Lentes de contacto na gravidez: posso usar?

Usar lentes de contacto na gravidez pode ser um desafio para algumas mamãs. Mas, afinal, qual a relação entre gestação e lentes de contacto? Se também quer saber a resposta, venha saber mais sobre as lentes de contacto na gravidez com o Bebé a Bordo. 

Durante a gestação, as perguntas parecem não mais ter fim. Preocupada com o desenvolvimento do seu bebé e com o seu bem-estar, a futura mamã preocupa-se, mais do que nunca, em questionar os aspetos relacionados com o seu quotidiano, a sua rotina alimentar e o exercício.

Nesta fase, a gestante quer ainda saber se os seus sintomas são normais e perceber o que pode ou não fazer e quais os riscos efetivos de cada uma das suas escolhas. 

Nestes meandros, muitas são as perguntas concretizadas. Desde compreender as razões que a fazem ter vómitos na gravidez, passando pelas questões sobre o que podem fazer para resolver uma dor de dentes e chegando às perguntas sobre a sexualidade na gravidez; a gestante nunca deixa de se questionar. 

Os olhos da mulher grávida serão, por isso, outro dos aspetos considerados neste alargado questionamento. Muitas mulheres que usam lentes de contacto questionam se poderão continuar a fazê-lo e, algumas, relatam mesmo o ganho de uma intolerância às mesmas durante o período gestacional. 

Hoje, olharemos para as lentes de contacto na gravidez, tentando compreender quais as razões pelas quais estas gestantes se tornam intolerantes às lentes e também se a grávida pode, efetivamente, continuar a usar as suas lentes de contacto na gravidez. 

Se quer saber mais sobre as lentes de contacto na gravidez, encontrou o artigo ideal para si. 

Lentes de contacto na gravidez

1. Lentes de contacto na gravidez: será que a mulher grávida pode usar?

As lentes de contacto na gravidez são seguras e, se já as usava, não existe razão para que não continue a fazer uso das mesmas. 

Embora não existam riscos associados à continuação do uso de lentes de contacto, no entanto, muitas mulheres relatam algum desconforto – ou mesmo intolerância – no uso de lentes de contacto na gravidez. 

As alterações oculares promovidas pelas alterações hormonais podem fazer com que o olho da gestante tenda a secar, havendo ainda um potencial inchaço dos olhos devido à retenção de líquidos e ao aumento da pressão arterial. (1

Estas situações podem fazer com que o uso das lentes prescritas se torne incómodo para a gestante. 

Não se recomenda a mulheres que não façam uso de lentes de contacto que comecem a usá-las nesta fase da vida, justamente porque os testes oculares podem oferecer resultados distintos dos que teriam se a mulher não se encontrasse grávida. 

2. Intolerância às lentes de contacto na gravidez: porque acontece?

Como referimos, as alterações no corpo da mulher podem levar a que a gestante ganhe um grau de intolerância às lentes de contacto. A reação às lentes de contacto na gravidez varia de mulher para mulher, embora, em geral, quase todas as gestantes sintam os olhos mais secos. 

As alterações oculares na gravidez são temporárias. Uma maior secura nos olhos é expectável devido às mudanças hormonais. O aumento da tensão – que muitas vezes leva à hipertensão gestacional – bem como a retenção de líquidos na gravidez pode fazer com que o uso de lentes de conforto se torne desconfortável para estas mulheres. 

Algumas gestantes referem que, ao colocar as lentes de contacto, sentem ardor (ou picadas) nos seus olhos, não conseguindo manter o uso. 

O recurso a colírios e lágrimas artificiais pode ajudar a manter os olhos hidratados e melhorar a tolerância às lentes de contacto nesta fase da vida.

Na escolha destes colírios, que pode encontrar na sua farmácia online, é recomendável que consulte o seu médico. 

Recomenda-se ainda que, em casos severos de intolerância, deixe de usar as lentes, preferindo os óculos. 

A grávida deve trocar as lentes de contacto na gravidez?

Visitar o oftalmologista durante a gravidez poderá ser boa ideia durante a gestação. Nesta fase, com o aumento do tamanho e formato da córnea, o uso das lentes de contacto pode ser desconfortável e nunca é demais ser visto por um profissional de saúde. 

Ainda que o uso das lentes seja considerado seguro, não se recomenda, no entanto, que sejam feitas novas prescrições de lentes durante a gravidez, devendo a gestante manter as suas lentes anteriores. (2

Os exames oculares realizados durante a gravidez poderão não oferecer resultados tão fiáveis quanto o desejado, já que vários fatores – como os que atrás descrevemos – impactam no formato e hidratação do olho da mulher. 

Embora visitar o oftalmologista seja uma boa ideia, até para que possa falar sobre as soluções ópticas a utilizar, a troca de lentes de contacto deverá ser feita apenas depois da hora H

Pode usar-se lentes de contacto durante o parto?

O uso de lentes de contacto durante o parto não é recomendado. Uma vez que o parto pode prolongar-se por mais tempo do que o recomendado para o uso de lentes e que, durante o mesmo, a gestante poderá não conseguir removê-las, recomenda-se que as mesmas sejam removidas tão cedo quanto possível. (3

3. Dicas para a gestante que usa lentes de contacto

O uso de lentes de contacto na gravidez pode, como vimos, oferecer alguns desafios. Assim sendo, deixamos algumas dicas para a gestante que usa lentes de contacto: (4

– Visite o seu oftalmologista; 
– Mantenha os olhos hidratados com uma solução prescrita pelo médico; 
– Faça usos menos prolongados das lentes de contacto; 
– Faça uma higienização cuidada das suas lentes; 
– Se sentir desconforto excessivo, prefira os óculos. 

Além disto, se sentir que os seus olhos estão demasiado irritados ou a criar imagens distorcidas, é importante que vá ao médico: isto pode ser um sinal de pré-eclâmpsia. 

Usou lentes de contacto na gravidez? Sentiu desconforto devido a este uso? Conte a sua experiência pessoal às restantes mamãs do Bebé a Bordo

Poderá ser interessante também:

3 dicas de maquilhagem para a grávida

ARTIGOS REMOMENDADOS
ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo