7 vantagens de uma chupeta ortodôntica face a uma chucha normal

Vantagens de uma chupeta ortodôntica face a uma chucha normal

O uso de chupetas pelos bebés é altamente controverso e, ao longo dos tempos, a procura por alternativas tem sido feita. A chupeta ortodôntica enquadra-se neste leque. Conhece as vantagens da chupeta ortodôntica face a uma chucha normal?

Está na hora de descobrir com o Bebé a Bordo.

Ceder ou não uma chupeta ao seu filho é uma dúvida que muitos pais têm.

Ainda assim, a verdade é que o acto de sucção é inerente ao bebé e começa antes mesmo de este nascer, pelo que a cedência de uma chupeta pode ser essencial, principalmente se a escolha for entre deixar o seu pequeno chuchar no dedo ou usar chupeta.

O reflexo da sucção nos bebés está diretamente relacionado com o seu sentido de sobrevivência, já que a criança precisa de o fazer para se alimentar. Este acto está, por isso, associado à saciedade e ao conforto.

Os danos provocados pelo uso de chuchas, no entanto, tem preocupado a comunidade clínica e científica e, por isso mesmo, o próprio mercado tentou ouvir os especialistas ortodônticos para criar produtos mais adequados e menos nocivos, que cumpram, também, a necessidade do bebé.

Segundo estudos realizados, as crianças que utilizam chupeta apresentam mais problemas dentários, recessão gengival e problemas no arco dentário.

Os estudos indicam, ainda, que estes problemas se agravam com o tempo, sendo que quanto mais extenso o uso deste tipo de produto, maiores as alterações nocivas para a criança.

Desta forma, recomenda-se aos pais que aprendam quando e como tirar a chupeta ao bebé, para evitar que os seus filhos mantenham este hábito até muito tarde.

No que diz respeito à chupeta ortodôntica, a verdade é que, embora também provoque alterações na musculatura facial e nos arcos dentários, esta poderá ser menos nociva para a criança.

Se quer saber quais as vantagens do uso de uma chucha ortodôntica, este artigo é mesmo para si.

1. Chupeta ortodôntica: testadas por especialistas

Uma das vantagens da chucha ortodôntica, é que o seu formato, os seus materiais e o seu tamanho foram testados por odontopediatras.

Desta forma, os modelos existentes de chupetas ortodônticas adequam-se às várias fases da vida da criança, sempre com a preocupação de evitar danos futuros na dentição.

2. Há vários modelos de chupeta ortodôntica

Embora alguns dos seus traços se mantenham inalterados, existem variantes do produto consoante a marca e a idade do bebé.

Assim, os pais poderão escolher uma chupeta ortodôntica para recém-nascido ou optar por um modelo para um bebé mais crescido.

Existem ainda produtos com materiais distintos, entre os quais se destacam a borracha e o silicone.

3. Preocupação com as bactérias

Contrariamente a alguns dos modelos das chuchas convencionais, como as de latex, a chupeta ortodôntica de silicone oferece uma proteção extra.

Isto acontece porque este tipo de produto evita a retenção de bactérias com maior eficácia, protegendo o seu filho e evitando eventuais doenças bacterianas.

4. Chupeta ortodôntica: formato adequado

O formato da chucha ortodôntica tem, por norma, uma base de tetina mais fina e achatada do que a das chupetas tradicionais.

Este formato assemelha-se ao formato do mamilo materno na boca do bebé e é o aspeto que promove, em parte, a prevenção de danos no arco dentário da criança.

Assim, este tipo de chupeta irá deformar menos os dentinhos da criança do que as chuchas tradicionais.

5. Redução da pressão

Também derivado do seu formato, a chucha ortodôntica faz com que exista uma redução no impacto sobre a língua e os dentes do bebé.

Assim, a chupeta ortodôntica reduz significativamente a pressão sobre a mandíbula da criança.

Isto leva a uma melhoria na colocação da língua do bebé e reduz a probabilidade de problemas dentários futuros.

6. Redução dos riscos de mordida cruzada, aberta e posterior

Uma vez que este modelo possui um canal de ar sem sucção, a chupeta ortodôntica minora os riscos de problemas conhecidos como a mordida cruzada, a mordida aberta e a mordida posterior. Isto deve-se, também, à redução da pressão sobre o palato.

7. Chucha ortodôntica: menor perigo para a dentição

A maior vantagem da chupeta ortodôntica sobre a chupeta normal – e que deriva, em parte, de todos os pontos considerados – é a forma como, na comparação, esta preserva melhor a dentição da criança.

Embora seja inegável que qualquer chupeta pode provocar danos à criança, a chucha ortodôntica é menos prejudicial para a mandíbula, para o palato e para o desenvolvimento da dentição do bebé.

Qual foi o tipo de chucha que usou? Prefere a chupeta ortodôntica ou a chupeta normal? Conte a sua experiência às restantes mamãs do Bebé a Bordo.

Algumas fontes: visao.sapo  conversascombarriguinhas  sorrisologia  momjunction  dw  ncbi.nlm.nih
aafp

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo