Doença de Crohn pediátrica, sabe o que é?

A doença de Crohn afeta crianças e jovens adultos e pode impactar no quotidiano destes. Sabe o que é a doença de Crohn pediátrica? Descubra com o Bebé a Bordo.

As preocupações dos pais sobre a saúde dos filhos nunca terminam e, principalmente quando um dos filhos ou um dos pais sofre de Doença de Crohn, o temor de que a doença afete a criança aumenta.

Esta doença do trato intestinal pode influenciar grandemente a vivência quotidiana da criança. Embora não seja uma das doenças mais comuns nos infantários, quando presente, esta pode ser uma das causas da depressão infantil.

Já conhece a doença de Crohn pediátrica? Então, venha saber mais sobre esta doença crónica.

Doença de Crohn pediátrica

1. O que é a doença de Crohn pediátrica?

A doença de Crohn trata-se de uma patologia inflamatória do sistema digestivo, crónica e autoimune. Esta tende a aferar principalmente a região do íleo – a região inferior do intestino delgado e o cólon, ou seja, o intestino grosso.

Esta doença pode afetar crianças e adultos, sendo usualmente diagnosticada entre os 16 e os 40 anos. Chama-se doença de Crohn pediática à doença diagnosticada antes dos 18 anos.

Esta doença pode afetar severamente a vivência quotidiana, prejudicando, nos mais novos, eventuais problemas de desenvolvimento devido à forma como afeta a alimentação, e a própria absorção dos nutrientes.

Estes problemas de desenvolvimento podem manifestar-se sob a forma de problemas de crescimento ou de densidade óssea, entre outros.

Esta doença é mais comum quando existem outros casos na família e é um problema com tendência a aumentar em Portugal, acreditando-se que o stress e a alimentação pouco saudável possam para tal contribuir. Atualmente, estima-se que existam 73 casos por cada 100 mil habitantes. (1)

2. Quais os sintomas da doença de Crohn?

A doença de Crohn manifesta o mesmo tipo de sintoma em crianças em adultos, sendo os principais: (2)

– Dores intensas na região abdominal;
– Diarreia com sangramento;
– Fezes com muco;
– Febre;
– Dores nas articulações;
– Inchaços ou vermelhidão nas articulações;
– Dificuldade ou recusa alimentar;
– Falta de apetite;
– Potencial déficit de crescimento;
– Menor densidade óssea;
– Potencial interrupção do desenvolvimento da puberdade.

3. Quais as consequências da doença de Crohn

Tratando-se de uma doença crónica, esta não tem uma cura conhecida, podendo apenas ser controlada.

Além de não ser uma doença fácil de diagnosticar, esta é uma doença de controlo individualizado, sendo que o tratamento será criado de acordo com as caraterísticas de cada doente.

Em idade infantil, as consequências da doença podem ser diversas: além dos problemas de crescimento, densidade óssea e atraso no processo puberal, as diarreias e dores podem obrigar a criança a ausentar-se da escola ou levá-la a quadros depressivos. (3)

É importante incentivar a criança ao tratamento e estimulá-la a viver uma vida tão normal quanto possível.

O seu filho sofre de doença de Crohn? Conte aos restantes leitores do Bebé a Bordo como é a sua experiência pessoal. 

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo