Goiaba na gravidez: Poderá a grávida comer este fruto

A goiaba na gravidez pode gerar algum tipo de questionamento. Afinal, será este um fruto indicado para a gestante? Poderá a mulher grávida comer este fruto? Estas são as questões as quais nos dirigimos. Se quer saber mais sobre a goiaba na gravidez, venha descobrir mais com o Bebé a Bordo.

Não é incomum que a gestante questione os vários alimentos que encontra no seu quotidiano. Na verdade, esta preocupação é muito pertinente, se considerarmos que, nesta fase da sua vida, a gestante precisa de ter em atenção as suas necessidades e as necessidades do seu bebé, ainda em desenvolvimento.

Além disso, a adaptação da alimentação pode ser fundamental para potenciar a redução dos principais desconfortos na gravidez.

Principalmente nos meses mais quentes, quando a fruta ocupa um maior protagonismo na dieta, torna-se comum que a gestante queira saber quais os frutos mais e menos indicados para ingerir na gestação.

O questionamento quanto aos melhores frutos africanos ou aos melhores frutos tropicais, junta-se então às perguntas específicas sobre os benefícios que o açaí, a acerola ou a goiaba podem ter durante a gestação.

Hoje, as questões sobre a goiaba são justamente aquelas que nos levam a criar este artigo. Se também quer saber quais as razões para comer goiaba ou se quer conhecer melhor as vantagens de consumir goiaba na gravidez, este é o artigo do qual tem estado à procura. 

Goiaba na gravidez

1. O que é a goiaba?

A goiaba é um fruto proveniente da América Central e da América do Sul, com uma forte expressão no Brasil e que se destaca pela sua textura carnuda e pelo sabor simultaneamente acre e doce. (1)

As caraterísticas do fruto divergem, podendo o formato oscilar entre o redondo e o oval e as tonalidades da casca entre o verde e o amarelo. No interior, a goiaba pode ser branca, vermelha, cor-de-rosa ou amarela.

No Brasil, a época deste fruto sazonal acontece entre o mês de Outubro e o mês de Março, sendo este um fruto adaptado aos climas tropicais.

Como é a tabela nutricional da goiaba?

Por cada 100 gramas de goiaba é possível encontrar 54 kcal que se fazem acompanhar de hidratos de carbono, proteínas e um baixo índice de gorduras.

Com mais vitamina C do que uma laranja (cerca de 5 vezes mais) e 5 gramas de fibras alimentares por cada 100 gramas; a goiaba não deixa de se destacar pela presença de agentes antioxidantes como o licopeno, a quercetina e os polifenóis. (2)

Além disso, a goiaba é ainda uma boa fonte de ácido fólico e de minerais como o magnésio e o potássio.

2. Será que a mulher deve comer goiaba na gravidez?

A mulher grávida terá todos os benefícios em integrar este fruto na sua rotina alimentar. A goiaba na gravidez será uma excelente forma de fornecer ao organismo nutrientes essenciais, com destaque para o ácido fólico, a vitamina C, a vitamina E, os polifenóis, os isoflavonóides e os carotenóides.

A diversidade de nutrientes deste fruto, bem como a sua combinação, fazem da goiaba na gravidez uma excelente escolha, que ajudará a gestante em vários níveis, ajudando no desenvolvimento do feto e, em simultâneo, na melhoria do seu sistema nervoso, digestivo e imunitário. (3)

O consumo de goiaba na gravidez poderá ainda ser importante para ajudar na prevenção de situações como a obstipação, a retenção de líquidos, as hemorróidas gestacionais, a hipertensão gestacional e a diabetes gestacional.

Além disso, comer goiaba durante a gestação pode ainda ajudar a promover a sensação de bem-estar, a reduzir a ansiedade, a controlar o colesterol e também a prevenir e tratar infeções. (4)

Pela presença de ácido fólico, a goiaba será ainda um fortíssima aliada no desenvolvimento do tubo neural do bebé, o que ajudará a garantir o seu correto desenvolvimento e a prevenir algumas das mais temidas doenças congénitas, incluindo a espinha bífida.

3. Deve existir algum cuidado especial no consumo de goiaba na gravidez?

Os benefícios da goiaba na gravidez são, como vimos, diversificados. Ainda assim, antes de consumir este fruto, existem alguns aspetos aos quais a gestante deve estar atenta.

Primeiramente, é necessário considerar que existem pessoas alérgicas a este fruto. Assim, se tiver alguma suspeita de que possa ser alérgica, deverá evitar o consumo de goiaba.

Além disso, por ser rica em fibras, esta deve ser consumida com moderação. O consumo excessivo de fibras pode originar diarreia, o que é uma situação a evitar durante a gestação.

Por fim, é ainda necessário recordar que, embora a goiaba possa ser comida com casca, devido ao potencial uso de químicos agrícolas, este fruto terá de ser muito bem lavado antes de consumo, sendo ainda preferível, nesta fase da vida, que o consuma sem casca. (5)

Consumiu goiaba na gravidez? Na sua opinião é seguro para a grávida comer este fruto? Partilhe a sua experiência pessoal com as restantes leitoras do Bebé a Bordo.

Poderá ter interesse também em:

Acerola na gravidez: será seguro o seu consumo?

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo