Dermatite de contacto no bebé: aprenda a identificar os sinais 

A dermatite de contacto no bebé é um problema cutâneo comum nos mais pequeninos. Sabe do que se trata? Conhece os sinais aos quais deve estar atento? Então, está na hora de saber mais sobre a dermatite de contacto com o Bebé a Bordo. 

Usualmente, principalmente para os pais de primeira viagem, os cuidados de saúde com o bebé são inúmeros e visam algo muito específico: evitar que o bebé padeça de qualquer tipo de doença. 

Se esta tendência sobreprotetora tem levado a cenários bem reais (e preocupantes), como os bebés estufa; a verdade é que ela está ancorada numa verdade inevitável: todas as crianças ficam doentes, às vezes.

Problemas derivados de vírus ou bactérias, problemas de visão ou de pele, são comuns e provavelmente irão, em algum momento, manifestar-se na criança. 

Entre os principais problemas de pele nos bebés um que muito preocupa os pais é a dermatite. Ou, se melhor quisermos explanar, as dermatites. 

Existem diversos tipos de dermatite que acometem os bebés, incluindo a dermatite de calor, a dermatite da fralda, a dermatite atópica e aquela que hoje nos ocupa: a dermatite de contacto

Saber identificar os sinais da dermatite de contacto é um passo importante para o diagnóstico e tratamento da criança. Se quer aprender a identificar os sinais, este é o artigo certo para ficar a saber mais sobre a dermatite de contacto no bebé. 

Dermatite de contacto no bebé

1. O que é a dermatite de contacto no bebé?

A dermatite de contacto, que é também apelidada de eczema ou eczema de contacto, trata-se de um tipo de dermatite causada pelo contacto de algum tipo de substância com a pele do bebé. (1

Embora apresente alguns sintomas similares com a dermatite atópica, esta distingue-se pelo facto de aparecer noutras regiões do corpo, não tendo uma incidência particular nas dobrinhas do corpo do bebé. 

Sinais como ressecamento cutâneo, vermelhidão, rachaduras na pele ou aparecimento de lesões e crostas podem indicar este problema. 

Por norma, na dermatite de contacto no bebé, as lesões que surgem na pele do bebé são causadoras de comichão ou mesmo ardor. 

Quais são os tipos de dermatite de contacto no bebé?

Existem dois tipos de dermatite de contacto no bebé. Esta dermatite pode ser irritativa ou alérgica. 

A dermatite de contacto irritativa é mais usual e prende-se com uma reação cutânea em relação a um determinado produto ou substância com a qual a pele do bebé entrou em contacto direto. Esta dermatite de contacto carateriza-se pela vermelhidão, a aspereza da pele e a sua secura, sendo que costuma causar uma sensação de ardor ou dor na criança. (2

A dermatite de contato alérgica prende-se com uma reação do sistema imunológico a um produto ou substância ao qual a criança é alérgica.

Usualmente, esta manifesta-se pelo aparecimento de bolhas ou erupções cutâneas, que causam uma forte sensação de prurido. Esta dermatite pode ser causada pelo contacto do alérgeno com a pele da criança ou pela ingestão de alguma substância à qual a criança seja alérgica. 

O que causa a dermatite de contacto no bebé?

Usualmente, a causa da dermatite irritativa é o contacto com produtos de higiene ou de limpeza, sendo que a própria urina ou fezes do bebé pode provocá-la. 

Por outro lado, a dermatite alérgica prende-se com determinados alimentos ou medicações (orais ou tópicas), com determinados materiais sintéticos ou naturais; com perfumes ou mesmo com as próprias fraldas descartáveis. (3

Além disto, a dermatite de contacto pode prender-se com um excesso de higiene ou com o recurso a tecidos, cosméticos ou outros produtos inadequados para a pele da criança. 

2. Quais os sinais de que o bebé pode ter dermatite de contacto?

Como vimos, a dermatite de contato no bebé pode apresentar sinais diversos e distintos, consoante a causa e o tipo de dermatite. Ainda assim, e embora cada criança possa apresentar sintomas distintos, a soma dos sintomas ou apenas um dos sintomas, os principais sinais de que o bebé pode ter dermatite de contacto são: (4

– Vermelhidão e inchaço na pele; 
– Ressecamento cutâneo; 
– Prurido ou ardor; 
– Aparecimento de erupções e rachaduras na pele; 
– Aparecimento de regiões rugosas e crostas. 

Quais as manifestações apresentadas pelo bebé?

As manifestações destes sintomas nos bebés mais pequeninos são bastante distintas das crianças mais crescidas. Alguns sinais de alerta são: 

– Choro continuado e frequente; 
– Irritabilidade; 
– Alterações no apetite; 
– Alterações no sono do bebé; 
– Aparecimento das manifestações cutâneas acima descritas. 

Perante estes sinais, é recomendado que se leve a criança ao médico para que o pediatra possa fazer o diagnóstico. Muitas vezes, falando com os pais, torna-se possível compreender o agente ou alérgeno causador do problema.

Ainda assim, em caso de necessidade, poderá ser feito um teste de alergias de contacto ou mesmo uma biópsia cutânea. 

3. Como é feito o tratamento da dermatite de contacto?

O tratamento da dermatite de contacto no bebé baseia-se, em suma, na sua hidratação. Uma alteração na escolha dos produtos de higiene poderá ser útil no processo. 

Além disso, é frequentemente recomendado o uso de produtos antialérgicos no quotidiano do bebé e tende a ser prescrita uma pomada de corticosteróides, que deverá ser aplicada apenas sob recomendação médica. (5

Já conhecia os sinais que identificam a dermatite de contacto no bebé? O seu filho teve este problema de pele? Conte a sua experiência pessoal aos restantes leitores do Bebé a Bordo. 

Poderá ter interesse também em:

Enxoval de bebé completo, lista do que devo comprar

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo