Como são feitos os biberões

Biberões para dar ao seu bebé

Alimentar o bebé faz com que surja, no universo das mães e dos pais, muitas questões novas e que, anteriormente, nunca tinham sido colocadas.

Claro que muitas mamãs optam por dar peito, devido às inúmeras vantagens do aleitamento. Ainda assim, a amamentação natural nem sempre é a forma escolhida para alimentar o bebé.

Seja porque a criança recusou o peito, porque o leite da mamã não é suficiente ou simplesmente porque a mãe optou por não dar peito ao bebé, os biberões acabam por entrar no universo familiar.

Conhecer bem esta ferramenta é essencial para que saiba tudo sobre as formas de alimentar a criança. É importante que conheça os melhores materiais, a forma de desinfeção ou como são feitos os biberões para dar ao seu bebé.

1. Biberões: uma ferramenta cuidada

A importância que os biberons e chupetas têm é tanto que, antes de chegarem à casa dos papás, estas ferramentas passam por um elaborado processo de criação e estruturação, onde todos os materiais utilizados são revistos, para garantir que não seja usado nenhum elemento que possa ser potencialmente perigoso para o seu filho.

Recentemente, por exemplo, a utilização de bisfenol.

A foi proibida no fabrico dos biberões ou mamadeiras feitos em plástico. Esta proibição, como tantas antes dela, visa proteger a saúde da criança.

Estas medidas preventivas têm por base o estudo dos elementos tóxicos e visam retirar do mercado todos os elementos potencialmente perigosos, para garantir a segurança da criança.

2. O biberão e o aleitamento artificial

Quando a mamã deixa o peito e passa a dar biberão, encontra um mundo novo de questões.

O aleitamento artificial – com recurso às mamadeiras – é feito com recurso aos preparados de leite artificial.

Este tipo de leite é feito a partir do leite de vaca mas adaptado para que corresponda às necessidades fisiológicas do bebé consoante a sua idade.

Iniciar este tipo de aleitamento exigirá à mamã que tenha alguns cuidados. Para começar, ao fazer o biberão, a mamã deverá garantir que este está esterilizado.

Embora alguns especialistas indiquem que a lavagem do mesmo com água quente é suficiente, são muitas as mamãs que preferem ferver as componentes do biberão para garantir que estão nem limpos.

Além da desinfeção do biberão, a mamã deverá também lavar as mãos antes de preparar o leite ao bebé, para que todos os resíduos e impurezas sejam removidos.

3. A água para o biberão

Uma das mais pertinentes questões das mamãs tem a ver com a preparação da fórmula.

Por norma, as indicações para esta preparação, pedem que a água esteja quente. No caso de utilizar água mineral engarrafada, poderá aquecer apenas até ao ponto necessário para que fique boa para a criança.

Ainda assim, se usar água da rede (água da torneira), a recomendação é para que a ferva em primeiro lugar, para garantir a saúde do bebé.

4. Fazer o biberão passo a passo

Como sabemos que nem sempre é instintivo e imediato, propomos uma forma simples e rápida de fazer os biberões do bebé.

Comece por lavar as mãos e ir buscar o biberão (previamente lavado e esterilizado).

Depois, coloque água a ferver (ou a aquecer, caso seja água engarrafada).

Se a água estiver muito quente, deverá, depois, esperar que esta fique mais morna antes e a deitar para dentro do biberão, na quantidade indicada pelo pediatra.

Sem pressionar o pó da fórmula, deverá depois encher a medida que vem juntamente com o preparado, removendo o excesso, até que fique raso e juntar este preparado à água que colocou no biberão, fechando-o de seguida.

Para dissolver o pó na água, deve fazer movimentos rotativos com a mamadeira até obter um líquido homogéneo.

Nesta fase, deverá evitar agitar o biberão.

Caso necessite de aquecer o biberão, nesta fase, deve fazê-lo em banho-maria. Relembre, no entanto, que a temperatura ideal do leite para o bebé será morno e não quente.

Tinha alguma outra técnica para fazer o biberão do seu filho? Não deixe de a partilhar connosco!

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo