Como aumentar as hipóteses de engravidar de gêmeos

Aumentar as hipóteses de engravidar de gêmeos

Quer engravidar de gémeos e não sabe como? Não está sozinha! O sonho de muitas mulheres (e homens) é este. Não existe uma fórmula perfeita que garanta uma gravidez múltipla mas é interessante olhar o imaginário social sobre a questão.

Acompanhe-nos para saber o que “por aí se diz” sobre a melhor forma de promover uma gravidez de gémeos.

O desejo de ter um bebé existe em muitos casais.

Em alguns, no entanto, o sonho vai mais além, havendo o despontar de uma vontade muito particular: a de receber – não um mas – dois ou mais filhos nos braços, em simultâneo.

Falamos, pois, dos casais que desejam ardentemente a bênção de viver uma gravidez múltipla e de engravidar de gémeos (gêmeos, em português do Brasil).

Não existe, é claro, nenhuma fórmula mágica que garanta que este amor em dose dupla possa acontecer.

Ainda assim, ao longo dos anos, as várias sociedades têm recolhido e divulgado as mais diversas estratégias para que um casal possa engravidar de gémeos.

Da genética à sorte pura, são muitas as teorias sobre a forma como se pode aumentar as hipóteses de engravidar de gémeos.

Hoje, é sobre esta questão que nos debruçamos, no sentido de lhe trazermos um artigo que se situa algures entre a realidade e a fantasia.

Isto, explicando, porque não existem factos comprovados pela ciência em como algum dos métodos que de seguida enunciaremos possa, efetivamente garantir que vai engravidar de gémeos.

Ainda assim, se é este o seu desejo, porque não tentar estas soluções, sem cunho científico, mas com um saber social que se perpetua?

Acompanhe-nos para saber algumas das teorias sobre como pode aumentar as hipóteses de engravidar de gémeos.

1. Genética em primeiro lugar

Conhecer o histórico familiar do casal será, talvez, a primeira coisa a fazer no caso de desejar engravidar de gémeos.

A probabilidade de uma gravidez de gémeos aumenta com a hereditariedade.

Isto é, no caso de os pais ou avós de um dos elementos do casal ter vivido uma gravidez múltipla, existe uma maior probabilidade de engravidar de gémeos.

2. O papel do peso

Gestação múltipla e obesidade foram dois fatores que um estudo americano relacionou, ao descobrir, numa pesquisa, que o número de gémeos falsos (não-idênticos) era mais comum em mulheres com um IMC superior a 30.

Ainda assim, é necessário considerar que a obesidade é perigosa para a saúde e que pode, até, condicionar as hipóteses de fertilização, uma vez que afeta a ovulação.

3. A idade e a gravidez múltipla

Estatisticamente, 17% das mulheres que engravidam depois dos 45 anos têm uma gravidez de gémeos, o que leva a crer que mulheres mais velhas tenham maiores probabilidades de ter uma gravidez múltipla.

Mais uma vez, no entanto, é igualmente necessário considerar os riscos de uma gestação tardia, uma vez que se torna igualmente mais provável que a gestação não corra conforme o planeado.

4. Alimentação e gravidez de gémeos

A associação de alimentos como os lacticínios e a mandioca a uma maior probabilidade de engravidar de gémeos relaciona-se diretamente com uma tribo africana, os Yoruba, que tem a maior taxa de gémeos em todo o mundo.

Estudos sobre este fenómeno relacionaram os componentes químicos da casca da mandioca – uma das bases alimentares locais – com a gravidez múltipla e concluíram que a dieta da futura mãe, quando rica nestes alimentos, pode efetivamente promover uma gravidez de gémeos.

5. Sobre os tratamentos de fertilidade

Será, talvez, um dos fenómenos mais conhecidos e mais comprovados entre aqueles aos quais hoje nos dirigimos: os tratamentos reprodutivos tendem, efetivamente, a fazer com que a mulher engravide de gémeos.

Esta relação prende-se com o estímulo clinicamente induzido da ovulação ou com os métodos da fertilização in-vitro, acontecendo frequentemente uma gravidez múltipla.

Evidentemente, estes tratamentos são apenas recomendados para quem não está, de outra forma, a conseguir engravidar.

6. Anticoncepcionais e gravidez de gémeos

Pode parecer um contra-senso (porque o é!) mas os métodos anticoncepcionais que, como sabemos, têm 99,9% de eficácia, tendem a gerar gestações múltiplas no seu 0,01% de risco de falha.

Engravidar de gémeos durante a toma destes anticoncepcionais parece, estatisticamente, ser mais simples, embora não existam provas científicas para essa afirmação.

7. O fator sorte

Por vezes, sem que nenhum destes fatores esteja presente, os casais recebem a bênção de engravidar de gémeos.

No fundo, o que se sabe sobre esta temática ainda não é muito e o fator sorte continua a ser o principal.

Se é este o seu sonho, continue a tentar. Quem sabe se, um dia, não lhe calha a sorte da gravidez múltipla que tanto deseja!

Conhece mais algum dizer popular sobre a melhor forma para engravidar de gémeos? Tentou alguma destas “fórmulas”? Conte-nos a sua história!

Algumas fontes: fortissima  mamaeonline  gravidasonline maemequer

ARTIGOS REMOMENDADOS

One Response

  1. angelita Rodrigues m

Comente este artigo