Chá vermelho na gravidez: é seguro ou oferece riscos?

O chá vermelho na gravidez levanta inúmeras questões. Tratando-se de um chá com cafeína na sua composição, as futuras mamãs não sabem se este consumo oferece riscos ou se é seguro.

Se também tem esta dúvida, venha esclarecê-la com o Bebé a Bordo. Fique a saber se o chá vermelho na gravidez é seguro ou se há algum risco associado ao seu consumo. 

Os chás para a gestante e os chás para bebés levantam sempre muitas questões no que diz respeito à segurança. A verdade é que nem todas as ervas são seguras para as mulheres grávidas e para a primeira infância, havendo componentes e propriedades que podem apresentar efeitos adversos e perigosos. 

A consciência quanto aos malefícios e efeitos secundários de algumas ervas é, por isso, o que faz as mães questionar o papel e a segurança de alguns chás. Saber se a grávida pode beber chá de rooibos ou se o chá de menta é seguro na gestação é muito importante para estas mulheres. 

Enquanto que algumas infusões podem ajudar a melhorar os desconfortos mais comuns na gravidez, outros podem ter efeitos nocivos e levar, até, a situações como o aborto espontâneo. 

Rico em cafeína, o Pu-erh é um destes chás. Embora os benefícios do chá vermelho sejam muitos, a verdade é que existem dúvidas sobre se este pode ou não fazer parte da dieta da gestante. 

Se também quer saber se o chá vermelho na gravidez é seguro ou oferece algum risco, este é o artigo certo para si. 

Chá vermelho na gravidez

1. O que é o chá vermelho?

O chá vermelho, também conhecido como Pu-erh, é o único chá que passa por um processo de fermentação. Proveniente da China, este é considerado um chá medicinal e carateriza-se, justamente, pelo processo de maturação e fermentação das folhas após as colheitas. 

Descrito como um chá pós-fermentado, este ganhou o seu nome devido à provincia cantonesa da qual provém (Pu’er). 

A atuação dos fungos e bactérias sobre as folhas deste chá, durante o processo de fermentação, alteram a sua composição química e fazem com que o seu sabor seja distinto dos demais chás que conhecemos. (1

Quais as propriedades do chá vermelho?

Entre as várias propriedades do chá vermelho, são particularmente aclamadas as seguintes: (2

– Propriedade adelgaçante; 
– Propriedade digestiva; 
– Propriedade desintoxicante; 
– Propriedade diurética; 
– Propriedade antioxidante; 
– Propriedade antidepressiva; 
– Propriedade depurativa. 

2. O chá vermelho na gravidez é seguro ou oferece riscos?

Usualmente, o chá vermelho é muito recomendado, não sendo usual que ofereça quaisquer riscos. Ainda assim, este chá é rico em cafeína e, por isso, é usualmente recomendada cautela no seu consumo por parte de pessoas que sofram de hipertensão arterial, que estejam grávidas ou que se encontrem a amamentar. 

Mesmo que a restante composição do chá não ofereça riscos para o bebé ou para a mãe, o facto de o processo de amadurecimento deste chá eleva o seu teor de cafeína, o que faz com que, se consumido em grandes quantidades, este chá possa tornar-se perigoso para a gestação. (3

Os estudos realizados em torno do consumo de cafeína na gestação indicam que esta pode gerar situações como a indução precoce do trabalho de parto, o aborto espontâneo e ainda baixo peso do bebé no nascimento ou malformações congénitas.

Assim, o chá vermelho na gravidez deverá ser consumido com cautela e moderação. É ainda de evitar o consumo deste chá a par com o consumo de toranja, já que este fruto pode aumentar mais os índices de cafeína absorvidos pela mamã. 

A gestante pode beber chá vermelho?

A gestante não terá de cortar totalmente o consumo de chá vermelho mas, como referimos, a presença da cafeína neste chá faz com que a moderação seja prioritária. 

Durante a gravidez, se a futura mamã está habituada a consumir chá vermelho, é recomendável que a dosagem habitual do chá seja reduzida. 

Em pequenas quantidades, no entanto, estes chá poderá ajudar a gestante, promovendo o alívio de sintomas como a azia, a obstipação na gravidez e as náuseas . 

Em dosagens regradas, a gestante poderá aproveitar os benefícios deste chá sem sofrer as suas reações adversas. 

3. Como é feita a preparação do chá vermelho?

Para preparar 1 litro desta infusão, deve utilizar o equivalente a 10 gramas de folhas de chá vermelho. 

O chá vermelho deve ser preparado com a água quente (ainda não fervente). Para tal, deve aguardar que se vejam as primeiras bolhas no fundo do bule (ou medir a temperatura até esta atingir os 88º). A esta temperatura a água estará no ponto ideal para garantir a conservação de toras as propriedades do chá. (4

Desligue o fogo e coloque a erva na água, deixando-a abafar durante 3 ou 4 minutos. 
Usualmente, se o tempo de infusão for maior, o chá tenderá a ganhar um travo amargo. 

Bebeu chá vermelho durante a gravidez? Notou algum efeito nocivo? E positivo? Conte a sua experiência às restantes mamãs do Bebé a Bordo. 

Poderá ter interesse também em:

Grávida pode comer hortelã, e tomar chá de hortelã?

ARTIGOS REMOMENDADOS
ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo