10 Mariscos permitidos e proibidos para a grávida. Quais come?

Mariscos permitidos e proibidos para a grávida

Os mariscos encontram-se, certamente, entre os alimentos mais amados pela maioria das pessoas. Durante a gestação, no entanto, o seu consumo nem sempre é seguro. Sabe quais são os mariscos que a grávida pode consumir e quais são perigosos?

Se quiser saber, nada será melhor do que mergulhar com o Bebé a Bordo nesta viagem até ao mundo do marisco.

Durante a gravidez, a alimentação é um ponto de equilíbrio fundamental, podendo fazer toda a diferença na saúde da mamã, do bebé e no decurso da própria gestação.

A procura pelos melhores alimentos a consumir durante a gestação, como os alimentos ricos em vitamina D, em ácido fólico ou em ferro, é fundamental.

Igualmente fundamental é perceber quais os alimentos a evitar durante a gravidez, já que alguns deles podem ser alimentos perigosos, responsáveis pela contração de salmonelas ou de doenças como a toxoplasmose.

Considerando os riscos que o consumo de marisco oferece, tanto a este nível como ao nível alérgico, são muitos os especialistas que recomendam às futuras mamãs que procurem manter-se longe destas delícias oceânicas.

Embora, evidentemente, entre os produtos marinhos, se encontrem muitos benefícios alimentares, os especialistas clínicos temem que o consumo de marisco possa ser mais nocivo para a gestação do que benéfico para a mesma e, por isso mesmo, pedem que, caso a gestante decida consumi-los, tenha ainda muita atenção à forma como o faz.

Isto acontece porque, tal como nas carnes, mesmo os mariscos que a grávida pode consumir serão um risco quando mal cozinhados ou crus.

Os microorganismos presentes neste tipo de alimento – como o toxoplasma ou a salmonela – são algumas das maiores preocupações dos médicos.

Ainda assim, a gestante terá ainda de ter em atenção que não é incomum, no consumo de mariscos, que se dêem reações alérgicas ou intoxicações alimentares e que estas, durante o período gestacional, são severamente mais perigosas.

Sabendo de tudo isto, partimos em busca dos mariscos mais e menos seguros para consumir durante a gestação e elaborámos a lista de 10 mariscos que a grávida pode consumir, dividindo-a entre as 5 opções menos seguras e as 5 opções mais seguras.

Embora estas listas sejam baseadas em estudos e opiniões clínicas, vale a pena ressaltar a importância de falar com o seu médico sobre esta questão antes de avançar para o seu consumo e de garantir, primeiramente, que não é alérgica a nenhum destes alimentos.

Vale igualmente a pena reforçar que as opiniões sobre esta questão são divergentes e pouco consensuais, sendo que alguns especialistas consideram inseguras opções que, para outros, são permitidas.

Além disso, destacamos ainda que todos os alimentos desta lista – mesmo os enquadrados entre as opções que a grávida pode consumir por serem mais seguros – só serão seguros quando estiverem bem cozinhados, pelo que, se optar por comê-los, o mais indicado será cozinhá-los em casa ou fazê-lo num local de confiança.

O marisco deve ser sempre armazenado no frio para prevenir que haja desenvolvimento de microrganismos

Também se deve ter atenção à higienização das mãos e não usar os mesmos utensílios (por exemplo facas e tábuas) para preparar marisco cru e cozinhado sem que estes sejam bem limpos.

5 Mariscos perigosos na gestação

1. Bivalves e moluscos

O risco de contrair a toxoplasmose com bivalves e moluscos é bastante elevado e, por isso, é desaconselhado que a gestante opte por consumi-los, ainda que bem cozidos.

2. Ostras

Este alimento é particularmente conhecido por provocar, ocasionalmente, intoxicações alimentares por não estar totalmente fresco ou por estar contaminado. É um marisco a evitar na gestação.

3. Lagosta

Os especialistas desaconselham o consumo de lagosta durante a gestação pelo risco de intoxicação alimentar.

4. Delícias do Mar

Tratando-se de uma mistura de peixes e mariscos, as delícias do mar tornam-se um perigo para as futuras mamãs. O melhor será evitar durante o período gestacional.

5. Sushi, carpaccio ou outros mariscos crus

A salmonelose está  associadas ao consumo destes peixes/mariscos mal passados ou crus. Corte totalmente os mariscos mal cozinhados e crus da sua alimentação por uma questão de segurança.

5 Mariscos que a grávida pode consumir

1. Camarão Grávida pode comer camarão

Não deverá ser uma opção recorrente mas, desde que esteja bem cozinhado, as futuras mamãs poderão consumir este marisco, desde que bem cozido.

2. Caranguejo

Um dos maiores riscos do caranguejo é o facto de ser um forte agente alérgico para muitas pessoas. Ainda assim, por uma questão de segurança, o melhor a fazer será moderar a quantidade de caranguejo consumida durante a gestação.

3. Vieiras

As vieiras, quando cozinhadas, têm uma riqueza nutricional benéfica para a gestante. O seu consumo, no entanto, deve também ser moderado por precaução, já que pode dar-se o caso de as vieiras estarem contaminadas.

4. Peixes gordos

O ómega 3 e o ómega 6 são parte integrante deste tipo de comida marinha. Salmão, sardinha e truta são alguns exemplos seguros para a mamã, desde que cozinhados na totalidade.

Também será necessária especial atenção porque estes peixes possuem níveis elevados de mercúrio.

O mercúrio é um metal pesado presente em excesso na água do mar devido à poluição. Alguns peixes de águas profundas, como o espadarte, atum, tintureira, cavala, tubarão ou peixe-espada, são mais suscetíveis de contaminação e, por isso, o seu consumo deve ser reduzido a 100 – 170 g por semana durante a gravidez.

O mercúrio em excesso na gestação pode provocar danos graves no sistema neurológico do bebé.

5. Peixe miúdo

Com um sabor que se situa entre o peixe e os mariscos, este tipo de peixe, como a petinga, pode ser cozinhado até ficar estaladiço. Assim sendo, é quase sempre consumido bem cozido e torna-se uma boa opção para a gestante.

Qual é a sua opinião sobre os mariscos que a grávida pode consumir? Concorda com esta lista? Conte-nos o que lhe disse o seu médico e quais foram os mariscos que não cortou da sua alimentação durante a gravidez.

Poderá ter interesse também em:

–  Comer tapioca na gravidez, é saudável?

–  Chá de limão na gravidez, posso tomar?

Algumas fontes: omaha  maemequer  babyyourbaby  babycentre  americanpregnancy

Comente este artigo