Tudo sobre as unhas de gel na gravidez

Unhas de gel na gravidez, moda e gestação,

Cada vez mais as mulheres gostam de atentar aos pequenos detalhes no momento de se cuidarem.

Este desejo pela aparência cuidada não desaparece nem deve ser esquecido durante a gestação.

Pintar o cabelo, usar maquilhagem ou pintar as unhas durante a gravidez, no entanto, são temáticas controversas para a grávida, razão pela qual, anteriormente, nos dirigimos já a elas, para que saiba tudo o que pode (e não pode) fazer enquanto espera a chegada do seu bebé.

Embora, como vimos, pintar as unhas na gestação tenha riscos reduzidos, contando que tenha o cuidado de verificar os produtos que utiliza, outra questão que muito preocupa as futuras mamãs é se a grávida pode fazer unhas de gel.

Muito diferente do procedimento de coloração tradicional das unhas, este costuma apelar às mulheres que gostam de manter as suas unhas impecáveis durante mais tempo, sendo que, contrariamente ao esmalte convencional , cuja duração é de cerca de uma semana, o verniz de gel ou de gelinho tende a durar entre 3 e 4 semanas.

Neste artigo vamos dirigir-nos à questão deixada pelas futuras mamãs para perceber se a grávida pode fazer unhas de gel e quais os cuidados que deve ter com este procedimento de beleza durante a gestação.

Unhas de gel na gravidez

Unhas de gel na gravidez

1. Perceber o procedimento

A melhor forma de conhecer os riscos associados às unhas de gel é compreender a forma como estas são feitas.

Proporcionando uma durabilidade e resistência superiores às dos esmaltes tradicionais, as unhas de gelinho e de gel permitem à sua utilizadora manter as unhas pintadas e bonitas durante mais tempo.

A aplicação deste tipo de produto na unha, no entanto, exige, igualmente, mais do que uma simples pintura.´

Na aplicação deste tipo de verniz, a mulher passa por três fases: a da aplicação de uma base, seguida da aplicação do verniz colorido e, por fim, de uma camada de cobertura (tradicionalmente conhecida como Top Coat).

Em cada uma destas fases, a mão da mulher é colocada no famoso forninho, que irá irradiar luz UV.

O tempo de exposição do verniz a esta luz é cerca de 3 minutos em cada uma das fases.

Este procedimento pode ser feito em casa, contando que a mulher tenha o material necessário mas, ainda assim, é sempre recomendado que a aplicação seja feita pela mão de um profissional.

Unhas de gel em mulher grávida

Unhas de gel na gestação

2. Perceber os riscos das unhas de gel na gravidez

Embora nenhum estudo relacione diretamente o uso de unhas de gel com algum tipo de malefício para a gestação, a grande dúvida relativamente ao recurso a este procedimento durante a gravidez é o recurso à luz UV para a fixação e secagem do verniz.

A exposição a este tipo de radiação ultravioleta não impacta de forma igual em todas as mulheres, sendo que para algumas não terá qualquer impacto negativo e, noutras, se sentirão efeitos físicos (que poderão ir do envelhecimento precoce da pele ao aparecimento de células cancerígenas), apesar de se tratar de uma exposição localizada e mínima.

Além disto, durante a gravidez, as mulheres costumam notar que as unhas se tornam um pouco mais frágeis e que o seu crescimento é mais célere.

O uso de gel poderá fazer com que estas se tornem ainda mais quebradiças, enfraquecendo-as.

Por fim, é necessário considerar, ainda, que o diagnóstico de algumas infeções e doenças é feita por observação da região da unha, pelo que o gel e o gelinho, principalmente se tiverem tonalidades mais escuras, poderão camuflar algum problema de saúde.

unhas de gel na gravidez

Cuidados com  as unhas na gravidez

3.Cuidados a ter com as unhas de gel na gravidez

No caso de tomar a decisão de continuar a sua rotina no que respeita ao cuidado das suas unhas enquanto estiver grávida, existem alguns cuidados a ter durante o período de gestação.

Antes de mais, deve espaçar o mais possível a aplicação do verniz, para que a exposição à radiação ultravioleta seja tão pequena quanto possível.

Deverá ainda carregar os seus próprios materiais, sempre fervidos e esterilizados (como a espátula e o alicate) para garantir que minimiza os riscos de infeção.

Por fim, será de extrema importância que, principalmente no final da gestação, opte por cores mais claras ou apenas pelo brilho na unha, para que os médicos consigam fazer as suas análises e diagnósticos (nomeadamente dos níveis de oxigénio no sangue e das pulsações) de forma mais simples e correta: esta será uma excelente oportunidade para experimentar, por exemplo, a manicure francesa.

Embora não existam estudos que comprovem um impacto negativo no uso de unhas de gel na gravidez, é, por isso, muito importante ter alguns cuidados extra durante o tempo de gestação.

Costuma recorrer a este tipo de procedimento? Coloriu as unhas com verniz de gel quando estava grávida?

Não deixe de nos contar tudo sobre esta experiência.

Poderá ter interesse também em:

9 meses de gestação semana a semana

Enxoval de bebé completo, lista do que devo comprar

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo