Grávida pode tomar groselha, terá benefícios?

Grávida pode tomar groselha

No que respeita a comidas e bebidas, a gravidez é, sem dúvida, o período da vida de uma mulher em que mais questões surgem. Uma questão comum é se a grávida pode tomar groselha e quais os eventuais benefícios que podem estar associados a este consumo.

Sabe se a grávida pode tomar groselha?

Venha com o Bebé a Bordo saber mais sobre esta questão.

A groselha é um fruto muito nutritivo e apreciado por muitas pessoas. Tratando-se de uma baga, geralmente em tons de vermelho, esta enquadra-se entre os frutos vermelhos e promete trazer muitas vantagens para a saúde da gestante.

Ainda assim, como é expectável, durante a gravidez, as mulheres procuram saber quais as melhores frutas para consumir e questionam, com particular ênfase, os frutos que nem sempre se incluem entre os mais frequentes na rotina alimentar, como é também o caso da melancia, do dióspiro (caqui) ou de alguns citrinos.

Embora seja muito apreciada, a groselha não é uma fruta muitas vezes integrada na alimentação quotidiana, principalmente em Portugal.

E, por isso mesmo, traz muitas questões e torna-se necessário olhar para ela e para as várias formas como esta é apresentada no mercado, para sabermos concretamente se a grávida pode tomar groselha, quais as vantagens deste consumo nas suas várias formas e quais os cuidados a ter ao comer ou beber os seus derivados.

Se quer saber mais sobre o consumo desta baga vermelha na gravidez e descobrir se a grávida pode tomar groselha, este artigo é ideal para si.

gestante pode consumir groselha


1. Os benefícios gerais da groselha

Quadruplicando a quantidade de vitamina C de uma laranja e a dose de potássio de uma banana média, a groselha apresenta-se como uma das frutas mais nutritivas e saudáveis.

Embora não se encontre entre os frutos mais fáceis de encontrar nos supermercados portugueses e não faça parte da rotina alimentar da maioria das famílias lusas, este fruto é já abraçado por muitas pessoas no Brasil e é, sem dúvida, um aliado para ter à mão quando se quer aproveitar os benefícios que esta traz à saúde.

Além dos nutrientes já referidos, a groselha é rica em ómega-3 e em antioxidantes, destacando-se a presença das antocianinas, que têm um efeito anti-inflamatório e ajudam a reduzir, também, o risco de artrites.

Entre os muitos benefícios desta baga encontra-se o combate às infeções bacterianas, a melhoria de problemas musculares (como as cãibras), a diminuição de dores ósseas ou a prevenção da diabetes.

Este fruto ajuda ainda a melhorar a aparência da pele, a prevenir problemas cardíacos e vasculares, a reduzir a sensação de náusea e a limpar o organismo e o sangue de toxinas nocivas para a saúde.

2. Grávida pode tomar groselha?

Na gravidez, a groselha fresca será, não só permitida, mas recomendada.

Considerando os desconfortos e problemas de saúde mais comuns na gestação, bem como a importância de uma alimentação equilibrada para minorar os seus riscos, é de reforçar o papel da groselha como aliada da gestante, por inúmeras razões.

A grávida pode tomar groselha, por exemplo, pela sua propriedade anti-iflamatória natural, retirando, desta, benefícios ao nível da redução do inchaço.

Esta baga irá minorar os efeitos da retenção de líquidos, acelerar o metabolismo da mulher grávida e limpá-lo de toxinas.

Além disso, tendo ferro na sua composição, este fruto será um aliado no combate e na prevenção da anemia gestacional e contribuirá para um transporte mais efetivo de oxigénio para o feto, ao melhorar globalmente o sistema sanguíneo.


Embora seja um facto que a grávida pode tomar groselha, o seu consumo deverá ser feito de uma forma consciente e moderada, com recurso às bagas frescas.

Estas poderão, por exemplo, constar de uma salada de frutas ou de uma sobremesa doce; ser adicionadas às saladas da gestante ou ainda ser transformadas em sumo.

A moderação torna-se importante devido ao teor de vitamina C que, quando ingerida em excesso pode ter efeitos nocivos para a saúde.

Além disso é um fruto bastante ácido podendo levar a desconfortos como a azia,  bastante comum nesta fase.

3. E os xaropes de groselha?

Embora o fruto fresco seja uma grande mais-valia para a saúde da gestante, a verdade é que, quando falamos em groselha, nem sempre é a baga vermelha que vem à nossa mente.

Nos espaços comerciais, mais comum do que o fruto no seu estado natural, são as garrafas de xarope de groselha, imensamente doces e apetitosas, que se utilizam, por norma, para fazer refrescos ou adicionar a outras bebidas.

Quando se diz que a grávida pode tomar groselha, este não é o formato que estamos a considerar. Na verdade, este tipo de produto, que se celebrizou pela sua doçura, pode ser bastante nocivo, já que se trata de um xarope artificial e cuja composição não carrega os benefícios da fruta que lhe dá o nome.

Por norma, nestes concentrados, encontrará apenas glucose de milho, açúcar, água e aroma artificial de groselha; não sendo esta a melhor escolha, principalmente durante os meses da gestação.

A recomendação para as gestantes é, portanto, que evitem este xarope, optando, em vez disso, pela nutritiva baga ao natural.

Consumiu groselha durante a gravidez? E o xarope de groselha? Não deixe de nos falar sobre a sua experiência pessoal e de nos dizer qual a sua opinião sobre esta temática.

Algumas fontes: cuidadossaude  momjunction  boldsky rowland98  rowland98

ARTIGOS REMOMENDADOS
ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo