Menu
in ,

Crianças e adolescentes: devem ser vacinados para a Covid19?

Crianças e adolescentes: devem ser vacinados para a Covid19?

A vacinação de crianças e jovens para imunização face ao Covid-19 tem sido alvo de discussão mediática, havendo vários argumentos contra e a favor. Venha com o Bebé a Bordo conhecer a argumentação relativa a esta questão.

Desde o aparecimento do SARS-CoV-2 vários estudos têm sido realizados. Ao longo do tempo, apresentámos alguns dos dados sobre temas como a Covid-19 em crianças e a transmissão de Covid-19, embora, como sabemos, todo o processo de estudo deste novo vírus esteja ainda a decorrer. 

Durante a longa espera pela vacina, foi comum encontrarmos artigos sobre Covid-19 e suplementos para se manter saudável durante o isolamento ou outras temáticas que relacionavam a doença com outras, como a Síndrome de Kawasaki.

O facto é que, mesmo no seio da comunidade científica que tem estudado amplamente a matéria, nem sempre se verifica um consenso entre os especialistas.

No caso da vacinação de crianças e jovens – e valendo a pena recordar que a vacina não é obrigatória e se encontra em fase de teste clínico – a polémica gerada tem levantado dúvidas em muitos pais, que não sabem se devem ou não vacinar os seus filhos menores. (1) (2)

Compreenda a argumentação sobre esta matéria e conheça o posicionamento da DGS e do Governo português face à vacinação de crianças e jovens.

O ponto de situação na vacinação de crianças e jovens

Vários países, incluindo o Canadá, a Alemanha, a França e os EUA já se encontram a vacinar os jovens com idade superior a 12 anos, estratégia que não gera consenso na comunidade científica, por falta de comprovação de que a vacina contra a Covid-19 seja efetivamente segura e eficaz neste grupo etário.

Menos afetado pela Covid-19, o grupo em questão está sujeito, como sabemos a infeções pelo SARS-CoV-2, podendo igualmente ser transmissores do mesmo. O inicial Plano de Vacinação Covid-19 de Portugal não contemplava a vacinação de crianças e jovens, até porque os primeiros ensaios clínicos realizados tinham como amostra indivíduos com idades superiores aos 16 e 18 anos. (3)

Ainda assim, numa fase avançada da vacinação mundial e após a Agência Europeia de Medicamentos ter liberado a administração da vacina (inicialmente, em Maio, da Pfizer-BioNTech) para o grupo etário entre os 12 e os 15 anos, vários países, incluindo Portugal, reviram a questão, baseando a decisão na consulta de vários especialistas.

A OMS deixa a decisão sobre a vacinação de jovens a cargo de cada país, sendo que Portugal apresentou a sua decisão no passado dia 10 de Agosto, recomendando a vacina a todos os adolescentes entre os 12 e 15 – contrariamente à primeira deliberação que indicava a vacinação apenas para jovens que tivessem condições associadas que os colocassem sob maior risco. (4)

O debate em torno da vacinação de crianças e jovens

A avaliação da EMA, a par com a liberdade de decisão que a OMS deixou aos vários países fez com que se iniciasse um debate sobre a vacinação de crianças e jovens, sendo que em alguns países, como os EUA e o Canadá, os grupos mais jovens da população já se encontram a ser inoculados desde Maio.

Muitos especialistas têm defendido, usando como base o relatório do Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças e à proximidade da reabertura das escolas para o novo ano letivo, que seria pertinente a vacinação dos jovens entre os 12 e os 18 anos. (5)

Outras vozes, defendem que a vacinação deste grupo é desnecessária em jovens que não apresentem patologias crónicas associadas, por não se tratar de um grupo de risco, ou mesmo irresponsável, por se estarem, ainda, a descobrir efeitos secundários para as vacinas contra a Covid-19.

O posicionamento da OMS é o de que as crianças têm um risco bastante baixo de contrair a doença, o que faz com que a imunização deste grupo não seja, momentaneamente, uma prioridade.

Embora a vacinação dos jovens entre os 12 e os 15 anos seja iniciada, em Portugal, ainda no mês de Agosto, a administração da vacina será uma decisão deixada a cargo dos pais das crianças. (6)

Gostou deste artigo do Bebé a Bordo? O que pensa da vacinação de crianças e jovens? Deixe-nos a sua opinião pessoal sobre esta questão nos comentários.

ARTIGOS REMOMENDADOS

Escrito por Bebé a Bordo

Saiba mais sobre maternidade, gravidez, bebé e desenvolvimento infantil, com os nossos artigos. Traga o bebé a bordo e veja o que preparamos para si!

Leave a Reply

Exit mobile version