Gotas de vitamina D: como dar vitamina sol ao seu filho

 Durante a gestação é comum que as mulheres recorram a suplementos e, por isso, a ideia de dar alguns suplementos ao bebé é também questionada, após o parto. A vitamina D está presente nas gotas do Vigantol. Venha com o Bebé a Bordo saber mais sobre as gotas de vitamina D e como pode dar a vitamina sol ao seu filho.

Um bebé gera sempre muitas preocupações nos seus pais, na medida em que a sua prioridade é garantir a saúde do filho e criar uma criança feliz.

No que diz respeito à saúde do bebé, existem sempre muitas questões, onde se incluem as relacionadas com a diversificação alimentar, com as doenças mais comuns no infantário e também as relacionadas com situações mais concretas, como a hipoglicemina no recém-nascido.

A questão dos suplementos também permeia as preocupações parentais, sendo comum que os pais questionem se devem dar suplementos para a resistência invernal à criança ou quais as alternativas que existem ao nível da suplementação.

O Vigantol é um suplemento de vitamina D sob o formato de gotas, que permite que dê vitamina sol ao seu filho. Venha saber qual a importância desta vitamina e se deve dar este suplemento ao seu filho.

Vigantol: o que é e para que serve?

O Vigantol trata-se de uma solução de vitamins D3, que pode ser dada ao bebé pela via oral, através de gotas. Este deve ser dado ao bebé apenas se este não estiver a tomar outro tipo de vitamina que já contenha a vitamina D, sob o risco de se extrapolar a dose recomendada. (1)

Esta vitamina fornece ao bebé uma das vitaminas fundamentais para a formação dos seus dentes dos seus ossos – a vitamina D, também conhecida como vitamina sol.

A toma de Vitangol serve para prevenir problemas como o raquitismo e a osteomalacia, bem como para evitar a carência da mesma no organismo, sendo que a falta de vitamina sol pode causar problemas também ao nível gastrointestinal e hepático.

O bebé precisa deste suplemento?

Pela sensibilidade cutânea que têm no primeiro ano de vida, os bebés não devem ser expostos diretamente à luz solar, o que faz com que não contem com uma das principais fontes de vitamina D.

Embora o leite materno tenha presente esta vitamina, a sua quantidade poderá não ser suficiente para garantir o necessário aporte de vitamina C para suprir as necessidades que as crianças têm da vitamina, principalmente nos dois primeiros meses, quando o seu desenvolvimento é célere. (2)

A toma deste suplemento pode ajudar a garantir uma melhor formação óssea do bebé e é recomendada a partir das duas semanas do bebé e até este completar um ano. Entre o primeiro e o segundo ano de vida, este suplemento pode ser recomendado como suplemento invernal.

Existe algum efeito secundário na toma das gotas de vitamina D?

Como os restantes suplementos, o Vigantol também pode gerar alguns efeitos secundários, embora nem todas as pessoas manifestem os mesmos.
Em alguns bebés, esta vitamina pode gerar distúrbios intestinais (obstipação, diarreia, cólicas e dor abdominal); náuseas; comichão ou elevação dos níveis de cálcio na urina e na corrente sanguínea. (3)

Alguma vez deu Vigantol ao seu filho? Conte as razões aos restantes leitores do Bebé a Bordo.

 Durante a gestação é comum que as mulheres recorram a suplementos e, por isso, a ideia de dar alguns suplementos ao bebé é também questionada, após o parto. A vitamina D está presente nas gotas do Vigantol. Venha com o Bebé a Bordo saber mais sobre as gotas de vitamina D e como pode dar a vitamina sol ao seu filho.

Um bebé gera sempre muitas preocupações nos seus pais, na medida em que a sua prioridade é garantir a saúde do filho e criar uma criança feliz.

No que diz respeito à saúde do bebé, existem sempre muitas questões, onde se incluem as relacionadas com a diversificação alimentar, com as doenças mais comuns no infantário e também as relacionadas com situações mais concretas, como a hipoglicemina no recém-nascido.

A questão dos suplementos também permeia as preocupações parentais, sendo comum que os pais questionem se devem dar suplementos para a resistência invernal à criança ou quais as alternativas que existem ao nível da suplementação.

O Vigantol é um suplemento de vitamina D sob o formato de gotas, que permite que dê vitamina sol ao seu filho. Venha saber qual a importância desta vitamina e se deve dar este suplemento ao seu filho.

Vigantol: o que é e para que serve?

O Vigantol trata-se de uma solução de vitamins D3, que pode ser dada ao bebé pela via oral, através de gotas. Este deve ser dado ao bebé apenas se este não estiver a tomar outro tipo de vitamina que já contenha a vitamina D, sob o risco de se extrapolar a dose recomendada. (1)

Esta vitamina fornece ao bebé uma das vitaminas fundamentais para a formação dos seus dentes dos seus ossos – a vitamina D, também conhecida como vitamina sol.

A toma de Vitangol serve para prevenir problemas como o raquitismo e a osteomalacia, bem como para evitar a carência da mesma no organismo, sendo que a falta de vitamina sol pode causar problemas também ao nível gastrointestinal e hepático.

O bebé precisa deste suplemento?

Pela sensibilidade cutânea que têm no primeiro ano de vida, os bebés não devem ser expostos diretamente à luz solar, o que faz com que não contem com uma das principais fontes de vitamina D.

Embora o leite materno tenha presente esta vitamina, a sua quantidade poderá não ser suficiente para garantir o necessário aporte de vitamina C para suprir as necessidades que as crianças têm da vitamina, principalmente nos dois primeiros meses, quando o seu desenvolvimento é célere. (2)

A toma deste suplemento pode ajudar a garantir uma melhor formação óssea do bebé e é recomendada a partir das duas semanas do bebé e até este completar um ano. Entre o primeiro e o segundo ano de vida, este suplemento pode ser recomendado como suplemento invernal.

Existe algum efeito secundário na toma das gotas de vitamina D?

Como os restantes suplementos, o Vigantol também pode gerar alguns efeitos secundários, embora nem todas as pessoas manifestem os mesmos.
Em alguns bebés, esta vitamina pode gerar distúrbios intestinais (obstipação, diarreia, cólicas e dor abdominal); náuseas; comichão ou elevação dos níveis de cálcio na urina e na corrente sanguínea. (3)

Alguma vez deu Vigantol ao seu filho? Conte as razões aos restantes leitores do Bebé a Bordo.

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo