Dieta pós-parto, como posso emagrecer depois do parto

Dieta pós-parto, muitas mulheres preocupam-se em saber como podem emagrecer depois do parto, para retomarem a forma que tinham anteriormente e, neste processo, procuram a melhor dieta pós-parto. Se perder o peso da gravidez faz parte dos seus planos e quer conhecer a dieta pós-parto ideal para emagrecer depois do parto, venha descobrir com o Bebé a Bordo.

A procura pelas 1001 dietas para voltar ao peso ideal faz parte da rotina das recém-mamãs. De facto, depois do nascimento do bebé, são vários os aspetos físicos que preocupam estas mulheres: as mudanças no corpo (como estrias, por exemplo), o aumento do peso e a queda de cabelo no pós-parto.

Desta forma, como é natural, o objetivo de muitas mulheres nesta fase da sua vida é perder o peso ganho durante a gestação, de uma forma saudável e que não prejudique a amamentação, sendo que para tal procuram as mais variadas opções alimentares.

Algumas dietas, como a dieta mediterrânica que tinha já sido recomendada na gravidez, podem ajudar neste processo, sendo que importa, evidentemente, que a perda de peso seja conquistada através de uma rotina saudável e que não ponha em causa a nutrição da mãe e do bebé (que, nesta fase, é ainda dependente do leite materno para obter os nutrientes fundamentais para o seu desenvolvimento).

Hoje, para ajudar estas mulheres no cumprimento do seu objetivo, olhamos para as melhores formas de emagrecer depois do parto, trazendo algumas noções e conselhos que podem ajudar a encontrar a melhor dieta pós-parto.

Se também está a tentar emagrecer depois do parto, este é o artigo certo para si!

1. Perder o peso da gravidez: como emagrecer depois do parto?

Emagrecer depois do parto é um objetivo nem sempre simples mas possível, que depende, entre outros fatores, das escolhas e da paciência das mamãs.

Embora o excesso de peso depois do parto seja natural, o que segue a hora H é, por norma, um período de 6 meses no qual a mãe é a principal fonte de nutrição do bebé, através do leite materno.

Assim, embora possa ser feita uma dieta pós-parto, é importante que a mulher compreenda que as suas necessidades estéticas têm de ser geridas a par com as exigências nutricionais do seu filho.

Uma alimentação incorreta ou insuficiente nesta fase é extremamente prejudicial para o bebé, cuja fonte de nutrientes é o leite materno e os componentes que este adquire mediante a alimentação da própria mãe.


Assim, uma dieta demasiado restritiva ou demasiado rápida deve ser evitada imediatamente depois do parto.

Por norma, os especialistas recomendam que uma eventual dieta pós-parto só seja iniciada um mês depois do nascimento, devendo a moderação de calorias ser moderada para que a mãe não perca mais de 2 quilos por mês. Uma perda de peso mais rápida ou anterior ao estabelecimento efetivo da amamentação poderá, aos olhos de muitos pediatras, ser nociva para o desenvolvimento do bebé.

2. A amamentação e a perda de peso no pós-parto

Embora a amamentação seja um dos principais motivos pelos quais as dietas rápidas não são uma opção no pós-parto, a verdade é que as mamãs que amamentam tendem a perder mais peso do que aquelas que não o fazem.

As estatísticas indicam que as lactantes apresentam uma maior propensão para emagrecer depois do parto, voltando ao seu peso usual em menos tempo e notando-se, principalmente nos primeiros 4 meses, uma maior tendência para a perda de peso.

Embora a amamentação queime calorias, no entanto, esta não deve ser entendida como uma dieta pós-parto, já que garantir a nutrição do bebé é o ponto fundamental deste ato materno.

Sob nenhuma circunstância uma mulher deverá aproveitar a perda calórica promovida pela amamentação para cortar na sua nutrição. Para manter uma lactação saudável, a mulher deverá garantir a ingestão do número de calorias necessárias (em torno das 1800 / 2000) e integrar, nas escolhas alimentares, comidas nutritivas e saudáveis.

3. Dicas para uma dieta pós-parto

Emagrecer depois do parto exige um cuidado especial e, sabendo disso, decidimos deixar algumas dicas fundamentais para conseguir cumprir os seus objetivos de uma forma saudável:

Faça boas escolhas alimentares

Cortar na nutrição não é uma opção mas escolher alimentos saudáveis poderá ser a chave para emagrecer depois do pós-parto. Assim, aposte em refeições saudáveis e nutritivas e alimente-se de 3 em 3 horas, garantindo sempre que não come além da sua saciedade. Este tipo de alimentação irá dar-lhe energia, evitando excessos e promoverá o emagrecimento que tanto deseja.

Deixe o sedentarismo de lado

A amamentação ajuda a perder calorias e uma alimentação saudável é fundamental mas, sem que se mantenha ativa, será mais difícil perder o peso da gravidez. Faça caminhadas ou aposte em exercícios localizados que a ajudem a recuperar a força muscular e a tonificar o corpo.

Tenha paciência

A dieta pós-parto não deve ser agressiva nem demasiado restritiva e, por isso mesmo, é natural que os resultados aconteçam de forma progressiva. Não tenha pressa. Deixe que o seu corpo retome a forma de uma maneira saudável, ainda que os resultados sejam mais lentos.


Realizou alguma dieta pós-parto? Conte às restantes mamãs do Bebé a Bordo quais foram os seus truques para emagrecer depois do parto de uma forma saudável. Certamente a sua experiência será muito útil para outras mulheres na mesma situação.

Algumas fontes: whattoexpect parents webmd cosmopolitan boaforma.abril  lifestyle.sapo

ARTIGOS REMOMENDADOS
ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo