Tudo o que precisa de saber sobre a hidroginástica para gestantes

Hidroginástica para gestantes, alívio dentro de água

Estar grávida é a concretização de um conjunto de desejos e, como tal, um período de alegria e realização… mas seria irreal ignorarmos que se trata, também, de uma época de grandes mudanças, nem todas fáceis.

Na sua gravidez, a mulher vive alterações profundas na própria estrutura do seu corpo, que se prepara, de forma gradual, para acomodar a presença do bebé.

Estas alterações afetam a postura, forçando a região vertebral e fazendo com que a mulher sinta um constante desconforto e, em alguns casos, até dor.

Além disto, o peso ganho durante a gravidez vem inibir uma série de movimentos e reduzir consideravelmente o leque de exercício físico permitido à grávida.

É neste cenário que a hidroginástica na gravidez surge como opção.

Tratando-se de uma forma de exercitar o corpo e limpar a mente, esta é uma forma de exercício que facilitará à mulher a gestão do seu peso e o movimento do seu corpo, uma vez que a água irá suster grande parte deste peso, fazendo-a sentir leve e permitindo que se mova sem sobrecarregar o corpo.

Neste artigo iremos mergulhar no mundo da hidroginástica

hidroginástica para gestantes

1. Hidroginástica para gestantes: os benefícios

Como o nome indica, este é um tipo de exercício que será realizado dentro de água e que lhe permitirá mover o seu corpo e exercitá-lo.

Dentro da piscina terá a oportunidade de realizar um conjunto alargado de exercícios aeróbicos, sem sentir o peso do corpo, o que evita a sobrecarga das suas articulações e também o risco de eventuais quedas e lesões.

É muito importante que, durante o tempo de gestação, exercite o seu corpo.

Na impossibilidade de continuar a sua habitual rotina de ginásio, esta forma de hidroginástica para grávidas poderá surgir como opção.

Dentro de água, sentirá que suporta apenas metade do seu peso, o que irá dar-lhe, de imediato, uma sensação de alívio.

Além disto, esta forma de natação durante a gravidez poderá ter uma ação relaxante, sendo comum que as pessoas sintam o alívio da tensão e do stress quotidiano quando se encontram em contacto com a água.

Por fim, outra vantagem deste género de exercício é a forma como este “treina” a mulher, permitindo que esta tenha uma estrutura física mais completa e facilitando, desta forma, o momento do parto.

 

Hidroginástica na gestação

2. Mergulhando no mundo da gravidez

As aulas de hidroginástica para gestantes têm como intenção a fomentação do equilíbrio e da rotina saudável da mulher, sem descurar o seu conforto e bem-estar.

Alongamentos, exercícios respiratórios, aquecimento muscular: tudo isto fará parte da rotina e irá garantir que trabalha o seu corpo, de forma segura e completa.

Estes exercícios serão voltados para um trabalho completo do seu corpo, mantendo como preocupação o estado da gestante e garantindo, também, a sua saúde emocional.

Se não souber nadar, não se preocupe! Estas aulas de hidroginástica na gravidez não serão como as tradicionais aulas na piscina para preparação olímpica.

É perfeitamente seguro entrar na piscina, uma vez que a hidroginástica para gestantes se foca no trabalho aeróbico e acontece em locais onde terá pé e nos quais o nível da água nunca será superior ao seu peito.

3. Natação durante a gravidez: o que não fazer

Obviamente que deverá ter cautela durante a realização dos exercícios, para garantir a sua segurança e a segurança do seu bebé.

Será importante que, durante estas aulas, evite pressionar e comprimir o estômago e o abdómen, sendo também prudente que evite saltos dentro da piscina.

Além disto, devido ao estado em que se encontra, a gestante deverá permanentemente estar atenta a alguns sinais do seu corpo.

Qualquer sinal de tontura, náusea, falta de ar ou dor deve ser um alerta para parar o treino de imediato.

Pause os exercícios e informe o instrutor sobre o que está a sentir.

Tenha ainda o cuidado de estabelecer limites.

Dentro de água não irá sentir o peso do corpo e poderá sentir que consegue realizar qualquer tipo de exercício.

Como em tudo o resto, também na hidroginástica para grávidas, o que é demais faz mal. Procure não exagerar nos exercícios realizados, mantendo o seu ritmo cardíaco e a sua respiração estáveis.

Haverá, ainda, alguns casos nos quais a mulher não poderá fazer este tipo de exercício.

Problemas respiratórios, gravidez de risco, histórico de parto prematuro ou de abortos expontâneos são alguns dos cenários que vedam esta modalidade às gestantes.

É importante, por isso, que fale com o seu médico antes de se inscrever nas aulas de piscina.

Sendo realizada com o acompanhamento de um instrutor e com cuidado, a hidroginástica durante a gravidez será uma mais valia para a gestante.

Sentirá, entre outras coisas, o alívio das dores, o aumento energético, uma sensação de tranquilidade e bem-estar e, globalmente, uma melhor forma física.

Mergulhou no universo da hidroginástica durante a sua gestação?

Conte-nos como viveu esta experiência aquática e quais os benefícios que esta lhe trouxe durante a gravidez.

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo