8 benefícios do sexo na gravidez

Benefícios do sexo na gravidez

Durante a gestação surgem muitas dúvidas na futura mamã.

Algumas, nomeadamente as que dizem respeito ao estilo de vida ou à nutrição, costumam ser colocadas com relativa facilidade, na busca pelo melhor aconselhamento.

Outras, no entanto, nem sempre são ditas, com medo ou vergonha de que o assunto possa não ser adequado ou pertinente.

As questões relacionadas com a sexualidade na gravidez caem, muitas vezes, no espaço do tabu, deixando as futuras mamãs apreensivas e sem as respostas que procuram.

Falamos de questões diversas como querer saber se pode ter relações sexuais; saber se a ejaculação na gravidez pode ser prejudicial ou conhecer as razões pelas quais se sentem as contrações uterinas após este tipo de envolvimento.

As questões são muitas e variadas e sugerimos que as faça!

Afinal, todas as perguntas são pertinentes e bem-vindas, já que podem gerar novos conhecimentos e, desta forma, melhorar a forma como vive a gestação.

Temos tentado largamente romper o tabu do sexo na gravidez e explanar as questões que se relacionam com esta temática.

Tendo já visto as situações em que o casal pode (ou não) aventurar-se na descoberta da sexualidade durante a gestação, avançamos agora para uma pequena lista de 8 benefícios do sexo na gravidez.

1. Benefícios do sexo na gravidez, cria laços mais íntimos no casal

– Ter um bebé muda a vida do casal e é natural que, desde cedo, o foco de ambos seja no filho que está para nascer.

Esta dinâmica pode ser muito positiva para o casal mas existe, também, o risco de que aconteça o oposto e o casal dê por si a esquecer-se de dar a devida atenção ao parceiro.

Uma melhor vivência da intimidade, através do contacto sexual, pode ajudar a fortalecer os laços entre a gestante e o seu companheiro, criando uma confiança renovada para enfrentarem juntos a maternidade/paternidade.

2. Diminui os desconfortos e simula a felicidade

– A relação sexual faz com que o corpo liberte algumas hormonas. Entre estas, encontram-se a ocitocina e as endorfinas.

A ação destas no corpo faz com que a tensão seja amenizada, aumenta a tolerância à dor (como se fosse um analgésico natural) e promove uma sensação prolongada de bem-estar.

Assim, o sexo pode ser muito útil para ajudar a gestante a gerir as suas alterações de humor e a enfrentar com positividade os passos da gestação.

3. Reduz a hipertensão

– Como já vimos, na gestação, são muitas as grávidas que sofrem um aumento da sua tensão arterial, chegando mesmo a sofrer de hipertensão gestacional ou mesmo de pré-eclâmpsia.

Estas situações podem gerar problemas graves na gestação e no desenvolvimento do bebé. O sexo irá, de uma forma natural, ajudar a baixar a tensão arterial, servindo como um regulador natural desta situação.

4. É um exercício físico

– Não substitui as suas aulas de hidroginástica e yoga nem as caminhadas ocasionais mas, apesar disto, o sexo conta como exercício físico, ajudando-a a manter o corpo saudável e em forma e queimando, desta forma, eventuais calorias extra que tenha consumido ao longo do dia.

5. Combate a insónia

– Agindo como um calmante natural e um relaxante muscular, o sexo ajuda a gestante a combater as insónias que, por norma, acontecem na gravidez e a ter um sono mais fácil e prolongado.

6. Ajuda a ter uma melhor autoestima

– À medida que o corpo se altera, nem sempre é fácil continuar a sentir uma grande autoestima no que diz respeito à forma física.

O sexo irá ajudar a mulher a sentir-se mais confiante com a sua nova forma e a aceitar melhor as alterações no corpo. Afinal, sentir o desejo do parceiro pode mesmo fazer a diferença.

7. Promove o orgasmo

– Muitas gestantes contam que, durante a gestação, era mais fácil atingirem o clímax.

Isto acontece porque o fluxo sanguíneo da mulher grávida é maior, aumentando a sua sensibilidade ao toque, bem como o seu desejo sexual.

8. Ajuda na dilatação e na recuperação depois do parto

– Na fase final da gravidez, o sexo e a ejaculação no canal vaginal promovem a libertação de ocitocina, uma substância que ajuda na dilatação, suavizando o colo uterino.

Além disso, devido à tonificação muscular na região vaginal, a recuperação depois do parto é também mais célere.

A menos que o seu médico lhe dê indicações em contrário, pode, portanto, avançar no contacto íntimo com o seu companheiro e viver todos os benefícios do sexo na gestação.

Já conhecia os benefícios do sexo na gravidez? Tem alguma questão? Não deixe de nos falar sobre as suas dúvidas e opiniões.

ARTIGOS REMOMENDADOS
DEIXA UM COMENTÁRIO