Grávida pode comer tremoços, fará bem ao feto? 

Quando chega o calor do verão, as gestantes fazem novas questões. Será que a grávida pode comer tremoços? Será que faz bem ao feto? Estas são questões que se colocam e que pedem uma célere resposta.

Para saber as respostas e começar a planear os seus snacks veraneantes, venha com o Bebé a Bordo saber se a grávida pode comer tremoços.

Há hábitos veraneantes difíceis de largar. As idas à praia com as suas bolas de berlim, a cerveja fresquinha na esplanada, acompanhada por caracóis ou tremoços… tudo isto gera um reconhecimento quente sobre o conforto dos meses de Verão.

As gestantes, evidentemente, têm muitas questões sobre este tipo de prática.

Sabendo que não podem consumir bebidas alcoólicas perguntam, por exemplo, se cerveja sem álcool está liberada; quais os alimentos a incluir na sua lancheira de praia e também se podem continuar a ingerir os snacks que marcam esta fase do ano.

Um dos produtos alimentares que faz parte desta experiência estival é, sem dúvida, o tremoço. Este alimento simples e salgado é um dos que mais dão prazer a quem se senta nas esplanadas da praia, sendo usual vermos portugueses e turistas a deliciar-se com esta iguaria.

Mas e a gestante? Será que a grávida pode comer tremoços? Poderá este snack ser saudável e fazer bem ao feto? Ou será, pelo contrário, um alimento a evitar? Estas são algumas das questões às quais responderemos no artigo que se segue.

Venha descobrir se a grávida pode comer tremoços e comece já a planear os seus meses de Verão.

Grávida pode comer tremoços

1. O que são os tremoços?

Os tremoços são um snack muito comum na Europa e, principalmente, nas regiões litorais durante os meses de Verão.

O tremoço é uma leguminosa e, como tal, pode ser integrado no mesmo grupo alimentar das favas ou das ervilhas. 

O grão seco desta planta não é comestível, podendo o seu consumo ser tóxico. Ainda assim, após todo o processo de cozedura e conserva, este alimento torna-se seguro e até potencialmente benéfico para a saúde.

Apesar dos seus benefícios para o organismo, não é incomum que o tremoço cause alguma desconfiança, já que se trata de um snack salgado, por ser usualmente conservado em salmoura.

Este alimento costuma ser servido como aperitivo mas pode também ser integrado na confeção de alimentos, existindo ainda pratos tradicionais de algumas regiões que o utilizam para esta finalidade. (1)

Como são os tremoços a nível nutricional?

O tremoço é uma leguminosa bastante rica no que respeita ao seu índice nutricional. 

Além do seu baixo teor de glicose, esta apresenta um elevado teor de fibras alimentares (30% a 40%) e de proteínas (36% a 40%). (2)

Esta leguminosa tem ainda uma grande riqueza em cálcio, ferro, potássio e fósforo e contém vitaminas diversas, incluindo a vitamina E e vitaminas do complexo B (incluindo o ácido fólico).

Da composição dos tremoços faz ainda parte o ácido gordo essencial ómega-3.

2. A grávida pode comer tremoços?

Não existe nenhum impedimento em que a grávida coma tremoços, desde que os mesmos estejam cozidos (forma como são, usualmente, desde logo comercializados).

O consumo de tremoços poderá trazer vários benefícios à gestante a ajudar, inclusivamente, a gerir alguns dos desconfortos mais comuns na gestação. (3)

Este snack é, na verdade, muito mais saudável do que outras alternativas, contribuindo para promover a sensação de saciedade na gestante, ajudando a nutri-la e fornecendo as fibras essenciais para o correto funcionamento dos seus intestinos.

Na verdade, as leguminosas em geral e particularmente o tremoço podem ser fortes aliados para garantir que a gestante ingere a quantidade necessária de fibras, minorando problemas como a obstipação. (4)

Quais os benefícios dos tremoços na gravidez?

Existem vários benefícios dos tremoços para a saúde, dos quais a gestante e o feto poderão usufruir. Entre as principais vantagens que a gestante encontrará neste consumo encontram-se os seguintes:

– Ajuda na regulação intestinal (e decorrente prevenção e resolução da prisão de ventre e das hemorróidas gestacionais);
– Promoção da sensação de saciedade com um baixo índice de glicose;
– O tremoço contém ácido fólico, uma vitamina essencial para o correto desenvolvimento do tubo neural do feto;
– Ajuda na prevenção do colesterol e da diabetes gestacional
– É uma boa fonte de vários nutrientes e de proteínas.

3. Quais os cuidados que a grávida deve ter ao comer tremoços?

Evidentemente, antes de começar a comer tremoços e mesmo considerando todas as suas propriedades, é importante que fale com um médico sobre esta temática, para garantir que os tremoços são seguros no seu caso particular.

Além disso, e embora os tremoços sejam um alimento considerado seguro, deve ainda ter em consideração que a moderação será importante no seu consumo.

Para garantir ainda a sua completa segurança e do feto, deve garantir que os tremoços foram cozidos e evitar comprá-los a vendedores de rua, já que não se pode atestar que a água tenha sido trocada com a regularidade desejada.

Para evitar o maior problema dos tremoços – o excesso de sol que provém da salmoura da sua conserva – será uma boa ideia que demolhe os seus tremoços antes de os consumir. Além de o sódio em excesso promover a retenção de líquidos, este pode ainda gerar problemas mais severos como a hipertensão arterial ou a pré-eclâmpsia. Assim, o melhor será que demolhe bem os tremoços antes de os ingerir.

Na sua opinião a grávida pode comer tremoços? Comeu esta leguminosa durante a sua gestação? Partilhe a sua opinião com as demais leitoras do Bebé a Bordo.

Poderá ter interesse também em:

Anona na gravidez: quais os benefícios deste fruto para a gestação?

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo