Guia da proteção solar infantil

Com o calor , as preocupações com o sol começam. Garantir que protegemos os nossos bebés e crianças da radiação solar, é fundamental para evitar problemas momentâneos (como queimaduras solares) ou futuros (como o envelhecimento precoce da pele ou doenças cancerígenas).

Os perigos do sol tornam fundamental que os cuidadores de crianças conheçam de cor o guia da proteção solar infantil, para poderem garantir o melhor cuidado da pele dos seus filhos. Por isso, hoje, respondemos às questões mais comuns sobre a proteção solar infantil.

Areia da praia e a criança: quais os cuidados a ter

1. A partir de que idade pode o meu filho usar protetor solar?
É recomendado que a criança não utilize este tipo de produto até aos seis meses de idade. A partir dos 6 meses, o seu uso será mais seguro.

2. Existem alternativas para crianças mais pequenas estarem protegidas do sol?
Sim! Além de existirem no mercado protetores especialmente criados para serem aplicados nos bebés mais pequenos – apesar das opiniões especializadas não o recomendarem – pode ainda tentar manter o seu bebé menor de 6 meses na sombra durante a praia, evitando as horas de maior calor e mantendo-o vestido e com um chapéu.
Nota: Caso decida usar um protetor no seu bebé com menos de 6 meses, garanta que este não é de filtro químico

3. Com posso saber qual o índice de proteção de um solar?
A proteção solar de um creme protetor é vista através do Fator de Proteção Solar, identificado como SPF. Quanto mais elevado for o SPF, melhor será a proteção.
Os protetores solares do mercado variam entre o SPF 6 e o SPF 50+.

criança foi picada por um peixe-aranha

4. Qual o SPF que devo escolher para o meu filho?
Escolha sempre um protetor adaptado à pele do seu filho. Peles mais claras necessitam de proteção mais elevada. Os protetores da criança devem sempre ser superiores a SPF 30.

5. Existe mais algum tipo de diferença entre os protetores solares do mercado?
Sim. Existem protetores solares de filtro físico e protetores solares de filtro químico. Os protetores solares de filtro químico penetram a pele, sendo compostos por pequenas moléculas. Já os protetores solares de filtro físico agem como uma barreira no topo da pele, sendo as moléculas grandes demais para penetrarem a mesma.

Como escolher o melhor protetor solar para o seu filho

6. Qual é o protetor mais adequado para a proteção solar infantil?
Os protetores de filtro físico deixam a pele branca, fazendo uma camada de barreira sobre a mesma e são mais adequados do que os protetores de filtro químico.
Procure escolher um protetor de filtro físico, à prova de água, com uma fórmula que tenha sido dermatologicamnete testada, que seja hipoalergénica e que seja livre de álcool e de parabenos.
Se o seu filho tiver uma pele reativa, muito clarinha ou atópica, poderá precisar de proteção específica, para se adaptar a estas caraterísticas.

7. Que outras ações de proteção devo ter para proteger o meu filho?
Evite levar a criança à praia nas horas de maior radiação (entre as 12h e as 16h) e, sempre que possível, garanta que ela usa uma camisola e um boné.
Aplique o protetor solar 30 minutos antes da exposição solar e faça novas aplicações a cada duas horas.

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo