A preparação para o parto

A preparação para o parto

 

Curso preparação para o parto

 

Receber o bebé: do medo à felicidade

Um dia ouvi dizer, na voz masculina de alguém “é incrível que as mulheres passem por um parto doloroso e, logo a seguir, descrevam aquele como o melhor momento das suas vidas”.

É incrível, de facto. Mas é uma forma de estar que apenas uma mulher pode entender. E não será qualquer mulher. Apenas uma mãe.

O parto é, simultaneamente, o momento mais assustador da gravidez e o mais belo.

E as gestantes dão por si, muitas vezes, a alternar entre a ansiedade e o desejo de ter o seu bebé nos braços. A ansiedade é natural! O parto envolve muitos medos.

A mamã quer fazer tudo certo e seguir confiante nesse momento, para que o bebé nasça depressa e saudável.

Existe, por isso, o medo de não estar preparada; o medo de sentir muita dor; o medo de que algum erro possa fazer com que o parto não corra bem.

Todas as gestantes têm medos. Não terão todas exatamente os mesmos receios, é claro! Mas todas guardam a sua dose de ansiedade no que respeita a este momento final da gestação.

Neste artigo, iremos olhar para as formas como a mulher pode fazer uma preparação para o parto, que lhe permita avançar para o mesmo física e psicologicamente mais aptas.

Olharemos as aulas de preparação para o parto mas também formas como pode, por si só, preparar-se para o momento mais feliz da sua vida.

 

Preparação para o parto

1. As aulas de preparação para o parto

As aulas de preparação para o parto já existem há muitos anos, embora se tenham vindo a adaptar às necessidades e hábitos dos tempos modernos.

Nestas aulas, as futuras mamãs são convidadas a conhecer mais e melhor as alterações que o seu corpo tem vindo a mostrar e quais as mudanças que ainda estão para vir.

Este conhecimento é de suma importância, uma vez que a mulher terá menos medo de enfrentar o parto se souber exatamente o que é que está a acontecer em cada fase do processo.

Nestes momentos de preparação para o parto, a mulher grávida será convidada a realizar exercícios diversos.

A finalidade destes será ensinar técnicas físicas que podem ajudá-la na hora H.

Exercícios de respiração, movimentos para reforçar os músculos da região pélvica e a forma mais correta de fazer força serão alguns dos momentos das aulas de preparação para o parto.

Sendo lecionados por especialistas de saúde, estes cursos de preparação para o parto fazem com que a mamã se sinta mais serena e segura, ajudando a reduzir os níveis de ansiedade na gestante.

Isto acontece porque, dirigindo-se à forma certa de ação durante a gravidez, no momento do parto e depois do nascimento do bebé, estes cursos permitem às mamãs uma maior autoconfiança e uma menor sensação de dispersão.

2. Preparando o grande momento

Um curso de preparação para o parto irá dizer-lhe isto… mas é algo que deve fazer, mesmo que não integre um!

O parto, ainda que esteja marcado para um determinado dia, é um momento imprevisível e que pode chegar antes do que esperava.

Convém, por isso, que tenha pensado em cada pormenor e preparado tudo com alguma antecedência.

Se já tiver filhos, por exemplo, será importante que tenha com quem os deixar no momento de ir para a maternidade e, quando for, deverá levar a malinha de gravidez, já pronta e preparada, com tudo o que vai precisar.

Esta malinha de hospital deve ser arrumada com o cuidado de atender a todas as necessidades da mamã e do recém-nascido.

Para o bebé, deve conter roupinhas para a criança, uma mantinha, fraldinhas para o recém-nascido, toalhitas húmidas.

Para si, terá de constar um pijama ou camisa de dormir, sutiãs de amamentação, roupa interior, chinelos, roupão, artigos de higiene pessoal e uma ou duas mudas de roupa.

Poderá ainda incluir, se lhe apetecer, alguns artigos de lazer, como revistas e livros, para se entreter nos momentos mais parados.

3. Saber quando é a hora

Está, também, integrado nos ensinamentos dos cursos de preparação para o parto e é um conhecimento de extrema importância.

Identificar a chegada da hora do parto e saber quando ir para a maternidade irá garantir que tudo corre como esperado.

Assim, se sentir romper a bolsa amniótica, se começar a sentir contrações dolorosas em intervalos curtos (de 5 a 10 minutos) ou se notar o surgimento de sangue, deve imediatamente dirigir-se ao hospital para receber os cuidados clínicos adequados.

Embora os cursos de preparação para o parto se destinem, principalmente, às gestantes, são muitos os homens que gostam de estar presentes durante os mesmos.

A sua presença, além de poder constituir um apoio para as futuras mamãs, irá ajudar a criar vínculos afetivos mais fortes entre o casal e com o bebé.

Trata-se, por isso, de uma forma muito interessante para os elementos do casal fazerem a sua preparação para o parto em conjunto.

Como se preparou para o seu parto? E quais eram as suas principais dúvidas e medos? Não deixe de partilhar connosco tudo sobre a forma como viveu a hora do nascimento dos seus filhos.

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo