Copo de transição a partir de quantos meses

À medida que o bebé se desenvolve, novos elementos passam a integrar a sua rotina. O copo de transição poderá ser um dos objetos ideais para promover a autonomia da criança. Sabe quando deve introduzir o copo de transição? E sabe qual a melhor opção a escolher?

Venha descobrir com o Bebé a Bordo.

Ainda ontem estava grávida e, de repente, quando dá por si, o seu bebé já está a passar a fase do biberão e, em breve, estará a beber a partir de um copo igual ao seu. Eles crescem depressa!

Neste desenvolvimento, como saberá, é importante que aposte na nutrição e hidratação da criança, principalmente durante os meses de verão e se o bebé sofrer de alergia ao calor.

Saber a quantidade de água que o bebé deve beber vai ser muito importante e, da mesma forma, saber como lhe dar esta água também o é.

À medida que cresce, o bebé deverá ser estimulado para que comece a beber por si mesmo, sem que exista a necessidade de lhe ser dado o biberão.

É natural, inclusivamente, que a tendência para imitar os adultos significativos, faça com que a criança se lance na procura pelos copos.

Entre o biberão e o copo, no entanto, existe uma adaptação a ser feita e é por isso mesmo que existem os copos de transição. Sabe o que é um copo de transição? E sabe quando deve começar a usá-lo?

Se quer saber a resposta às principais questões sobre este tipo de copo, o artigo que se segue é mesmo para si!

1. O que é o copo de transição? copo de aprendizagem

Um copo de transição pode ser descrito como um instrumento entre um biberão e um copo e que serve, justamente, para ajudar a criança a fazer a passagem do primeiro para o segundo objeto, de forma segura e controlada.


Estes copos ajudam a estimular a independência da criança, permitindo que esta segure o copo infantil por si só e começando, assim, a habituar-se a beber sozinha.

2. Que tipos de copo de transição se encontram no mercado?

Embora os copos de transição tenham caraterísticas que os tornam bastante similares, existem, atualmente, copos com caraterísticas específicas, sendo que alguns produtos aglomeram, em si, mais do que uma destas componentes.

Assim, poderá optar por:

– Copo antivazamento – estes são copos pensados para evitar situações de derrame. Permitem que a criança inicie a transição para o copo, com a garantia de que, no processo, não virará acidentalmente o conteúdo do copo sobre si mesma.

– Copo com alça – a alça do copo ajuda a criança a habituar-se a beber sozinha, já que permite que esta segure o copo com maior facilidade.

– Copo com bico de silicone – o bico de silicone, sendo mais macio, permitirá uma primeira passagem do biberão para o copo. É ideal para os bebés mais pequenos na fase de transição.

– Copo com bico rígido – os copos com bico rígido podem ser usados por crianças mais velhas, sendo também um apoio à transição do biberão para o copo. Este tipo de copo é indicado quando a criança já está habituada aos copos infantis de bico de silicone.

3. Um copo de transição é a mesma coisa que um copo de aprendizagem? 

Sim! Ao copo de transição chama-se, também, com frequência “copo de aprendizagem”, “copo de treinamento”, “copo infantil” ou “copo de bebé”.

Embora se designe por nomes diferentes, o produto mencionado é, de facto, o mesmo, sendo que todos estes copos servem o mesmo propósito: o de ajudar o bebé a começar a beber de forma independente, auxiliando a passagem do biberão para o copo.

Quais as vantagens deste tipo de copo? 

Apesar de se questionar bastante o uso do copo infantil, a verdade é que, ao longo dos anos, estudos têm vindo a revelar que o copo de transição tem inúmeros benefícios para o bebé.


Entre as principais vantagens do recurso ao copo de transição destacam-se os seguintes: Copo de transição

– Promoção da independência da criança;
– Apoio ao desenvolvimento motor e cognitivo;
– Prevenção de problemas dentários;
– Promoção de novos hábitos e rotinas;
– Criação de uma sensação de confiança e autonomia.

4. Copo de transição: a partir de quantos meses? 

A introdução do copo de transição pode ser feita quando a criança estiver preparada.

Por norma, as crianças sentem-se fascinadas por verem os adultos beber de copos e tendem a querer imitá-los. Pode introduzir o copo de transição quando o bebé atingir os 6 meses de idade.

Quando o bebé não parece interessado em fazer a passagem do biberão para o copo de transição, esta mudança pode ser retardada. Ainda assim, os especialistas de saúde dentária e a própria Associação Dental Americana aconselham que a passagem seja feita até o bebé completar 1 ano de idade.

5. Como escolher o melhor copo infantil? copo de aprendizagem

Não faltam, no mercado atual, copos de transição para o bebé e escolher entre estes poderá não parecer tarefa simples.

A nossa recomendação é que procure copos que tenham um bocal macio, permitam que a criança segure com facilidade a(s) sua(s) alça(s) e sejam à prova de derrame.

Com estas caraterísticas, o copo infantil do seu filho irá, certamente, ajudá-lo na transição entre o biberão e o copo.

O seu filho usa ou usou um copo de transição? Como foi a passagem do biberão para o copo infantil? Conte a sua experiência às restantes mamãs do Bebé a Bordo.

 

Algumas fontes: babycenter whattoexpect  verywellfamily  amamentareh  roteirokids  brasil.babycenter comunidadeams

ARTIGOS REMOMENDADOS
ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo