Bebé com dermatite de calor, saiba mais sobre a sudamina

O bebé com dermatite de calor apresenta sinais cutâneos que preocupam os pais. Esta condição, também chamada de sudamina, pode ser facilmente solucionada após a identificação dos sinais. Mas sabe como identificar o bebé com dermatite de calor? Então, descubra com o Bebé a Bordo. 

A pele dos bebés é muito sensível e, por isso mesmo, não é de estranhar que, na primeira infância, exista um leque alargado de problemas de pele nos bebés

Nem todas as situações nas quais o bebé apresenta manchas, borbulhas ou sinais na sua pele são preocupantes, embora deva sempre ser dada a devida atenção a este tipo de sintomática, para que seja feito o diagnóstico e se proceda ao tratamento. 

Problemas comuns, muitos dos quais originários das doenças mais comuns nos infantários, como é o caso da varicela, irão certamente surgir no bebé ou criança. 

Assim, o mais importante será que os pais se mantenham atentos às manifestações físicas destas condições e levem a criança ao médico mediante o seu aparecimento. 

Um dos problemas cutâneos muito comuns em bebés é a sudamina. Este problema, também apelidado de dermatite do calor, cria alterações na pele da criança e deixa os pais bastante preocupados. 

Se é um destes pais e quer saber como identificar o bebé com dermatite de calor ou como pode tratar a sudamina, este é o artigo certo para si. 

Bebé com dermatite de calor

1. O que é a dermatite do calor?

A dermatite do calor, também conhecida como sudamina, é um transtorno cutâneo benigno muito comum no bebé. 

Com a pele menos adaptada ao calor e sem que a sua capacidade de transpiração esteja totalmente matura, os bebés ficam mais susceptíveis ao calor, podendo desenvolver sinais físicos. 

Usualmente, a manifestação acontece pelo aparecimento de bolhas de suor, resultantes da obstrução dos poros ou do excesso de calor e humidade.

Estas bolhas tendem a aparecer principalmente nas axilas e nas virilhas, não sendo incomum que apareçam, também, nas costas e no peito do bebé. (1

Muitas vezes, esta situação resulta do sobreaquecimento do bebé devido à quantidade de roupa que utiliza ou por se encontrarem deitados sob tecidos impermeáveis, que retêm o calor. 

O que causa o bebé com dermatite de calor?

A sudamina é essencialmente causada pela obstrução das glândulas sudoríparas. Perante duas situações principais – a humidade e o calor – estas glândulas produzem suor, sendo este o responsável pelo arrefecimento do corpo. 

Com um sistema cutâneo ainda menos desenvolvido ao nível dos tecidos, esta produção de suor não se encontra tão funcional como nos adultos. Assim, perante a obstrução dos poros, dá-se o aparecimento das referidas bolhas. (2

O excesso de calor poderá ainda fazer com que, nestas bolhas, principalmente se forem coçadas, surjam bactérias que podem gerar inflamações quadros clínicos cutâneos mais severos. 

2. Quais são os sintomas do bebé com dermatite de calor?

O bebé com dermatite de calor irá apresentar sinais cutâneos fáceis de reconhecer mas que, ainda assim, merecem toda a atenção. Os principais sintomas do bebé com dermatite de calor são: 

– Aparecimento de pequenas bolhas de tonalidade esbranquiçada; 
– Auréola avermelhada em torno das bolhas; 
– Sensação rugosa na região afetada; 
– Maior profusão de bolhas em regiões chave do corpo (axilas, virilhas, costas, peito, pescoço, testa); 
– Irritabilidade; 
– Demonstrações de nervosismo; 
– Choro fácil e continuado. 

Vale a pena salientar que esta condição não costuma fazer febre, pelo que se este sintoma se manifestar, o bebé deverá ser levado ao pediatra de imediato. (3

3. Qual é o tratamento do bebé com dermatite de calor?

O bebé com dermatite do calor é muitas vezes tratado em casa. Para tal, é importante que evite que o bebé coce as regiões afetadas e deverá expor estas mesmas regiões ao ar sempre que tal for possível. 

Uma mudança regular de fraldas e a remoção de eventuais resguardos ou revestimentos menos transpiráveis deverão ser removidos. 

Estes cremes são frequentemente de hidrocortisona ou anti-histamínicos e não devem ser aplicados ao bebé sem a consulta prévia de um especialista de saúde. 

Em alguns casos, quando se faz a consulta de um pediatra, poderá ser recomendada a aplicação de loções ou cremes, caso a criança tenha muita comichão.

Existe forma de prevenir a sudamina?

Sim. A sudamina pode ser prevenida, sendo que evitar os efeitos do calor no bebé será o primeiro passo. 

Manter a criança abrigada do sol, em locais frescos e com roupas leves é um bom primeiro passo para evitar este problema. Além disto, evitar tecidos sintéticos e resguardos com plástico é também aconselhável. (4

Dar diariamente banho ao bebé nos dias de mais calor e fazer uma boa hidratação da sua pele, recorrendo a produtos suaves ajudará também a evitar o bebé com dermatite de calor. 

Por fim, procure manter a sua casa amena e troque frequentemente a fraldinha do bebé para evitar que a humidade provoque este problema. 

O seu bebé já teve dermatite de calor? Como fez o tratamento? Conte a sua experiência pessoal às restantes mamãs do Bebé a Bordo

Poderá ter interesse também em:

13 principais problemas de pele nos bebés

Borbulhas na cara do bebé recém-nascido

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo