Desenvolvimento do bebé até 12 meses, mês a mês

Desenvolvimento do bebé até 1 ano

A magia aconteceu: o parto já passou e tem, por fim, o seu filho nos braços. Agora começa a maior aventura da sua vida: acompanhá-lo ao longo do seu crescimento.

Vai notar, nos primeiros tempos da vida do seu filho, que ele parece evoluir a cada dia que passa. Durante este processo, é natural que tenha algumas dúvidas.

O desenvolvimento do bebé poderá suscitar algumas questões.

Embora cada bebé seja diferente do outro, a verdade é que o desenvolvimento infantil se dá por etapas e que, aos poucos, demorando mais ou menos tempo, todas as crianças irão evoluir em vários aspetos.

O desenvolvimento do bebé acontece em três variantes distintas: psicologicamente, neurologicamente e a nível motor.

Neste artigo, é sobre esta questão que, hoje, nos iremos debruçar, para compreender melhor como é que se dá o desenvolvimento da criança entre o nascimento e até completar primeiro ano de vida.

1. Do nascimento ao primeiro mês

Quando o bebé nasce, sofre um verdadeiro choque entre o mundo que conhecia – o do ventre da mãe – e aquele que o recebe.

Nesta nova realidade, conhece sensações que lhe eram estranhas: frio, calor, ruído, luz…

Tudo isto irá deixar o bebé num permanente estado de cansaço, que se manifestará num sono constante que durará entre 16 a 17 horas diárias e que será interrompido, por norma, a cada 3 horas para que possa alimentar-se.

Durante este primeiro mês, as respostas do bebé são reflexas e vão-se tornando mais controladas à medida que o cérebro se desenvolve.

À nascença, os sentidos mais apurados do bebé são o gosto e a audição.

A ligação do bebé à voz da mãe é um dos vínculos que começa antes mesmo do nascimento e que, neste primeiro mês, ajuda a estabelecer a ligação entre ambos.

2. Do 1º ao 2º mês

O desenvolvimento do bebé entre o 1º e o 2º mês de vida nota-se em alguns aspetos físicos.

Nesta fase a mãe irá notar que o bebé começa a sorrir e a ganhar peso. O bebé ainda não será capaz de segurar bem a cabeça, embora já haja uma tentativa de a erguer sozinho quando está deitado.

A visão está em fase de desenvolvimento e é natural que o bebé comece a acompanhar movimentos com o olhar ou que o fixe num determinado objeto, mais colorido ou brilhante.

O reconhecimento do cheiro e da voz da mãe acontecerá nesta fase, bem como o movimento corporal perante estímulos.

3. Do 2º ao 3º mês

Esta é a fase na qual o desenvolvimento do bebé se começa a notar mais ao nível da sua mobilidade. O bebé começa a brincar com as mãos e tenta alcançar objetos. O seu sono ainda dura de 14 a 17 horas por dia.

Durante esta fase, o bebé começa a tentar erguer a cabeça quando está deitado com a barriguinha para baixo, agarra os dedos dos pais e mostra interesse nos sons. Começa, também, a gargantear.

4. Do 3º ao 4º mês

Neste 3º mês de vida, o bebé começa a controlar melhor os seus movimentos e já consegue rolar. É bastante importante que os pais incentivem este ato, já que ajudará ao desenvolvimento da coordenação motora.

Nesta fase, a noção de simetria é desenvolvida e o bebé começa a conseguir promover o encontro entre ambas as mãos e pés.

Além disto, começa a vocalizar e a reagir melhor perante os estímulos, entusiasmando-se perante a voz das pessoas de quem mais gosta.

5. Do 4º ao 5º mês

No desenvolvimento do bebé, o 4º mês é de extrema importância. Por esta altura a definição da cor dos olhos do bebé já será mais clara e o desenvolvimento motor evolui bastante.

Durante este mês o bebé começará, provavelmente, a empurrar o corpo com os braços e começa a brincar com as mãos.

A sua capacidade comunicativa aumenta e ele interage através do riso, do choro, dos gestos e das vocalizações. Nesta fase, o bebé já reconhece a mãe e distrai-se sozinho com os seus jogos.

6. Do 5º ao 6º mês

Nesta fase, o bebé começará a aguentar-se sentado sozinho e começa a descobrir novas formas de interagir com os brinquedos.

Mais ativo, o bebé irá começar a desejar mais e mais a presença dos pais e terá uma grande ligação aos objetos que pode manusear, principalmente se forem coloridos.

Entre as suas atividades favoritas está agora brincar, seja com objetos ou com o próprio corpo.

7. Do 6º ao 7º mês

Nesta fase do desenvolvimento do bebé, ele estará, provavelmente, a ser apresentado a outros alimentos além do leite, o que faz com que o próprio sistema digestivo comece a desenvolver-se.

Já tem bastante controlo sobre todo o seu corpo e prepara-se para, em breve, começar a dar os primeiros passos.

À medida que a ligação aos familiares é reforçada, a desconfiança da criança perante estranhos aumenta. Neste mês o bebé começa a reagir ao seu nome.

8. Do 7º ao 8º mês

Pelo 7º mês, o bebé é capaz de se manter bastante tempo sentado sozinho e começa a gatinhar. O facto de conseguir deslocar-se, gatinhando, dá um impulso de confiança à criança.

Começa um novo ímpeto de descoberta, que obrigará os pais a tornar a casa mais segura para o bebé.

Nesta fase, o bebé mostra claramente as suas preferências alimentares, emite sons e explora os objetos ao seu alcance. Começa, ainda, a ganhar a tendência para morder os objetos que manuseia.

9. Do 8º ao 9º mês

O 8º mês é um mês de curiosidade. O bebé mostra interesse em tudo o que o rodeia, devido à visão que se torna, agora, bastante mais nítida.

A interação com o mundo em redor torna-se maior e o bebé começa a pronunciar as primeiras sílabas.

Nesta fase, o bebé tem tendência para levar tudo à boca, razão pela qual os pais necessitam de ter cuidado com objetos mais pequenos.

10. Do 9º ao 10º mês

Nesta fase de desenvolvimento, existe um notório aumento na autonomia da criança. A sua coordenação aumenta e já existe a tentativa de dar apoio à mãe no momento da refeição.

Os bebés de 9 meses costumam gostar muito de gatinhar e deslocam-se para todo o lado desta forma, mostrando já a intenção de se levantarem para andar.

Tentam agarrar tudo o que está à mão e não têm, ainda, desenvolvido o sentido de perigo, razão pela qual os pais têm de ter um cuidado redobrado com toalhas de mesa, fichas elétricas e esquinas de móveis.

O bebé estará, agora, muito perto de dizer a sua primeira palavra.

11. Do 10º ao 11º mês

Por esta altura, o bebé dormirá entre 11 e 15 horas diárias e já mostrará interesse pela alimentação dos adultos.

As suas emoções estarão mais intensas, bem como a capacidade de mostrar afeto às pessoas de que mais gosta.

Os bebés de 10 meses costumam imitar o que veem em redor e são já capazes de entender o “não” ou de obedecer a ordens mais simples.

Já baterá palmas e dirá adeus, recorrendo às mãos. Começa, ainda, a levar a comida à boca sem ajuda.

12. Do 11º ao 12º mês

Esta é a fase na qual o bebé começa a compreender as rotinas e as regras. Além disto, a expressão das suas emoções começa a ser mais fácil de interpretar por parte dos pais.

Tendendo a focar-se nos pais, o bebé tentará imitar sons, movimentos e palavras. Nesta fase, alguns bebés começam a dar os seus primeiros passos, com a ajuda dos pais ou segurando-se a móveis.

Não têm, no entanto, a capacidade de se aguentarem em pé sozinhos durante mais do que alguns instantes.

Nesta fase, o bebé já tentará ajudar a mãe a vesti-lo, estendendo as mãos e os pés.

13. O 12º mês

Nesta fase do desenvolvimento do bebé, ele quer andar para explorar mais o mundo, embora as suas tentativas nem sempre surtam resultados.

A comunicação com as pessoas em redor torna-se mais frequente e a separação da mãe causa desconforto, que expressa através do choro.

Os sons serão muito importantes nesta fase, sendo que todos os objetos musicais irão chamar a atenção da criança.

Embora estas sejam as caraterísticas mais comuns no desenvolvimento do bebé, mês a mês, é necessário que tenha em conta que algumas crianças são mais precoces em alguns aspetos e menos noutros.

Não se assuste se o seu bebé não der todos os passos indicados na altura referida.

Como viveu o desenvolvimento do seu filho no primeiro mês de vida? Há algum momento particular que recorde com carinho? Conte-nos tudo!

Comente este artigo