Quando introduzir iogurtes na alimentação do bebé

Iogurtes na alimentação do bebé são apenas uma das muitas questões que as mamãs têm na altura da diversificação alimentar. Sabe quando deve introduzir iogurtes na alimentação do bebé? E sabe quais os melhores iogurtes para o fazer?

Venha descobrir tudo isto com o Bebé a Bordo.

Chegados os 6 meses do seu filho, não lhe faltarão questões relativas à forma como cada alimento deve ser introduzido na sua rotina alimentar.

Nesta fase, quererá saber como é feita a diversificação alimentar, qual deve ser a primeira sopa, quais as melhores receitas de papinhas de fruta e também quais os truques que pode usar para o bebé comer melhor.

Com as devidas caraterísticas pessoais – como, por exemplo, as mamãs que procuram dicas para alimentar a criança com obesidade – a verdade é que não existe mãe que não se dedique, durante o começo da mudança na alimentação da criança, à procura pelas alternativas mais saudáveis e adequadas.

O iogurte surge, então, como um dos alimentos que, desde o começo desta diversificação, fica sob o olhar e o escrutínio destas mulheres, que desejam saber se os bebés podem comer iogurte e quando podem introduzir iogurtes na alimentação do bebé.

Foi para esta temática que olhámos hoje, para trazermos até si tudo o que precisa de saber sobre este alimento e saber quando fazer a introdução dos iogurtes na alimentação do bebé.

Será que os bebés podem comer iogurtes?

Sim. Os iogurtes na alimentação do bebé podem ser integrados, já que este produto é bastante saudável e suave, tratando-se de uma opção adequada desde muito cedo.

Os iogurtes naturais sem açúcar adicionado, apresentam-se como uma boa opção quando se trata de incluir iogurtes na alimentação do bebé.

Estes são um apoio fundamental à nutrição da criança, ajudando no seu desenvolvimento físico e cognitivo.

As opções com açúcares adicionados, no entanto, deverão ser evitadas durante os primeiros anos de vida do bebé.

Quais os benefícios da introdução dos iogurtes na alimentação do bebé?

O iogurte é um alimento muito completo e que, por norma, agrada ao palato dos mais pequenos. Entre os principais benefícios do consumo de iogurtes encontra-se o facto de este alimento:

– Conter um levado em teor proteico;
– Ter um alto valor biológico;
– Ser nutricionalmente completo;
– Ser rico em cálcio;
– Ser uma fonte de vitaminas e minerais;
– Ter uma ação prébiótica e probiótica;
– Ajudar a manter a flora intestinal saudável.

Quando introduzir os iogurtes na alimentação do bebé?

Os iogurtes não açucarados podem ser integrados na alimentação do bebé desde o começo da sua diversificação alimentar, pelos 6 meses de vida da criança.

É recomendável, no entanto, que a introdução dos iogurtes na alimentação do bebé seja feita depois de este já ter provado outros sabores – como as sopas e as papinhas de frutas.

Recomenda-se ainda que, até aos 12 meses, apresente à criança apenas os iogurtes naturais, sendo que os iogurtes com aroma deverão ser introduzidos apenas depois de a criança ter completado o primeiro ano de vida.

À medida que o bebé cresce poderá experimentar novos iogurtes e novos sabores, para diversificar também o leque de sabores conhecidos pela criança.

Quais as melhores opções para introduzir iogurtes na alimentação do bebé?

Uma das questões que persiste é, por entre a vastidão de opções existentes, quais os melhores iogurtes para introduzir na alimentação da criança na fase da diversificação alimentar.

Apesar de serem etiquetados como ideais para crianças e bebés, os iogurtes específicos para estas idades tendem a conter açúcares, o que os torna uma pior opção para o seu filho.

Estes iogurtes são açucarados, são mais caros e oferecem menos benefícios ao seu filho.

Assim sendo, os iogurtes naturais sem açúcar, irão oferecer benefícios nutricionais sem prejudicar a criança.

Prefira as versões desnatadas e não acrescente mel ou açúcar aos mesmos, sendo que o bebé não deverá consumir açúcar até aos 2 anos de vida.

Quando começou a introduzir iogurtes na alimentação do bebé? E quais foram as suas escolhas? Conte a sua experiência pessoal às restantes mamãs do Bebé a Bordo.

Algumas fontes: babycenter wholesomebabyfood lifestyle.sapo workingmother verywellfamily  bebe.abril

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo