Como fazer higiene oral dos primeiros dentes do bebé

Higiene oral dos primeiros dentes do bebé

A saúde oral do bebé é uma preocupação de muitas mamãs e, por isso mesmo, uma temática que levanta inúmeras questões.

Uma delas prende-se com a higiene oral dos primeiros dentes do bebé e a forma como esta deve ser realizada. Sabe como fazer a higiene oral primeiros dentes do bebé?

Venha descobrir com o Bebé a Bordo.

A higiene da boquinha do bebé é de extrema importância, antes mesmo do despontar dos primeiros dentes da criança.

Ainda assim, quando nascem os primeiros dentes da criança, o cuidado com a higiene oral torna-se ainda mais importante.

Por norma, um dos primeiros alertas de que o primeiro dentinho está prestes a chegar é a perceção de que o bebé se baba mais do que anteriormente.

Por vezes, este nascimento é também acompanhado de uma inflamação gengival, que pode gerar, na criança, algum desconforto ou mesmo dor.

Nesta fase, os papás e mamãs poderão ajudar a aliviar estas sensações recorrendo a um massajador de gengivas, a um gel gengival ou oferecendo à criança um mordedor.

Isto ajudará, também, a evitar que, em plena fase oral, a criança leve à boca objetos mais perigosos, na busca por esse conforto.


A febre também não é incomum nesta fase onde, como pode verificar, são muitas as problemáticas envolvidas.

Embora sejam comuns, a ciência não comprovou, ainda, a relação entre o nascimento dos dentes e a febre da criança, sendo esta grandemente associada a fatores externos como o facto de a criança levar tudo o que agarra à boca, numa fase em que o seu sistema imunitário não está, ainda, maduro.

Em caso de febres prolongadas, é importante, no entanto, que os pais recorram a um especialista para garantir a saúde do seu bebé.

O despontar dos dentinhos não é, portanto, um momento simples para o bebé (ou para os seus pais).

Ainda assim, quando estes ameaçam nascer – e ainda antes do seu nascimento – torna-se importante que se garanta a higiene oral da criança.

Venha com o Bebé a Bordo saber como fazer a higiene oral dos primeiros dentes do bebé.

higiene oral dos primeiros dentes

1. A higiene oral antes dos primeiros dentinhos

Desde o nascimento do bebé e até que surja o primeiro dente, a higiene oral deve ser uma constante da vida do bebé.

Os cuidados de higienização da boca da criança devem ser regulares, sendo recomendado que estes cuidados aconteçam, no mínimo, duas vezes por dia.

Nesta fase, é recomendado que os pais limpem a gengiva, as bochechas e a língua dos seus filhos, recorrendo a uma gaze humedecida, tendo particular cuidado com esta rotina antes de o bebé ir dormir.


Alguns papás preferem, nesta fase, recorrer a uma dedeira própria para o efeito.

Este produto, disponível no mercado, não é adequado antes de a criança completar três meses.

Salienta-se ainda que, com o aproximar dos seis meses do bebé (e do nascimento dos primeiros dentes) esta rotina poderá integrar a aplicação de um gel gengival que promova o alívio do desconforto sentido pela criança.

2. Como fazer a higiene oral dos primeiros dentes do bebé

Assim que nascer o primeiro dentinho do bebé, os papás devem levar a criança ao dentista. Este irá dar alguns conselhos sobre a forma como a higiene oral do bebé deve ser feita.

Embora a higiene oral dos primeiros dentes do bebé dependa de diversos fatores, existem algumas normativas recomendadas pela Direção Geral de Saúde, que servem de guia para os papás durante esta fase.

Assim, entre o despontar do primeiro dente e, aproximadamente, os três anos de idade, recomenda-se que sejam os pais a promover a escovagem dos dentinhos que vão nascendo.

Esta escovagem deve ser realizada duas vezes por dia, sendo que uma delas deve ser depois da última refeição da criança, antes desta se deitar.

Para o efeito, o ideal será recorrer a uma dedeira ou a uma escova macia.

A partir dos dois ou três anos, as crianças devem ser gradualmente habituadas a escovar os seus próprios dentes, ainda que com a ajuda e a supervisão dos pais.

A escova deve ser macia e adequada ao tamanho da criança. Nesta fase, será usada pasta dentífrica com flúor, sendo recomendado que a quantidade não ultrapasse o tamanho de uma ervilha.

Eventuais suplementos de flúor não devem ser dados à criança sem a recomendação prévia do seu dentista.

3. Como ensinar a criança a fazer a higiene oral

Escovar os dentes nem sempre é um hábito que as crianças aceitem com facilidade e, por isso mesmo, a presença dos pais na sua orientação ao longo do processo é de extrema importância.

Antes de mais, será, talvez, útil que os pais deixem a criança escolher a sua escova ou copo, para que a associação feita com o momento da escovagem dos dentes as remeta para universos de diversão e bem-estar.

Depois aos poucos, os pais devem ensinar e promover o hábito da escovagem na criança, estando presentes e incentivando-a a fazê-lo da forma correta.

Esta escovagem é muito importante para evitar futuras cáries, que possam danificar a polpa dentária e afetar, posteriormente, também a dentição definitiva.

De salientar que, segundo dados da American Academy of Pediatrics, as cáries na primeira infância se apresentam como a maior das doenças crónicas em crianças.

Quando iniciou a higiene oral dos primeiros dentes do bebé? Como realizou este processo? Conte-nos como foi a sua experiência pessoal.

Algumas fontes: saudecuf  revistacrescer  omd

ARTIGOS REMOMENDADOS

DEIXA UM COMENTÁRIO