A grávida tatuada

A grávida tatuada, tudo sobre tatuagens na gravidez

Quando se fala sobre tatuagens na gravidez são muitas as questões que se levantam e muitas as dúvidas que surgem.

Mulheres tatuadas ou que visam fazer uma tatuagem querem, muitas vezes, saber se podem tatuar sem ferir nem prejudicar o feto ou de que forma a gravidez irá afetar os desenhos que lhes ornamentam, já, a pele.

Além disto, são muitas as mamãs que pretendem disfarçar as marcas de estrias ou de cicatrizes de cesariana por recurso à tatuagem.

Também estas põem em causa a validade da ideia e temem consequências negativas.

Neste artigo iremos dirigir-nos às questões de quem pretende fazer tatuagem durante a gravidez e de quem quer conhecer os riscos de deformação das tatoos que já tem no corpo.

Grávida com tatuagem na barriga

 

1. Grávida tatuada, as tatuagens antigas

Um dos locais favoritos das mulheres para fazerem as suas tatuagens é a barriga. Por esta razão, muitas vezes, quando engravidam, as mulheres têm já os seus desenhos marcados na pele da região abdominal.

No caso de existir uma gravidez, a mulher deverá ter em consideração que, acompanhando o crescimento da barriga, as tatuagens nesta zona aumentarão até ao dobro do seu tamanho original.

Este aumento poderá fazer com que a tinta aplicada, ao estender, juntamente com a pele, tenha tendência para aclarar.

Além disto, o eventual surgimento de estrias poderá, também, constituir um fator de deformação do desenho tatuado.

Embora, por norma, com o tempo, no final da gravidez, as tatuagens tendam a retomar o seu estado original, existem casos nos quais poderá sentir a necessidade de recorrer ao tatuador para que este faça alguns retoques.

O recurso a cremes e óleos hidratantes, que ajudem a prevenir as estrias, poderá ser uma mais-valia para a grávida tatuada.

Este cuidado irá ajudar a manter a região da tatuagem mais protegida e reduzirá a probabilidade de vir a precisar de retocar a sua tatuagem antiga.

Além da barriga, também as tatuagens nas costas levantam questões quando se encontra grávida.

Sendo esta a zona onde é aplicada a epidural, nem todos os centros hospitalares terão políticas que permitam a aplicação desta injeção em regiões tatuadas.

Isto acontece porque a tinta se mantém na camada da derme, região que, a par com a epiderme, é perfurada pela agulha na aplicação desta anestesia.

No caso de ter as costas tatuadas, fale com o seu médico para conhecer as suas opções.

 

Casal, mulher grávida com tatuagens na barriga

2. Tatuagens durante a gravidez

A mulher grávida pode fazer tatuagem? Eis a maior dúvida que permeia o tema ao qual nos dirigimos.

No que a isto diz respeito, existem várias questões a considerar. Antes de mais, deverá evitar embarcar nesta aventura durante os 3 primeiros meses de gestação.

Sendo este o período de formação do feto, durante o qual este mais se encontra mais vulnerável, os riscos associados à tatuagem serão muito maiores durante este período.

Estes riscos vão além da composição química da tinta, que poderá ser nociva, passando igualmente pelas sensações da futura mamã que, ao sentir dor, poderá pôr o feto igualmente em stress.

Depois do terceiro mês de gravidez, o risco será menor.

Ainda assim, a verdade é que poderá ter dificuldade em encontrar um tatuador disposto a realizar o trabalho artístico durante a gravidez, uma vez que, por uma questão de segurança, os próprios artistas da área temem a realização deste tipo de arte em mulheres grávidas.

3. Outros cuidados “A grávida tatuada”

Caso opte por realizar a tatuagem durante a gravidez, deverá ter em conta alguns cuidados.

Opte por um estúdio conhecido e fale com o tatuador sobre o estado em que se encontra.

Fale também com o seu médico para garantir que o quadro clínico da sua gestação não o impede de avançar com esta decisão.

Além disto, será muito importante que garanta a correta sanitarização e as condições de higiene do local escolhido e do material utilizado pelo tatuador.

Isto irá minimizar os riscos de infeções e a eventual transmissão das mesmas ao feto.

Uma mulher grávida pode fazer tatuagem mas a verdade é que os riscos aos quais se expõe não compensarão o prazer de ver este tipo de arte a ornamentar-lhe a pele.

No que diz respeito a esta questão, a melhor forma de garantir que não corre qualquer risco será sempre esperar que a criança nasça.

Se desejar ver o seu corpo ornamentado durante este período, uma boa sugestão será a arte gestacional.

Tem alguma tatuagem? Alguma delas se deformou durante a gravidez?

Optou por fazer tatuagem durante a gravidez?

Não deixe de nos contar a sua experiência pessoal.

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo