O que é a meningite, perigos e cuidados a ter

Muito se ouve falar de meningite e dos seus perigos. Mas sabe concretamente o que é a meningite e por que razão é tão perigosa? Sabe quais os cuidados a ter? Então, venha descobrir o que é a meningite com o Bebé a Bordo. 

Todas as doenças preocupam os pais mas, algumas, pelos seus perigos, parecem assustá-los mais do que todas as outras. 

Se as doenças mais comuns dos infantários são expectáveis e existe um certo consenso quanto a situações como os sapinhos na boca do bebé ou a sua pele atópica; outras situações parecem deixar os pais mais ansiosos. 

Ainda que sem conhecerem bem os contornos de doenças como o glaucoma congénito ou o autismo, os pais parecem preocupar-se muito com estas questões. 

Da mesma forma, perante os alertas frequentes, também a meningite surge no leque de doenças que causam ansiedade parental. 

Hoje, é sobre esta doença, tão perigosa e mortal, que nos debruçamos. Sabe o que é a meningite? Então, se deseja saber mais sobre os seus perigos e os cuidados a ter para evitá-la, encontrou o artigo ideal para esclarecer as suas dúvidas. 

1. O que é a meningite?

Antes de perceber o que é a meningite, é importante explicitar qual a parte do corpo afetada pela doença, isto é, as meninges. As meninges tratam-se de membranas localizadas na espinal-medula e no cérebro e que visam a sua proteção. 

Assim, falar de meningite é, no fundo, falar de uma doença que provoca a inflamação destas membranas e que decorre, usualmente, de uma infeção no fluído cefalo-raquidiano, que se encontra em torno das regiões por esta protegidas. Uma vez inflamadas, as meninges poderão não cumprir a sua função, o que pode resultar em danos na medula ou em danos cerebrais. (1

Este problema de saúde costuma acontecer, por norma, em crianças com menos de 5 anos, sendo que 70% dos casos se dão na primeira infância. É uma doença com uma elevada taxa de mortalidade e que pode deixar sequelas permanentes em quem a contrai. 

Quais são as causas da meningite?

Podem existir várias causas para a meningite. Usualmente, as infeções provocadas por vírus ou bactérias são as mais comuns, sendo comum que as mesmas ocorram pela via respiratória. 

Apesar destas infeções serem a causa mais comum, existem outros fatores que podem levar a este problema, incluindo traumas cerebrais, problemas cancerígenos, cirurgia cerebral ou otites. 

As causas variam consoante o tipo de meningite, existindo várias estirpes. 

2. Quais são os tipos de meningite conhecidos?

Tal como referido, existem diferentes tipos de meningite, sendo bastante importante que se estabeleça a distinção entre as estirpes. (2
Hoje, focaremos 4 tipos distintos de meningite. 

1. Meningite bacteriana

Este tipo de meningite é, como o nome indica, derivado de uma infeção bacteriana. Por norma, esta infeção é causada pela Neisseria meningitidis (meningococo), pelo Streptococcus pneumoniae (pneumococo) ou pelo Haemophilus influenzae tipo B. 

Este tipo de meningite é muito severo e apresenta uma grande taxa de mortalidade. 

2. Meningite viral

Sendo provocada por um vírus, este tipo de meningite costuma ser menos grave do que a meningite bateriana. Usualmente, os vírus que causam este tipo de meningite são os enterovirus e o vírus da herpes. 

3. Meningite fúngica

A meningite fúngica resulta, como o nome indica, de uma infeção provocada por fungos. Trata-se de uma forma muito mais rara de meningite. 

Os fungos responsáveis pela doença são mais comuns em pessoas com HIV, doenças cancerígenas ou problemas de diabetes. Estes poderão ainda ter sido inalados. 

4. Meningite por parasita

Este tipo de meningite resulta da presença de um parasita. Trata-se de um tipo de meningite extremamente incomum em países ocidentais, tendendo a ser contraído em países sub-desenvolvidos. 

o que é a meningite

3. Quais os sintomas da meningite?

Apesar de se tratar de uma doença muito falada, a verdade é que a identificação da meningite nem sempre é imediata, já que os seus sintomas são facilmente confundidos com os de uma gripe normal. Em alguns casos, na verdade, a evolução da doença acontece mesmo de forma assintomática. (3

Alguns dos sintomas mais comuns da meningite são: 

– Náuseas e vómitos; 
– Dores musculares; 
– Dores de cabeça; 
– Erupções cutâneas; 
– Pés e mãos frias; 
– Febre; 
– Choro continuado nos bebés; 
– Sonos mais prolongados e dificuldade em acordar; 
– Ausência de apetite e recusa em comer; 
– Problemas respiratórios; 
– Rigidez ou flacidez muscular; 
– Rigidez no pescoço. 

Como se diagnostica a meningite?

Perante os sintomas indicados, será necessária a realização de vários exames médicos, pelo que a consulta de um especialista deve ser feita de imediato. 

O diagnóstico parte de análises sanguíneas, podendo ser necessária uma tomografia ou uma punção lombar para analisar o fluído cefalo-raquidiano. 

4. Quais os cuidados a ter para prevenir a meningite?

Além da vacinação ser de extrema importância para prevenir a meningite, havendo vacinas específicas para as várias estirpes de doença meningocócica incluídas no Programa Nacional de Vacinação. 

A vacinação será o primeiro passo para evitar que o seu filho venha a sofrer de meningite, sendo que as respetivas imunizações devem ser administradas nos primeiros anos de vida. (4

Existe tratamento para a meningite?

O perigo da meningite torna esta doença uma condição onde a prevenção é preferível ao tratamento. Esta doença pode matar em menos de 24 horas e deixa cerca de 1 em cada 5 sobreviventes com sequelas para toda a vida. (5

Por norma, o tratamento aplicado depende da causa e tipo da doença.

Usualmente, o tratamento da meningite viral é mais simples e não requer tratamento, enquanto a bacteriana será considerada uma emergência clínica, onde serão aplicados antibióticos e corticóides, havendo ainda necessidade de internamento. 

Já sabia o que é a meningite? Deu todas as vacinas necessárias para a sua prevenção ao seu filho? Conte a sua opinião sobre esta questão aos restantes papás e mamãs do Bebé a Bordo. 

Poderá ter interesse também em:

Dor de cabeça nas crianças, 8 sinais aos quais deve estar atenta

Como é o pai de cada signo

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo