Brinquedos infantis, é a brincar que se aprende

Brinquedos infantis, brincar não é apenas uma forma de divertimento para a criança.

Sabe-se hoje que, na verdade, esta é uma forma muito importante no desenvolvimento dos bebés e das crianças.

É no encontro com os primeiros brinquedos infantis que a criança começa a aplicar a sua energia e a estimular as suas capacidades, partindo para a aprendizagem e reforço de uma série de novas aptidões.

Brinquedos infantis, é a brincar que se aprende

Brinquedos infantis, explorar o mundo

Competências físicas, cognitivas, psicológicas, sensoriais e mesmo traços de conduta e personalidade são apenas alguns dos traços influenciados na relação estabelecida entre a criança e os brinquedos infantis.

É no encontro com estes elementos que o bebé começa a interagir e explorar o mundo que o rodeia e a desenvolver uma compreensão sobre as suas emoções e os ambientes nos quais se insere.

Brinquedos infantis, um mundo de novidades

É sabido que, desde o seu nascimento, as crianças demonstram uma grande curiosidade relativamente a todas as novidades do mundo.

É por isso que se torna importante fornecer ao bebé, desde cedo, elementos que o orientem no sentido de apreender o mundo e de desenvolver as capacidades necessárias para poder entendê-lo e integrá-lo da melhor forma possível.

Este processo não passará apenas pelo uso de brinquedos pedagogicos mas, apesar disso, o seu uso terá um papel fundamental enquanto ferramenta de apoio ao crescimento saudável das crianças.

Esta é uma das principais razões pelas quais os pais e educadores devem escolher com particular cautela os primeiros brinquedos com os quais estas terão contacto e garantir que os brinquedos educativos são adequados à idade e às necessidades particulares de cada criança.

Brinquedos infantis, desenvolvimento cognitivo

Tratando-se de importantes peças do desenvolvimento motor e cognitivo, os brinquedos pedagogicos são verdadeiros auxiliares educativos que irão contribuir para a obtenção de competências emocionais, sociais, intelectuais, criativas e de autonomia para a criança.

Brincar é, assim, o processo pelo qual a criança aprende a viver no mundo onde nasceu e os brinquedos são os mecanismos fundamentais pelos quais ela aprende a retirar sentido do mundo exterior.

A ausência ou a escolha incorreta deste tipo de ferramenta poderá resultar em danos permanentes para o indivíduo, podendo levá-lo a sofrer de distúrbios comportamentais ou sociais.

Existem, no mercado, diversos tipos de brinquedos

Desde brinquedos para a caminha e para o banho (onde se estimulam os sentidos da criança); passando pelos cavalgáveis, triciclos e andarilhos (que promovem o desenvolvimento das capacidades motoras); pelas construções e puzzles e brinquedos eletrónicos (que estimulam o raciocínio lógico e a mente matemática); pelos centros de atividade e ginásios (orientados para o desenvolvimento físico e cognitivo da criança) ou simplesmente os bonecos e peluches (que, desde o nascimento, transmitem a sensação de serenidade e proteção ao recém-nascido).

Estes brinquedos educativos têm diversas cores, músicas e texturas, que visam adequar-se às caraterísticas de cada criança e às faixas etárias às quais os brinquedos se dirigem.

Estes brinquedos didáticos estão disponíveis, sendo que devem ser escolhidos tendo em consideração a idade e as caraterísticas de cada criança.

Por exemplo: do nascimento até aos 2 anos é recomendado o uso de objetos coloridos e que reproduzam sons quando manipulados, para ajudar a desenvolver a perceção sensorial visual e auditiva; a partir dos 2 anos, a inserção de objetos ou miniaturas de elementos da vida quotidiana será uma boa forma de ajudar a criar noções de equilíbrio e espaço, ajudando ainda ao desenvolvimento de capacidades sociais; numa fase mais tardia, a inserção de jogos de lógica (que irão ficar mais complexos à medida que a criança cresce) serão uma excelente forma de ajudar os mais novos a desenvolver uma capacidade aguçada de raciocínio.

Sendo um aliado na construção da personalidade e das competências da criança, o brinquedo é, também, uma necessidade básica de qualquer criança.

Quando privada da sua necessidade de brincar, a criança pode desenvolver problemas diversos, como inconstância no sono, irritabilidade, dificuldades cognitivas ou mesmo agressividade.

Na infância é literalmente a brincar que se aprende e os brinquedos infantis são realmente importantes para que o seu filho viva uma infância saudável e feliz.

Poderá ter interesse também em:

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo