10 dicas para o bebé comer melhor

Dicas para o bebé comer melhor

No que diz respeito à alimentação do bebé, muitas questões podem ser colocadas. Para muitas mamãs, a recusa da criança perante os alimentos é uma razão de preocupação e, na verdade, existem fatores muito específicos que poderão estar a contribuir para isso mesmo. Quer saber como fazer o bebé comer melhor? Então, venha com o Bebé a Bordo e conheça as nossas 10 dicas para o bebé comer melhor.

Fazer uma criança comer pode não ser uma tarefa simples.

Além das preocupações sobre como deve ser feita a diversificação alimentar ou de quais as primeiras sopas do bebé; passada a fase da descoberta sobre como deve ser a alimentação do bebé de 2 anos ou do bebé de 3 anos; existe ainda uma dificuldade que muitos pais conhecem bem: por vezes, simplesmente, o bebé não quer comer.

Escolher comida para bebé, saudável e nutritiva é extremamente importante para garantir a sua saúde.

Ainda assim, é necessário considerar que, mesmo depois de pratos recheados dos melhores ingredientes, nada garante que o processo alimentar corra como o esperado.

Muitas mamãs têm a mesma queixa: o meu filho não quer comer! Esta é uma situação muito comum, já que, além de terem estômagos pequeninos e serem frequentemente distraídas pelas mais diversas situações, muitas crianças demonstram realmente falta de apetite.

Sendo esta uma das questões mais prementes entre as mamãs, torna-se fundamental saber como fazer a criança comer. Assim, hoje, deixamos 10 dicas para o bebé comer melhor que, por certo, a ajudarão no momento de dar de comer ao seu filho.

1. Modere as quantidades

A tendência de muitos pais é para servirem à criança as quantidades que julgam adequadas, acreditando que aquela dose deve ser totalmente ingerida para que a criança se alimente bem.

Esta ideia, no entanto, faz com que, muitas vezes, a criança se veja perante um prato recheado que contém muito mais alimento do que aquele que a sua saciedade pede, o que se torna um fator dissuasor no momento de comer.


Os pais deverão oferecer menos comida à criança, considerando o tamanho pequenino do seu estômago, e deixar que o pedido por mais comida parta da própria, caso ainda não esteja saciada.

Os pais não deverão, também, forçar a criança a comer. Isto fará, certamente, com que o seu filho não veja um “inimigo” na comida e ajudará o bebé a comer melhor.

2. Procure fazer as refeições sempre pela mesma hora

O horário de alimentação do bebé é muito importante, na medida em que ajuda a criar uma rotina e permite ao bebé uma habituação aos hábitos quotidianos, fazendo, assim, o bebé comer melhor.

Se a criança tiver acesso às refeições sempre dentro dos mesmos horários, esta aprenderá que aquele é o momento de estar à mesa e de se alimentar; ao mesmo tempo que o seu corpo criará o hábito de comer por aquela hora e lhe dará uma sensação de fome.

3. Evite que a criança coma fora das refeições

Por dia devem ser oferecidas à criança três refeições principais – pequeno-almoço, almoço e jantar – e entre um a dois snacks – o lanche e, eventualmente, um lanche de meio da manhã. Estas refeições poderão, tal como já referimos, ser feitas dentro de um horário estipulado.

Fora das horas da refeição, no entanto, é desaconselhado que se dê à criança outros snacks e complementos, já que estes poderão fazer com que, na hora da refeição, a criança não tenha fome e se alimente, por isso mesmo, pior.

Para o bebé comer melhor é, assim, muito importante que evite os “petiscos” entre as refeições.

4. Sirva pratos visualmente apelativos

No processo de alimentar a criança, é fundamental que se siga a tabela alimentar para bebé, garantindo que o seu filho tem acesso a todos os setores da roda dos alimentos, nas proporções que lhe são necessárias para continuar a crescer saudável.

Ainda assim, não bastará que o prato do seu filho esteja repleto dos melhores ingredientes para que o bebé aceite comer sem hesitação.

As crianças são extremamente visuais e sentem o apelo de tudo o que é colorido e agradável aos sentidos. Assim, uma forma de fazer o bebé comer melhor é dispor de forma apelativa e imaginativa os alimentos no prato da criança.


Jogos de cores com os vegetais ou a apresentação de um prato que faz lembrar uma cara ou um animal pela disposição dos alimentos poderá ajudar a melhorar a aceitação da criança perante a comida.

5. Não faça da comida recompensa ou castigo

Embora seja uma prática comum entre os pais, nunca é boa ideia associar a comida a recompensas e a castigos. A ideia de que a criança “tem de comer a sopa toda porque se portou mal” ou a de que, caso se porte bem “vai ter direito a um doce” altera a ideia que a criança faz da alimentação.

Ao desvalorizar os outros pratos perante os doces (a recompensa), por exemplo, os pais poderão estar a passar a ideia de que os restantes alimentos não são bons, provocando uma maior recusa dos mesmos.

Por outro lado, entender certos alimentos como “um castigo” pode fazer com que as crianças se recusem a ingeri-lo.

6. Permita que o seu filho esteja na cozinha durante a preparação da refeição

A presença das crianças durante a compra e a preparação dos alimentos pode fazer o bebé comer melhor, na medida em que ajuda a criar um vínculo entre a mesma e a comida que será servida.

Se a criança acompanhar o processo de confeção é mais provável que se sinta parte dele, com a ideia de que “ajudou a preparar” o prato. Assim, torna-se mais provável que queira provar a comida e que, consequentemente, se alimente melhor.

7. Varie na ementa para o bebé comer melhor

A vastidão de alimentos nos supermercados permite, felizmente, a criação de menus distintos em várias refeições, ao mesmo tempo que se cumprem as necessidades nutricionais da criança.
O bebé irá comer melhor se os pais apostarem na diferença e variarem a ementa, mostrando novos sabores, novas cores, novos aromas e novas texturas.

8. Modere os “truques” para que o bebé coma

Muitos pais, na tentativa de fazer o bebé comer melhor, acabam por criar estratégias que distraem a criança e a levam, inadvertidamente, a alimentar-se.

Métodos como o famoso “aviãozinho” têm sido usados, com relativo sucesso, por muitos papás e mamãs. Ainda assim, deve considerar que, quando a criança compreende que os pais começarão a fazer este tipo de brincadeira caso ele se recuse a comer, ela começa a recusar-se mais vezes.

Lembre-se que todas as crianças preferem brincar a comer. Então, o melhor é moderar os “truques” durante a refeição.

9. Evite distrações na hora da refeição

Para um bebé, o mundo que o rodeia é interessante e, por isso, ele irá distrair-se com facilidade da tarefa que deveria estar a realizar: comer.

Para fazer o bebé comer melhor, é recomendável que se evitem ambientes confusos ou barulhentos. Utensílios como a televisão poderão, também, ser uma má ideia na hora da refeição.
Procure fazer da hora de comer um momento tranquilo e pacato. Verá que, assim, o bebé irá comer melhor.

10. Respeite o tempo da criança

A criança irá demorar a comer. Isto é normal. Para o bebé comer melhor é importante que este não se sinta pressionado a fazê-lo depressa.
Respeite o tempo do seu filho e permita que este coma à velocidade que lhe for mais confortável.

Conhecia todos estes métodos para a criança comer melhor? Experimentou algum destes? E daria algum outro conselho às mamãs do Bebé a Bordo? Conte-nos a sua experiência pessoal.

Algumas fontes: saudecuf  parents  care  mdemulher.abril  revistacrescer.globo

ARTIGOS REMOMENDADOS
ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo