Covid-19: devo dar suplementos ao meu filho

Muitos pais questionam-se se, neste momento, perante o Coronavírus, devem dar suplementos aos seus filhos. Venha descobrir com o Bebé a Bordo se existem vantagens na suplementação vitamínica para as crianças durante o isolamento social.

Não é de agora que as questões relacionadas com os suplementos criam dúvidas entre os pais das crianças.

Várias questões sobre a importância da vitamina sol ou sobre quando dar suplementos para a resistência invernal da criança eram já bastante comuns entre os pais, que querem sempre garantir que o filho é uma criança saudável e feliz.

Durante este tempo de contenção do Covid-19, no entanto, houve um aumento na procura de suplementos para se manter saudável durante o isolamento e, embora alguns destes tenham sido procurados por razões puramente casuais, por parte de pessoas que conhecem o efeito destes compostos no organismo; outras pessoas procuraram-nos pelas notícias que circulavam sobre o potencial de cura de algumas vitaminas e que viriam a revelar-se fake news.

Independentemente disto, durante o tempo de isolamento social a correta nutrição é fundamental e esta foi a razão pela qual a própria Direção Geral de Saúde (DGS) forneceu diretivas para a alimentação durante este período de contenção do Covid-19. (1)

Venha saber se deve ou não dar suplementação vitamínica às crianças durante a fase de isolamento social com o Bebé a Bordo.

Algum suplemento pode evitar a contração do vírus pela criança?

Caso a sua intenção com os suplementos seja curar o vírus ou evitar que a criança seja contagiada pelo mesmo, temos uma má notícia: não existem evidências científicas para que nenhum suplemento, terapia alternativa ou vitamina possa, em efetivo, curar a doença ou evitar o contágio. (2)

Ainda assim, isto não significa que não possa dar suplementos – tais como a vitamina C, o magnésio, a vitamina D ou o própolis, entre outros – ao seu filho, com a intenção de reforçar a sua imunidade.

Quais os cuidados a ter ao dar suplementos às crianças?

Se optar, mesmo sabendo que não é uma cura para o Covid-19, por dar um suplemento ao seu filho, o melhor é que, antes o fazer, confirme com o pediatra que o acompanha se este suplemento se adequa à criança e qual a dosagem indicada.

Além disso, deve considerar que existem muitos suplementos que não podem ser dados às crianças durante o primeiro ano de vida. A amamentação será muito útil, nos primeiros tempos de vida, para o reforço imunitário da criança.

Está a dar algum suplemento ao seu filho? Conte-nos as razões das suas escolhas e dê a sua opinião sobre a temática às restantes mamãs do Bebé a Bordo.

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo