Quando começa o bebé a andar?

Quando começa o bebé a andar

Ser mãe é uma experiência única e que nos leva até alguns dos momentos mais emocionantes da vida.

Não existe alegria igual à de ver um filho crescer e desenvolver-se, acompanhando cada pequena vitória.

A primeira sopa, o primeiro dente, a primeira palavra, o primeiro passo… o mundo é feito de “primeiros” a partir do nascimento da criança e estar lá, assistindo a estes marcos, é uma honra que todas as mamãs querem ter.

No seio deste mundo de novidades, a maternidade é um espaço de muito amor… mas também de muitas questões.

Por norma, todas as mamãs – principalmente as que o são pela primeira vez – querem saber se o seu pequeno rebento está a acompanhar os marcos do desenvolvimento no tempo certo, o que gera perguntas diversas, que exemplificamos com o fatídico: “quando começa o bebé a andar?”

Hoje, é esta a pergunta que nos leva ao mundo do desenvolvimento do bebé ao longo dos primeiros anos de vida, para acompanharmos, consigo, estes primeiros passos.

Acompanhe-nos para saber quando começa o bebé a andar.

1. Nota prévia sobre quando começa o bebé a andar

Antes de nos debruçarmos sobre esta questão, julgamos que é de extrema importância que saiba o seguinte: os dados estatísticos que ditam os marcos do desenvolvimento dos bebés tratam-se de médias e, como tal, não são regras fixas.

No caso da temática que agora exploramos, poderíamos dizer que o bebé a andar é algo a que assistirá entre os 9 e os 12 meses de idade.

No entanto, se o seu filho já passou esta idade e ainda não anda, isto não significa que deva preocupar-se.

Para muitas crianças, este é um momento que acontece aos 14, 15 ou 16 meses, havendo inclusivamente bebés para os quais acontece mais tarde.

Não vale a pena cair no erro da comparação.

Cada criança é um indivíduo e cada um viverá a sua própria evolução de forma diferente e ao seu tempo.

Desta forma, não deve preocupar-se no caso de os dados apresentados não se coadunarem com a realidade que experiencia com o seu filho.

2. Fase a fase

O desenvolvimento do bebé passa por diversas fases antes que possa ver o bebé a andar.

Podemos dizer que, a nível motor, esta é uma história que vai ganhando a sua força à medida que evolui a coordenação da criança e a força dos seus músculos.

Assim, os pequenos momentos tratam-se de grandes expressões evolutivas: o bebé começará por estar sentado, depois por se virar e gatinhar pela casa.

Com 5 meses, esta história começará, provavelmente, nos pequenos pulos que o bebé dará no seu colo, contribuindo, desta forma para reforçar o desenvolvimento nos músculos das pernas.

Pelos 8, neste quadro, será provável que a criança já se tente levantar, agarrada a algo; avançando depois para a tentativa dos primeiros passos com apoio ou para o equilíbrio, em pé, sem ajuda.

E, assim, aos bocadinhos, ele estará a preparar-se para uma nova etapa: a dos primeiros passos.

3. O primeiro passo

Como referimos, o primeiro passo não acontecerá para todas as crianças com a mesma idade.

Algumas crianças são mais precoces do que outras no andar e a demora na entrada nesta fase não significa que exista algum problema com o seu filho.

Ainda assim, é por volta dos 11 ou 12 meses que a maioria das crianças começa a dar os primeiros passos a solo, de forma meio desajeitada e quase sempre nas pontinhas dos pés e com estes virados para fora.

A estatística revela que, para 75% das crianças de 13 meses, andar sem ajuda já é possível, embora ainda existam, nesta fase, algumas dificuldades ao nível do equilíbrio.

4. Estimular o bebé

O papel dos papás para ver o bebé a andar mais depressa poderá surtir efeitos (embora deva considerar que a criança tomará o seu tempo a fazê-lo).

Estimular a criança na locomoção independente pode ser útil para a ajudar a criar a segurança necessária para se aventurar nos primeiros passos.

Neste sentido, poderá colocar-se em frente à criança, estendendo as mãos para que ele tente alcançá-la ou usar brinquedos estáveis e adequados, nos quais a criança possa apoiar-se.

Os andarilhos, por outro lado, costumam ser desaconselhados para ajudar o bebé a andar, já que este podem tornar-se perigosos perante os obstáculos da casa e se relacionam com o mau posicionamento das perninhas e pezinhos do bebé no chão.

Começar a andar é, de facto, algo maravilhoso. Todos os papás e mamãs quererão estar lá, de máquina de filmar em punho, para eternizar esse momento.

Tenha paciência e recorde-se que existe a possibilidade de que o seu filho demore um pouco mais ou menos do que o previsto.

Ainda assim, se achar que o atraso nesta fase de desenvolvimento está a ser maior do que o natural ou notar algum outro tipo de atraso no desenvolvimento, não hesite em consultar um especialista.

O médico será a pessoa ideal para esclarecer as suas dúvidas e acautelar os seus medos.

Com que idade começou o seu bebé a andar? Conte-nos como viveu este momento.

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo