Grávida pode tomar chá de equinácea, benefícios desta infusão

Grávida pode tomar chá de equinácea, benefícios desta infusão.

Uma das dúvidas mais recorrente na gestação prende-se com o consumo de chás. E, tal como outros, o chá de equinácea parece levantar questões entre as mulheres grávidas. Sabe se a grávida pode tomar chá de equinácea?

Venha descobrir com o Bebé a Bordo.

Os chás são usados quase como um remédio caseiro para diversas situações ao longo da vida.

Por isso mesmo, quando a mulher grávida começa a experimentar alguns dos sintomas mais desconfortáveis da gestação, como a náusea, a insónia ou a azia, se questione quanto à validade e segurança do uso deste tipo de infusão para resolver o seu desconforto.

Algumas infusões, como o chá de cidreira, o chá de camomila, o chá de limão ou o chá de menta entram entre as perguntas mais frequentes das gestantes.

Este questionamento, que poderá, talvez, parecer desajustado para alguns é, aos nossos olhos, importantíssimo, uma vez que é ele que ajuda a evitar a prática de situações potencialmente perigosos para a mamã e o feto.

Assim, quando ouvimos falar da infusão de equinácea e soubemos os medos que permeiam o seu consumo durante a gravidez, decidimos dedicar, a esta infusão, toda a nossa atenção, no sentido de explorarmos os seus benefícios, os seus usos e os eventuais perigos associados ao seu consumo durante a gestação.

Assim, se quiser saber se a grávida pode tomar chá de equinácea, este artigo é mesmo para si.

Acompanhe-nos para saber se esta planta é segura durante a gestação, quais os sintomas que podem ser amenizados por este consumo, se a grávida pode tomar chá de equinácea e, claro, quais os cuidados a ter quando bebe este chá.

1. Grávida pode tomar chá de equinácea?

Para respondermos à questão que hoje nos move – se a grávida pode tomar chá de equinácea – precisamos, primeiramente, de olhar para este ingrediente e perceber efetivamente o que ele é.

A equinácea é uma flor de origem norte-americana e que, ao longo dos séculos, tem sido aclamada pelos seus usos medicinais, sendo que, em vários medicamentos e suplementos, podem ser encontrados extratos das suas raízes, das suas flores e das suas folhas.

Quimicamente, esta planta tem vários compostos que agem como impulsionadores do sitema imunológico, sendo ainda uma planta bastante rica em óleos essenciais, em polissacarídeos, em flavonóides e em vitamina C.

Sobre esta planta, dados os seus múltiplos usos medicinais, muita pesquisa tem sido feita.

Os estudos realizados (e dos quais mencionaremos alguns) concluíram que é uma planta globalmente segura para as gestantes, podendo, inclusivamente, ser uma forma natural de combater as constipações e resfriados durante o período gestacional.

Assim, a grávida pode tomar chá de equinácea embora, como já é comum, seja recomendada alguma moderação neste consumo.

2. Quais os benefícios da equinácea na gravidez

Os benefícios do consumo da infusão de equinácea são diversos. Ainda assim, considerando as necessidades das gestantes, existem alguns aspetos que merecem ser enfatizados no que diz respeito a este chá.

A grávida pode tomar chá de equinácea, para começar, para impulsionar o seu metabolismo.

Segundo alguns estudos, este consumo pode ajudar na recuperação de pequenas gripes e constipações, levando a uma recuperação 58% mais célere.

Com um sistema imunitário mais forte, a gestante sobreviverá melhor aos dias frios, prevenindo doenças indesejadas e mantendo-se mais forte e saudável.

Além disso, a infusão de equinácea tem uma ação analgésica e anti-inflamatória, ajudando a aliviar diverso tipo de dores, entre as quais a dor de cabeça, as dores de estômago, as dores de dentes e as dores de garganta; ao mesmo tempo que contribui para a resolução de inflamações presentes no organismo da mulher grávida.

Por fim, este chá terá um efeito calmante ajudando na resolução e prevenção de distúrbios emocionais como a depressão ou a ansiedade.

Esta ação do chá de equinácea será também útil para a promoção de noites mais tranquilas e para a resolução de problemas de insónia.

3. Estudos sobre a equinácea na gravidez

Foram muitos os estudos realizados sobre esta planta para descobrir se a grávida pode tomar chá de equinácea e, na impossibilidade de relatarmos todos, deixamos alguns exemplos que julgamos bastante pertinentes.

Publicado pela Reuters Health e coordenado pelo toxicologista Michael Gallo, encontramos um estudo que reforça a segurança do consumo de equinácea pelas futuras mães.

Neste estudo canadiano, foram analisadas 412 grávidas, das quais 50% consumia a infusão de equinácea e 50% não o fazia.

Não foram encontradas diferenças significativas nem efeitos nocivos no decurso da gestação ou durante o parto.

Os estudos reportados pela Clínica Mayo dão também a entender que a grávida pode tomar chá de equinácea; ideia que se reforça num outro estudo, do ano 2000, publicado nos arquivos americanos da Archives of Internal Medicine.

Ainda assim, os investigadores e instituições são igualmente unânimes a garantir que o consumo deste tipo de infusão deve ser feito com cuidado e moderação, havendo ainda um número limitado de estudos realizados e muitos pontos por analisar.

Recomenda-se à gestante que, antes de avançar para o consumo do chá de equinácea, procure o aconselhamento do médico que acompanha a sua gravidez.

Tomou chá de equinácea durante a gravidez? Conhecia os benefícios desta infusão? Partilhe connosco a sua experiência pessoal.

Algumas fontes: avivaromm  livestrong  health-foundations  babycenter  boasaude vidasaudavel

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo