, como tal, é muito importante garantir que, a cada momento, tudo está bem e de acordo com o previsto.

Ao longo da gestação, a grávida é, por isso mesmo, acompanhada por um especialista, que se dedica a fazer as suas consultas pré-natais e a assinalar os exames que a gestante necessita de realizar ao longo da gestação.

Nos três trimestres de gravidez, a gestante terá, no mínimo, seis consultas e, nestas, verá feitos os exames na gestação.

Nestas, a futura mamã ficará a saber mais sobre o seu estado de saúde e sobre o desenvolvimento do seu bebé, recebendo conselhos e orientações para garantir que tudo corre da melhor forma.

Hoje, olhamos o mundo dos exames na gravidez, para sabermos quais são os testes que lhe serão pedidos em cada um dos trimestres da gestação.

1. Exames na gestação: 1º trimestre

No primeiro trimestre da gestação é natural que tenha uma ou duas consultas, embora possa dar-se o caso de ter mais.

Este é o momento em que irá receber o Boletim de Saúde da Grávida e no qual será avaliado o seu estado global, desde o peso à pressão arterial.

Hábitos, problemas clínicos, histórico familiar e data estimada da conceção serão discutidos neste momento.

Os primeiros exames serão também marcados neste momento, sendo pedido à grávida que faça exames ao sangue e à urina, sendo imprescindível a avaliação do tipo de sangue da gestante.

O exame ginecológico de citologia (mais conhecido como Papanicolau) poderá ser solicitado.

Com estes exames, a intenção primária é compreender se a futura mamã é imune a doenças como a toxoplasmose e o sarampo ou se sofre de condições como Sífilis, Hepatite-B, HIV ou Rubéola.

Pretende-se ainda, com a análise da urina, compreender se existe algum sinal de infeção.

Na segunda consulta, os exames à urina solicitados serão mais extensos, pretendendo testar a presença das proteínas ligadas à pré-eclampsia, o índice de açúcar (para teste dos diabetes gestacionais) e também a probabilidade de infeção urinária.

A ecografia do 1º trimestre servirá para que seja realizada uma previsão sobre a data do parto.

Aqui, o médico estudará a morfologia do feto e verá a translucência da nuca (que servirá para o despiste da trissomia 21).

As gestantes com mais de 35 anos serão ainda aconselhadas a realizar uma amniocentese, devido à maior probabilidade para gerarem um bebé com síndrome de down.

2. Exames na gestação: 2º trimestre

Por norma, são duas as consultas que se realizam durante o 2º trimestre, acontecendo a primeira à roda da 20ª semana e a segunda perto da 24ª.

Começará, mais uma vez, por fazer uma análise de rotina, sendo avaliado o seu peso e tensão arterial.

Por esta altura, uma nova ecografia será feita, com a intenção de estudar a morfologia do bebé, sendo esta mais aprofundada e versando sobre os diversos órgãos do feto.

Em alguns casos, poderá mesmo ficar a conhecer o sexo do bebé.

Os exames à urina farão o despiste da pré-eclampsia, das infeções urinárias e dos diabetes gestacionais.

Por outro lado, os exames de sangue analisarão se o seu grupo sanguíneo é Rh negativo ou positivo.

No caso de os primeiros exames terem determinado que não é imune à toxoplasmose, este exame será feito de novo.

Será ainda feito um exame de sangue para ver o índice de glicémia.

2. Exames na gestação: 3º trimestre

No 3º trimestre a gestante visitará o médico para pelo menos duas consultas, sendo uma pela 28ª semana e a outra perto do término da gestação (40ª semana).

Caso o bebé nasça depois da data, é provável que tenha consultas mais regulares durante esse período.

Nestas consultas haverá novos exames na gestação.

Será realizada uma nova ecografia, que visa, entre outras coisas, a avaliação do estado do bebé e a previsão da potencialidade de um parto prematuro.

Nesta ecografia é ainda medido o nível do líquido amniótico e avaliada a posição do bebé e a localização da placenta.

Realizará, nesta fase, novos exames à urina, para o rastreio das mesmas condições anunciadas, sendo ainda realizados todos os exames de rotina.

Nestas últimas consultas, os exames servirão para avaliar o estado da placenta, do útero e do feto. Desta forma, o médico poderá preparar a mamã para o parto e responder a quaisquer questões que surjam.

Quais foram, no seu caso, os exames na gestação? Algum deles a marcou particularmente? Conte-nos tudo sobre esta experiência.

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo