Sonhar com gravidez, porque estou a ter sonhos com a gestação?

Para muitas mulheres, a gravidez é um sonho mas, para algumas delas, é-o literalmente. São muitas as mulheres que afirmam sonhar com gravidez e, além disto, também muitas as que afirmam que, quando grávidas, os seus sonhos se alteraram. Porque razões sonham as mulheres com a gestação e durante a gestação?

Venha saber mais com o Bebé a Bordo.

Os sonhos têm sido, ao longo dos anos, reclamados pela ciência, pela cultura e pelas correntes religiosas e, independentemente de todas as crenças formadas em seu torno, a verdade é que continuam a ser interpretados, de forma individual, através de diversas justificações.

De pendor mais ou menos científico e com mais ou menos dados concretos que o comprovem, os sonhos passaram a povoar os meios da ciência, onde foram explorados a nível psicológico e neurológico.

Fora do universo da ciência mas dentro da sabedoria ancestral dos nossos antepassados, criam-se, também, dicionários de sonhos, que visam descodificar e interpretar os eventuais significados por detrás deste universo onírico.

Para muitos, a segunda variante de que falamos poderá ter pouca validade, já que não conta com um cunho científico ou com provas concretas que o sustentem.

Ainda assim, quando a temática é a gestação e os sonhos acontecem, não custa olhar para ambos os campos, sem preconceitos, para tentarmos perceber o que diz a ciência e o que diz a crença popular sobre sonhar com gravidez.

Seguindo a linha de pensamento – e acompanhando as mulheres que afirmam uma alteração nos seus sonhos durante a gestação – julgamos ainda que vale a pena um pequeno olhar sobre o que promove uma alteração dos sonhos durante a gestação.

Se quer saber mais sobre o que a faz sonhar com gravidez ou o que pode ter mudado nos seus sonhos na gravidez, este artigo foi feito a pensar em si!

1. A crença popular e a interpretação de sonhar com gravidez

Nem todos os factos da vida humana podem ser reduzidos ao concreto de explanações científicas. sonhar com gravidez

Esta é a base de quase todas as religiões e da crença humana que, em pleno século XXI, continua a buscar, no mundo sensorial e dogmático, as explicações para o que a ciência (ainda) não sabe explicar.

A intuição materna, a relação entre o cuidado dos bebés pelos avós e a redução de doenças em idade avançada ou os sonhos onde figura a maternidade ou a gravidez podem ser incluídos neste grupo, embora os estudos se dediquem cada vez mais a estas questões, tentando explicá-las em toda a sua plenitude.

Embora não tenha suporte científico, no entanto, julgamos pertinente lançar, em primeiro lugar, um olhar ao que popularmente se diz sobre sonhar com gravidez.

Existem várias interpretações populares sobre o eventual significado de sonhar com gravidez. As mais comuns são:

– Medo intenso de engravidar;
– Desejo intenso de engravidar;
– Proximidade com alguém que está correntemente à espera de ser pai/mãe;
– Necessidade de concretizar um desejo ou intenção reprimida (como, por exemplo, uma mudança de carreira, para perseguir uma vocação artística);
– Preocupação com os filhos (caso já seja mãe).

Além disto, algumas pessoas acreditam que sonhar com gravidez antes de se ser mãe pode ser um sonho profético, embora, evidentemente, não existam provas científicas para esta crença popular.

Vale a pena recordar que os sonhos são criações do nosso subconsciente e que o universo que nos rodeia, bem como as nossas maiores preocupações e desejos, povoam o nosso imaginário, mesmo quando conscientemente não os alimentamos.

Assim, para saber as razões que a levam a sonhar com gravidez, poderá ser útil alguma introspeção sobre si mesma e o mundo que a rodeia, para que compreenda quais as razões que, subconscientemente, a estão a remeter para a gravidez.

Sonhar com gravidez: da crença popular ao mundo científico

Estudos realizados em torno dos sonhos de mulheres grávidas revelaram que é muito comum, entre as mulheres que já conceberam, sonhar com gravidez.

