Conheça os primeiros sintomas de gravidez

Primeiros sintomas de gravidez, à descoberta do sonho

Cada mulher é uma mulher e existem várias formas de saber que está grávida.

Algumas mulheres descobrem alguns dias após a fertilização, aquando da implantação do óvulo no útero.

Outras percebem apenas quando o período deixa de aparecer. Primeiros sintomas de gravidez

Existem diversos sintomas que podem indicar que se encontra grávida.

E, no que diz respeito à gravidez, quanto mais cedo fizer a descoberta, melhor será para si e para o bebé, uma vez que, em tomando conhecimento, poderá adaptar de imediato o seu estilo de vida à sua condição de futura mamã e iniciar o acompanhamento pré-natal.

Nunca é cedo demais, na gravidez, para melhorar a dieta, abolir o consumo de álcool ou drogas, adaptar o exercício físico ou começar a vigiar a tensão.

Com o surgimento dos sintomas, é possível que a mulher se aperceba precocemente do seu estado e avance para a realização de um exame sanguíneo ou de um teste de gravidez de farmácia para confirmar as suas suspeitas.

Mas, para tal, é necessário, antes de mais, que ela conheça esses sinais de gravidez.
No presente artigo vamos dirigir-nos a esta questão para que conheça os primeiros sintomas de gravidez.

primeiros sintomas de gravidez

1. A falta da menstruação, um dos primeiros sintomas de gravidez

Por norma, este é um dos primeiros avisos de que se encontra grávida. A mulher poderá sentir uma total ausência do período ou ter um pequeno e inusual sangramento.

Esta pequena hemorragia acontece, em algumas mulheres, no momento da fixação do óvulo à parede do útero e, em alguns casos, pode ser confundida com a menstruação, embora tenha um fluxo bastante menos significativo.

A grande maioria das mulheres, no entanto, não nota qualquer tipo de sangramento, apercebendo-se da gravidez devido ao atraso menstrual.

2. A náusea matinal

É, também, um dos sintomas de gravidez mais comuns: a sensação de náusea e o vómito que, embora sejam conhecidos como “matinais” podem acontecer a qualquer hora e em qualquer momento.

Por norma este é um sintoma que começa na segunda semana da gravidez e que se prolonga durante os primeiros três meses.

3. Sensibilidade mamária e aumento dos seios

Não é igualmente incomum entre os sintomas da gravidez que, logo nas primeiras semanas, a mamã note um aumento no tamanho do seu peito e sinta a região mamária mais sensível e dorida.

Este poderá ser o aviso ideal para que realize o teste de confirmação.

4. Inchaço na região abdominal

Outro dos sintomas de gravidez será a barriga inchada. Muitas mulheres associam este sintoma a um desconforto dos intestinos, acompanhados por cãibras que em muito se assemelham a cólicas menstruais.

5. Sensação de fadiga

Durante os primeiros tempos da gravidez a mulher poderá sentir um cansaço e fadiga algo inusuais, sendo inclusivamente comum a sensação de sonolência.

Os médicos relacionam esta fadiga com o aumento brusco de progesterona no organismo da futura mamã.

6. Hipersensibilidade

Um dos sintomas de gravidez é também a alteração brusca de humor e um aumento na sensibilidade.

Muitas mulheres tornam-se mais irritadiças ou alternam entre momentos melancólicos e de euforia desmedida.

Nesta fase, a sensação de constante ansiedade é também bastante comum.

7. Necessidade frequente de urinar

Durante os primeiros tempos da gravidez, a mulher poderá notar que sente vontade de ir à casa-de-banho mais vezes, principalmente em horário noturno.

8. Os famosos desejos

Em algumas mulheres acontece mais cedo e noutras mais tarde, mas os desejos alimentares são também os famosos primeiros sintomas de gravidez.

É natural que, durante a gestação, a mulher sinta vontade de comer um determinado alimento ou grupo alimentar.

Da mesma forma, a aversão a determinadas comidas e cheiros pode ser decorrente da gravidez.

9. Sensação de tontura e desequilíbrio

É outro dos sintomas clássicos de gravidez: a tontura!

Esta acontece devido às hormonas que correm no corpo feminino e que provocam alterações diversas no corpo da mulher.

Isto poderá decorrer da redução dos níveis de açúcar no sangue ou da desnutrição provocada pelos vómitos.

Os sintomas referidos serão os seus melhores aliados para garantir um acompanhamento da gravidez semana a semana, fazendo as melhores escolhas e recebendo o melhor acompanhamento.

E, além disso, que mulher não está desejosa de receber esta notícia?
Qual foi o sintoma que lhe indicou que estava grávida? Como viveu esta novidade?

Não deixe de partilhar connosco a sua experiência pessoal!

Poderá ter interesse também em:

–  Barriga de aluguer, o que é?

–  Alimentação na gravidez trimestre a trimestre

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo