10 dicas onde deixar os nossos filhos nas férias

Onde deixar os nossos filhos nas férias

Para muitos pais, a chegada das férias de verão não é apenas motivo de felicidade… mas também de preocupação. Continuando a sua rotina laboral, muitos sabem que terão de deixar as crianças em algum local. Mas onde? Esta é a questão! Se quer saber as melhores dicas sobre onde deixar os nossos filhos nas férias, venha descobrir com o Bebé a Bordo.

A realidade de muitos papás e mamãs pelo mundo fora é a de uma vida onde os horários e a marcação das férias nem sempre são compatíveis com as férias das suas crianças.

Assim, quando se inicia o período de pausa letiva, muitos pais sentem adensar a ansiedade quanto aos melhores locais para deixarem os filhos.

Querer garantir que a criança tem umas boas férias, onde possa brincar e divertir-se, é uma prioridade para muitos pais, havendo estudos que comprovam a importância destes atos para o desenvolvimento cognitivo e emocional da criança.

Ainda assim, a esta preocupação juntam-se outras: a de garantir um espaço seguro, estimulante e que deixe os pais sossegados enquanto estão nos seus trabalhos.

Tal como a questão sobre o que será melhor para o bebé: os avós, a ama ou a creche; também a questão relativa a onde deixar os nossos filhos nas férias parece gerar discórdia.

Ainda assim, para dar resposta a esta verdadeira questão do século XXI, é cada vez maior o leque de opções oferecidas pelos inúmeros espaços citadinos.

Conhecer todas as opções disponíveis no que respeita a onde deixar os nossos filhos nas férias (ainda que algumas não se adequem aos nossos gostos ou particularidades de vida) é uma excelente forma de começar a planear as férias do seu filho com tempo e de garantir que as férias dele não serão uma preocupação para si.

Se também quer saber onde deixar os seus filhos nas férias, venha descobrir 10 dicas com o Bebé a Bordo.

1. Onde deixar os nossos filhos nas férias: Casa dos avós

Quando os nossos pais estão por perto e se dispõem a tal, deixar a criança com os avós durante o dia é uma excelente opção.

Geralmente devotados aos netos, os nossos pais criam um ambiente de segurança e conforto, onde não falta o cumprimento dos principais rituais quotidianos (como a alimentação saudável, as sestas e o banhinho), os momentos de diversão (com jogos e brincadeiras) e os momentos de aprendizagem (com histórias e livros lidos em voz alta).

A permanência junto dos avós ajuda ainda no desenvolvimento emocional da criança e apresenta-se como uma opção menos dispendiosa para os papás.

Neste caso, deverá apenas ter o cuidado de garantir que os seus pais têm as condições físicas e de tempo necessárias para cuidar do seu pequeno, para evitar sobrecarregá-los.

2. Acampamentos de férias

Outra opção fantástica quando o assunto é onde deixar os nossos filhos nas férias é um acampamento de verão.

Existem várias opções disponíveis, algumas das quais etariamente dirigidas, de empresas que propõem levar o seu filho até ao mundo da aventura em grupo.

Aqui, os nossos filhos divertem-se, acampando com crianças da mesma idade e passando umas férias divertidas, onde não faltarão momentos lúdicos, interativos e didáticos, mediante a realização das mais distintas atividades.

Uma vez que esta opção implica um afastamento de casa, é importante garantir que a criança a deseja e que está preparada para ela. O ideal será que a criança se sinta confortável com a experiência pelo que, se esta for com um amiguinho, poderá ter a vantagem de uma adaptação mais rápida.

3. ATL

Quando as escolas fecham para férias, muitas delas mantêm disponível o espaço de ATL (Atelier de Tempos Livres).

Além dos ATL’s das escolas, existem ainda outras empresas que oferecem o mesmo tipo de serviço; sendo que, nestes, se integram atividades distintas, com programas que podem incluir viagens até ao campo ou à praia.

Esta é uma forma de garantir que o seu filho se diverte, ao mesmo tempo que aproveita o tempo com crianças da mesma idade, sob o olhar atento de profissionais competentes e responsáveis.

4. Espaços temáticos

Hoje em dia, são vários os espaços temáticos que abrem portas para garantir que o seu filho passa um ou mais dias de diversão, enquanto está no trabalho.

Exemplos destes espaços são o science4you, o Oceanário de Lisboa, o Jardim Zoológico ou a Kidzania.

Cada um com as suas especificidades, estes espaços são exemplos de locais onde a criança poderá privar com animais, com artes, com ciências e com experiências diversas, explorando a vida, enquanto se diverte com outras crianças da mesma idade.

5. Onde deixar os nossos filhos nas férias: Escolas de artes

Quando a criança mostra um claro gosto pelas artes (como o teatro, o canto ou a dança), aproveitar esta paixão pode ser a melhor forma de saber onde deixar os nossos filhos nas férias.

Além de as suas competências motoras e cognitivas serem estimuladas, estes locais permitirão, ainda, que a criança sinta que aproveita os dias a fazer o que mais gosta.

Exemplos de locais que abrem as portas para estas finalidades são o Teatro Bocage, onde decorrem oficinas de teatro para os mais novos ou o Dance Spot, para os pequeninos que amam mover-se ao ritmo dos mais distintos estilos de dança.

6. Cursos de férias

Quem fala de artes, fala de desportos ou de interesses particulares.

Muitas escolas oferecem cursos de férias pensados especificamente para os mais pequeninos. Os temas são distintos e vão do futebol à culinária, passando pela construção e pelos cuidados com a terra e os animais.

Didáticos e interativos, estes cursos permitirão que o seu filho ganhe novas competências, ao mesmo tempo que brinca e se diverte, a fazer as coisas que mais o encantam.

7. Espaços interativos

Sabendo como é importante aliar a dimensão lúdica e a cultural, muitos museus começaram, também, a abrir as portas aos mais pequenos durante as férias de verão, criando espaços interativos, onde a criança pode aprender mais sobre o mundo e a vida enquanto aproveita um ambiente divertido, moderado e especialmente pensado para deixar feliz o público infantil.

Exemplos de espaços que se adaptaram às crianças para dar aos pais um lugar onde deixar os nossos filhos nas férias foram o Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia e o Museu da Carris.

8. Familiares e amigos

Caso o seu trabalho não lhe permita ir de férias mas tenha um amigo ou familiar que não se importe de levar o seu filho, esta é, também, uma boa forma de permitir que a criança fique em segurança, aproveitando as férias para explorar o desconhecido.

Esta é uma forma de deixar que o seu filho saia da rotina e aproveite o melhor das férias, junto de pessoas nas quais confia e que sabe que cuidarão dele.

9. Babysitters ou Amas

Se preferir que o seu filho faça atividades diversificadas e seja estimulada de forma individual, uma boa hipótese será deixá-lo com uma babysitter ou ama de confiança.

Esta poderá ser instruída para seguir os horários e hábitos das crianças e será a melhor forma de garantir a compatibilidade entre os horários da criança e o horário dos pais.

É recomendável, neste caso, por uma questão de familiaridade, que a criança comece a ter contacto com a ama antes de começarem as férias, para que a adaptação a esta nova pessoa seja mais tranquila.

10. Onde deixar os nossos filhos nas férias: Escolinhas de verão

Algumas escolas – em Portugal e pela Europa – oferecem a oportunidade de enviar a sua criança para uma verdadeira escolinha de verão.

Embora o propósito destas escolas seja, geralmente, mais orientado para as atividades didáticas, estas têm também momentos de diversão e convívio.

Já sabe onde vai deixar o seu filho estas férias? Qual é a dica de que mais gosta? Não deixe de nos contar qual é, para si, a melhor opção.

Algumas fontes: essentialkids  portoeditora  flash  revistacrescer

ARTIGOS REMOMENDADOS
ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo