Vacina para a meningite W: o que deve saber

A meningite é uma das doenças cujo nome mais assusta os pais. Sendo, historicamente e em muitos casos, letal, esta doença é algo que os pais querem evitar a todo o custo. A temática da nova vacina contra a meningite tem estado na ordem do dia. Venha saber porquê com o Bebé a Bordo.

Mesmo para quem não sabe concretamente o que é a meningite, o facto é que este nome, por si só, gera medo nos pais. É, por isso, muito comum que estes questionem o que é a meningite, perigos e cuidados a ter.

Recentemente, os media têm transmitido a notícia de que uma nova vacina terá sido criada para combater a doença. A vacina de que falam, no entanto, como outros artigos explanam, não se trata de uma novidade, já existindo no mercado internacional há vários anos.

Perante as várias narrativas mediáticas, é natural que os pais possam sentir alguma confusão e, por isso, hoje, o Bebé a Bordo debruçou-se sobre a questão, para esclarecer todas as dúvidas que possa ter quanto a esta temática.

Vacina para a meningite W

Qual é, afinal, a “nova” vacina da meningite?

Os media têm apresentado como nova uma vacina da meningite que, na realidade, já é comercializada há vários anos.

A vacina a que se referem é a vacina conjugada quadrivalente ACWY (vulgo Nimenrix) que não se encontra contemplada no plano nacional de vacinação e que combate a mortal estirpe da Meningococo W. (1)

Além de um número mais elevado do que o habitual ter surgido com infeções desta estirpe – que é uma das mais raras do Meningococo, também ajudou a elevar a preocupação o facto de terem existido mudanças recentes mas indicações europeias e de esta vacina ter sido recomendada por inúmeros pediatras. (2)

O resultado da procura da “nova” vacina

Apesar de não estar incluída no plano nacional de vacinação e de ter um custo bastante elevado (50 euros), assistiu-se, perante os casos de Meningite W, a uma grande procura da vacina nas farmácias. (3)

Esta maior procura pela vacina, em parte devido ao próprio impacto dos meios de comunicação social, fez com que esta se esgotasse em Portugal, esperando-se para breve a sua reposição. (4)

Que tipos de meningite existem?

A meningite é provocada pela bactéria agressiva Meningococo, para as quais se conhecem as estripes A, B, C, W, X e Y.

Este micoorganismo é extremamente perigoso e pode ser facilmente transmitido pela via respiratória. Embora fosse a mais comum em Portugal, devido ao plano de vacinação, atualmente existe menor incidência da estirpe C. Neste momento, o Meningococo Y parece o mais prevalente, sendo que, em 2019, o aumento de casos de meningite W gerou, como referimos, uma grande preocupação na Europa.

Vacinou o seu filho contra o Meningococo W? Conte aos restantes pais do Bebé a Bordo o que o levou a tomar esta decisão.

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo