in

Jovens e redes sociais: como ensinar aos filhos um uso responsável

Jovens e redes sociais: como ensinar aos filhos um uso responsável

No Bebé a Bordo sabemos que um dos problemas que muitos pais vivem no quotidiano diz respeito ao uso das redes sociais pelos seus filhos pré-adolescentes e adolescentes. Saiba como pode promover um uso responsável e sadio destas plataformas.

Hoje vivemos uma era digital e, de pequenos, os nossos filhos estão expostos às novas tecnologias.

Para começar, quando tenta criar uma criança bem adaptada e feliz, importa que recorde que o contexto é importante e que evite demonizar o mundo digital. Na verdade, desde que são pequenos, os próprios pais podem aproveitar os usos digitais, havendo apps para mães, pensadas para a ajudar nesta árdua tarefa e até aplicações móveis para creches, para acompanhar os filhos na era digital.

Evidentemente, crescendo neste contexto e havendo uma estreita relação entre
as crianças os telemóveis e os tablets, assiste-se a uma entrada dos filhos nas dinâmicas sociais criadas através destes meios e nas quais se incluem as redes e plataformas sociais, como o Facebook, o Instagram, o Snapchat ou o Tiktok.

Mais do que proibir as crianças e jovens de usar estes meios, importa, então, ensiná-las a fazer um uso saudável e responsável destas plataformas, para que se evitem problemas diversos, incluindo o Ciberbullying ou o surgimento de problemas e doenças do foro mental. (1)

Saiba mais sobre como pode educar as crianças e jovens para um melhor uso das redes sociais.

Estudos sobre a matéria

Um estudo apresentado no Wall Street Journal, baseado na análise do Instagram tentou compreender as formas como o uso da plataforma afeta os utilizadores mais jovens, tendo associado este uso ao aumento dos problemas de autoimagem, dos pensamentos suicidas, e da influência que manifestações negativas podem ter entre pares. (2)

Os pesquisadores, assim como especialistas da área da psicologia consideram, por isso, que é fulcral que os pais orientem os seus filhos na sua navegação pelas redes sociais, acompanhando o processo e explicando a importância de uma ação mais correta destas plataformas.

Jovens e redes sociais: como ensinar aos filhos um uso responsável

Dicas para garantir um melhor uso das redes sociais

Deixamos, de seguida, algumas dicas importantes para que possa orientar os seus filhos no sentido de utilizarem as redes sociais com equilíbrio, de uma forma saudável e ponderada:

– Introduza os eletrónicos gradualmente na vida dos seus filhos,
– Mantenha-se atento à atividade do seu filho online e utilize os devidos filtros parentais para bloquear alguns conteúdos,
– Permita apenas a introdução de uma rede social de cada vez, em vez de permitir que o seu filho esteja presente em todas, e evite que isto aconteça antes dos 12 anos. A própria lei apoiará esta decisão, já que todas as redes são, pelo menos, para maiores de 12 anos (e já se discutiu, até, o aumento desta idade mínima para 16 anos), (3)
– Explique que as dinâmicas das redes sociais permitem a criação de imagens irreais,
– Fique atento a eventuais problemas de autoimagem que possam estar a ser gerados por estas redes e contrarie-as, elogiando o seu filho,
– Crie um limite de tempo para o jovem passar neste tipo de rede e não permita que, durante a noite, exista acesso aos dispositivos eletrónicos,
– Apoie o seu filho na criação e organização das redes, a comunicação sobre a temática é de máxima importância para uma ação positiva online.

Costuma controlar a ação dos seus filhos nas redes sociais? Segue os seus perfis? Conte tudo aos restantes leitores do Bebé a Bordo.

Clique em uma estrela para avaliar.

Average rating 5 / 5. Votos: 1

ARTIGOS REMOMENDADOS

Escrito por Bebé a Bordo

Saiba mais sobre maternidade, gravidez, bebé e desenvolvimento infantil, com os nossos artigos. Traga o bebé a bordo e veja o que preparamos para si!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

GIPHY App Key not set. Please check settings

Da zona de conforto à autoconfiança: 5 dicas fundamentais para ajudar o seu filho

Da zona de conforto à autoconfiança: 5 dicas fundamentais para ajudar o seu filho

Natureza: um elemento fundamental para a dinâmica familiar

Natureza: um elemento fundamental para a dinâmica familiar