Um estudo de 1993, chamado “The Pregnancy-Related Dreams Of Pregnant Women” (em tradução livre, “Os sonhos de mulheres grávidas relacionados com gravidez”), relataria que, num universo de 88 mulheres, 67% afirmavam sonhar com gravidez durante a sua gestação.

Estes sonhos tomariam nuances assustadoras (como cenários de problemas gestacionais) para 17% das mulheres e a sua recorrência era diretamente proporcional à idade das mulheres do estudo, sendo mais comuns nas mulheres mais velhas.

Ancorando-se em pesquisas anteriores, que relacionavam este tipo de sonho com um aumento da ansiedade nas mulheres grávidas, este estudo não encontrou justificações para a razão pela qual as mulheres teriam, efetivamente, os sonhos em questão, mas abriu as portas científicas para uma melhor compreensão deste aspeto, salientando a recorrência deste tipo de sonho em mulheres grávidas.

O estudo dos sonhos na gravidez – embora mais desligado do conteúdo efetivo do sonho – viria, então, a tornar-se uma área de pesquisa bastante comum entre os investigadores da área da psicologia e da neurociência.

A ciência e o sonho durante a gravidez

A ciência tem vindo a estudar, portanto, os sonhos das mulheres grávidas – isto não inclui apenas o ato de sonhar com gravidez mas todo o universo de alterações efetivas nos padrões de sono e de sonho das mulheres durante a gestação.

Perante os relatos de inúmeras mulheres sobre as alterações do seu estado onírico durante a gravidez, constatou-se que seria mais comum, nesta fase da vida da mulher, a existência de situações como:

– Pesadelos ou sonhos perturbadores;
– Sonhar com gravidez;
– Sonhos vívidos;
– Sonhos intensos e causadores de ansiedade;
– Maior facilidade em recordar os sonhos;
– Sonhos mais frequentes.

Quais as explicações científicas para estes sonhos na gravidez?

Vale a pena recordar que esta é uma área em evolução e que nem tudo se sabe sobre os sonhos das mulheres grávidas. Ainda assim, foram já listadas algumas causas possíveis para as alterações oníricas na gravidez, que se relacionam diretamente com os estados mental, físico e emocional destas mulheres.

Uma das razões apontadas como possível para todas as alterações nos sonhos – incluindo sonhar com gravidez quando está grávida – prende-se com o impacto hormonal no estado emocional da mulher e o aumento da ansiedade em torno do conceito de “ser mãe”.

À medida que o cérebro feminino – que, como já vimos, sofre alterações na gravidez – processa as novas informações, decorrentes das alterações físicas e na vida da mulher, o subconsciente encarrega-se se criar um universo mais frequente e realista em torno da própria noção de gravidez.

Além disto, as alterações no padrão de sono das mulheres, que têm maior dificuldade em encontrar a melhor posição para dormir e sentem dificuldade em fazer ciclos de sono regulares e contínuos, podem impactar fortemente no sono, remetendo as mulheres para um estado mais alerta – o chamado REM – e criando maiores períodos propensos ao sonho.

Nesta fase, como é também mais simples recordar o sonho, pode haver a sensação de que os sonhos são mais realistas e fazem mais sentido.

Uma das hipóteses grandemente validada em torno desta questão é que os sonhos na gravidez – incluindo aqueles que implicam sonhar com gravidez – são uma forma do subconsciente feminino processar a própria gestação e tentar resolver problemas (efetivos e imaginários) enquanto processa toda a informação nova.

Teve sonhos sobre gravidez antes de engravidar? E durante a gestação? Quais eram os seus sonhos mais recorrentes? Conte a sua experiência às restantes mamãs do Bebé a Bordo.

Algumas fontes: pdfs.semanticscholar americanpregnancy babycenter  infobaby psychologytoday   significadodossonhos

ARTIGOS REMOMENDADOS
ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo