Afinal até que idade deve o bebé dormir com a mãe Conheça as razões da controvérsia

A idade até à qual o bebé deve dormir com a mãe não é, certamente, uma temática sem controvérsia. Alguns estudos recentes vieram expandir este tempo, mostrando benefícios neste hábito. Mas, afinal, porque razão é esta uma temática tão controversa?

Venha com o Bebé a Bordo saber mais sobre até que idade deve o bebé dormir com a mãe.

Não existem questões erradas durante o período da gravidez ou depois de o bebé nascer. As dúvidas da mãe quanto à amamentação ou à diversificação alimentar do bebé fazem parte do percurso. Juntamente com estas, também as questões relacionadas com o banho do bebé e o seu sono fazem todo o sentido.

As perguntas não são erradas! Nunca! Mas, prepare-se para uma realidade que afeta todas as recém-mamãs: algumas perguntas são tão certeiras que mesmo a ciência parece não ter uma resposta única para elas.

Alguns temas continuam a marcar o universo da pesquisa científica, justamente pela falta de consenso que os permeia. No que diz respeito ao sono do bebé, entre as várias perguntas que podem ser feitas – como, por exemplo, como fazer o bebe dormir a noite inteira ou como é o sono do recém-nascido – mas uma tem vindo a gerar alguma polémica. Falamos, pois, de deixar o bebé dormir com a mãe.

A questão que impera, no que diz respeito a este assunto, é até que idade deve o bebé dormir com a mãe. Muitas mães estabelecem a idade ideal para que o bebé comece a dormir sozinho como os 6 ou os 12 meses. 

Mas, afinal, o que tem a ciência a dizer sobre esta questão? Hoje, fomos em busca da resposta para esta pergunta. Venha com o Bebé a Bordo saber qual a controvérsia em torno desta questão.

até que idade deve o bebé dormir com a mãe

1. Até que idade deve o bebé dormir com a mãe?

As opiniões sobre esta questão são muito divergentes. Os especialistas tendem a aconselhar que, nos primeiros meses de vida, o bebé durma, pelo menos, no mesmo quarto que os seus pais, para garantir a sua vigilância.

Para alguns pediatras, por isso mesmo, estabelecer os 6 meses como prazo para levar o bebé para o seu próprio quarto é uma boa alternativa. (1)

Concordando com esta análise e expandindo-a, inclusivamente, até que o bebé complete um ano, a American Academy of Pediatrics (Academia Americana de Pediatria, AAP) recomenda que os bebés sejam mantidos no quarto dos pais pelo menos até aos 6 meses, sendo que a idade que aponta como ideal é os 12 meses. Esta normativa visa, fundamentalmente, reduzir o risco de mortes relacionadas com problemas durante o sono. 

Apesar de apresentar estas novas guias de ação, a AAP estabelece ainda que o bebé deverá, neste caso, dormir numa superfície separada dos pais, como um berço. (2)

Esta ideia, seguida por muitas mães ao redor do globo foi, no entanto, questionada e novas evidências vieram apresentar benefícios no prolongamento do contacto noturno do bebé com a mãe até aos três anos de idade. (3)

2. O que dizem os novos estudos e artigos sobre a temática?

Novos dados foram apresentados e vieram alterar, em parte, as teorias apresentadas. Na verdade, várias publicações, relatando os resultados de um especialista sueco, referem que o bebé deve dormir com a sua mãe até completar três ou quatro anos de idade.

Este estudo, baseado na observação de 16 bebés, veio demonstrar benefícios efetivos quando o bebé dormia com a sua mãe até uma idade mais tardia. (4)

Altamente controversa, esta ideia parece suscitar várias dúvidas entre a comunidade científica que aceita, no entanto, a validade da observação feita, nomeadamente quanto aos aspetos efetivos envolvidos na mesma.

Ainda assim, mais estudos são necessários para comprovar esta teoria.

Quem é este especialista e porque defende ele a teoria dos 3 anos?

O especialista que defendeu a teoria de que o bebé deve dormir com a mãe até aos três anos foi Nil Bergman. Este médico, nascido na Suécia e residente na Cidade do Cabo, trata-se de um especialista em neurociência, que se refere a si mesmo como um Médico de Saúde Pública e defende acerrimamente o contacto pele a pele entre mamã e bebé.

A importância do contacto corporal entre a mãe e o bebé foi, na verdade, o ponto orientador da sua carreira e é, ainda, o foco da sua investigação. (5)

Este especialista analisa vários aspetos fundamentais do contacto pele com pele entre mãe e bebé e a sua influência no estabelecimento do apego e da segurança.

A teoria de que o bebé deve dormir com a mãe até completar três anos parte justamente da noção de que a manutenção deste contacto até uma idade mais tardia pode ajudar no fortalecimento do vínculo entre a mãe e o bebé, promovendo um melhor desenvolvimento cerebral e melhorando, também, o comportamento futuro da criança.

3. Quais os benefícios, segundo o especialista, de o bebé dormir com a mãe até aos 3 anos?

Vários benefícios são apontados por Nil Bergman sobre esta questão. As principais vantagens referidas por este especialista são: (6)

– Melhoria do vínculo entre mamã e bebé;
– Promoção de uma maior estabilidade emocional na criança;
– Promoção do desenvolvimento cerebral do bebé;
– Redução do risco de stress cardíaco;
– Redução do risco de morte súbita.

Na sua opinião, até que idade deve o bebé dormir com a mãe? Com que idade mudou o seu filho para o seu próprio quarto? Partilhe a sua experiência com os restantes leitores do Bebé a Bordo.

Poderá gostar de ler também este artigo:

8 cuidados a ter com o bebé recém-nascido

Comente este artigo