Bebé com verruga, saiba identificar e o que deve fazer

O bebé com verruga pode preocupar os pais. O aparecimento das mesmas levanta, de imediato, inúmeras questões, nomeadamente no que diz respeito às formas de identificar e resolver o problema. Sabe o que fazer perante um bebé com verruga? Então, venha descobrir com o Bebé a Bordo.

A saúde do bebé é a prioridade de quase todas as famílias e quaisquer sinais externos que possam indicar uma doença preocupam os pais.

A pele do bebé é um dos aspetos frequentemente sob escrutínio, já que existem vários sintomas que nela se manifestam e indiciam a presença de doenças, como é o caso das borbulhas do bebé com varicela ou das manchas vermelhas causadas pelo exantema súbito.

Além disso, mais frágil do que a pele de um adulto, a pele do bebé exige cuidados por ser frequentemente seca ou mesmo atópica.

Claro que, além de conhecer o tipo de pele do bebé e de direcionar os cuidados para as suas caraterísticas, os pais devem ainda ter atenção à manifestação de sintomas ou ao aparecimento de sinais que possam indicar um problema.

Uma manifestação cutânea que usualmente preocupa os pais, principalmente por ser bem visível, é o aparecimento de verrugas.

Sabe quais os sinais de que está perante um bebé com verruga? E sabe como identificar estas verrugas e eliminá-las? Sabe se existe algum perigo associado ao seu aparecimento? Se quer saber tudo isto e muito mais sobre o bebé com verruga, encontrou o artigo certo para si!

1. O que são as verrugas que aparecem no bebé? Bebé com verruga

As verrugas que aparecem nos bebés e crianças tratam-se de relevos cutâneos rugosos, provocados pelo HPV (Vírus do Papiloma Humano).

No bebé, estas apresentam-se como um infeção da pele, benigna mas contagiosa, que pode ou não provocar dor e desconforto, dependendo de se tratar de uma verruga profunda ou superficial.

Este tipo de verruga pode surgir em várias regiões do corpo mas, nos mais pequenos, é especialmente frequente que estas apareçam nas mãos ou nos pés. Ainda assim, regiões do corpo como os cotovelos e os joelhos podem também apresentar verrugas.

Nas crianças, o aparecimento de verrugas genitais é muito raro, sendo que estas, por norma, são transmitidas através do contacto sexual.

Qual é o aspeto destas verrugas? Como identificar o bebé com verruga? 

Identificar o problema no bebé com verruga é bastante simples, na medida em que as próprias verrugas são bem visíveis e fáceis de reconhecer.

As verrugas manifestam-se como manchas de formato ligeiramente arredondado, em relevo na pele, cujo topo se apresenta rugoso e muitas vezes endurecido. Estas têm a mesma tonalidade da pele ou um tom ligeiramente mais amarelo ou rosado.

O tamanho da verruga pode variar, podendo atingir um diâmetro de cerca de meio centímetro ou ser menores.

Devo preocupar-me se tiver um bebé com verruga?

Por norma, o bebé com verruga acabará por eliminar o problema sem que nenhuma ação seja essencial. Ainda assim, existem situações nas quais a consulta com o pediatra é importante.
Assim, deverá levar o bebé com verruga ao médico caso note que:

– O aparecimento das verrugas se deu em locais menos comuns, como os genitais ou o rosto;
– A verruga apresentar um aspeto infetado ou estiver aberta;
– Em caso de tratamento, após 30 dias, não tiver notado melhorias;
– Em caso de tratamento, após 30 dias, tiverem aparecido novas verrugas.

2. Como fazer o tratamento do bebé com verruga? tratamento verrugas

Por norma, ainda que não seja feito qualquer tratamento ao bebé com verruga, esta condição acaba por se solucionar, dando-se o desaparecimento das verrugas, de forma natural. Evidentemente, esta situação pode levar bastante tempo a passar e, por isso mesmo, não é incomum que se recorra a tratamentos.

Quando o bebé é mais pequenino (entre os dois a quatro anos) não é incomum que a forma de ação se inicie pela aplicação, na hora de dormir, de emplastros ou de líquidos para o efeito, à base de ácido salicílico.

As verrugas mais pequenas, por norma, desaparecem desta forma, com relativa facilidade. Já as verrugas maiores (ou, eventualmente, as que aumentam de dimensão) poderão ser tratadas por sugestão médica recorrendo a outro tipo de tratamentos, sendo que, nas crianças mais pequenas, estes costumam ser evitados por serem dolorosos.

A partir dos 4 anos de idade, no entanto, para se evitar a disseminação do problema para outras regiões do corpo, os dermatologistas poderão recomendar a crioterapia (processo que recorre ao nitrogénio líquido, a uma temperatura de -200ºC, para congelação da verruga). Este processo faz com que, em menos de uma semana, a verruga acabe por cair.

A cauterização é outra opção viável, que queima a região afetada. Esta, no entanto, desaconselha-se pelos riscos que apresenta para a pele sensível da criança.

Por fim, é hoje possível fazer tratamentos a laser, que são mais seguros e menos dolorosos para o bebé com verruga.

3. Momento flash: 10 factos a saber sobre o bebé com verruga

Tendo olhado para as formas de identificar e tratar o bebé com verruga, deixamos agora alguns factos que deve reter sobre esta questão:

1. As verrugas são comuns, afetando cerca de 10 a 20% das crianças;
2. É mais comum que as meninas desenvolvam verrugas do que os rapazes;
3. Nas crianças, as mãos e os pés são os locais mais comuns para o aparecimento de verrugas;
4. As verrugas genitais são extremamente incomuns em bebés e crianças;
5. Embora sejam benignas, as verrugas são contagiosas e podem passar para outros ou para outras partes do corpo;
6. 85% das verrugas tende a desaparecer por si só, sem precisar de tratamento;
7. O desaparecimento de verrugas sem tratamento pode ser um processo moroso, chegando a demorar alguns anos;
8. Se a verruga tiver um aspeto infetado ou se apresentar aberta é importante levar a criança ao pediatra;
9. Tratamentos como a crioterapia e a cauterização podem eliminar a verruga em apenas uma semana mas são desaconselhadas para bebés com menos de 4 anos, por se tratarem de procedimentos dolorosos e eventualmente perigosos para a pele da criança.
10. O tratamento de laser é, hoje, uma opção bastante segura e eficaz.

Já sabia identificar este tipo de problema? O seu filho apresentou verrugas na pele? Conte a sua experiência pessoal às restantes leitoras do Bebé a Bordo.

Algumas fontes: webmd thebump br.guiainfantil dodot momjunction

ARTIGOS REMOMENDADOS
ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo