Socorro, o meu filho tem carraças, o que devo fazer?

As carraças não são exclusivas dos animais. Brincadeiras na rua ou com o animal de estimação podem fazer com que a criança apanhe uma carraça. Sabe o que fazer para resolver o problema? Venha descobrir o que deve fazer se o seu filho tiver uma carraça, com o Bebé a Bordo.

Os parasitas são uma preocupação para os pais. Sabendo como eles proliferam em meios como a creche ou nos parques e jardins que as crianças frequentam, os pais procuram as respostas sobre infestação de piolhos e lêndeas ou sobre outros animais que possam ser danosos para a saúde da criança.

O Verão é uma época prolífera para o aparecimento de determinados “visitantes” indesejados. Entre estes, encontramos as carraças, uma espécie aracnídea hematófaga que pode ser responsável por transmitir inúmeras doenças.

Nesta fase de calor torna-se, por isso, muito importante conhecer os riscos associados a este animal e saber, também, o que fazer se o seu filho apanhar uma carraça.

filho tem carraças

1. As crianças, o Verão e as carraças

Os meses de Verão, entre Abril e Setembro, é ideal para a proliferação das carraças. Este animal é um transmissor de doenças e, em particular, de infeções bacterianas, causadas pela bactéria rickétsia. Esta infeção é frequentemente conhecida como Febre Escaro-Nodular ou, popularmente, como febre da carraça. (1)

É natural que pense nas carraças como um parasita animal, já que é usual que as encontremos nos animais de estimação. Ainda assim, a verdade é que os humanos também podem ser afetados pelas carraças.

Quando a carraça pica um humano

Se a criança for picada pela carraça, irá, por norma, desenvolver uma sintomática da febre da carraça nos primeiros 15 dias após a picada.
Estatisticamente, é mais comum que este problema suceda em crianças até aos 15 anos de idade.

2. Quais os sintomas da febre da carraça na criança?

Existem vários sintomas associados à picada da carraça e à decorrente febre da carraça. Entre os principais destacam-se: (2)

– Dores musculares;
– Febres;
– Dores de cabeça;
– Vómitos e náuseas;
– Perda de apetite;
– Aparecimento de pápulas e /ou manchas no corpo.

3. O que fazer se vir uma carraça no seu filho

No Verão a criança passa mais tempo ao ar livre e, por isso, é importante que analise o seu corpo depois destas brincadeiras. 

Se vir uma carraça no seu filho, deverá começar por colocar luvas, para evitar contactar diretamente com a carraça e/ou usar uma pinça para a retirar.

Não utilize soro fisiológico, água oxigenada ou álcool enquanto a carraça estiver na pele da criança, removendo-a antes de aplicar qualquer tipo de produto.

Pegue na carraça, segurando a pinça bem perto da pele da criança e retirá-la no sentido giratório, evitando puxá-la. Quando puxada, a carraça poderá deixar o espigão na pele, o que torna mais provável a infeção. (3)

Depois de retirada a carraça, deve limpar a área da picada com água e sabão ou, em alternativa, um antissético.

Fique atento ao aparecimento dos sintomas da febre da carraça durante os primeiros 15 dias após a picada, estes costumam surgir entre o 2º e o 14º dia.

Já estava familiarizado com o que deve fazer se uma carraça picar a criança? Conte a sua experiência pessoal aos demais leitores do Bebé a Bordo.

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo