13 principais problemas de pele nos bebés

 Os principais problemas de pele nos bebés parecem preocupar os pais. Manifestando-se de diferentes formas, estes têm diferentes gravidades e sintomas. Uma vez que a pele do bebé é sensível, torna-se importante reconhecer estes sinais para saber como agir perante eles. Venha conhecer os principais problemas de pele nos bebés com o Bebé a Bordo. 

Manchas, irritações, bolhinhas, assaduras… são muitas as manifestações cutâneas nos bebés, que preocupam os pais e os levam a questionar qual a melhor forma de ação. 

Saber como agir perante o rabinho assado do bebé ou descobrir porque é tão importante hidratar diariamente a pele do bebé é importante para os papás que desejam, a todo o instante, garantir que os cuidados cutâneos são levados a cabo, de forma eficaz e para garantir o bem-estar da criança. 

Ainda imatura e exposta pela primeira vez às agressões ambientais, a pele do bebé é usualmente fina, sensível e muito reativa. Por isso mesmo, durante a primeira infância, é comum que problemas cutâneos se manifestem, sob a forma de problemas de pele, de manchas, sinais ou alterações. 

Os principais problemas de pele nos bebés não são, na sua maioria, muito preocupantes; sendo que alguns são solucionáveis com pomadas ou cremes prescritos pelo médico e outros acabam por passar, de forma natural, com o passar do tempo. 

Ainda assim, outros problemas de pele nos bebés poderão implicar uma consulta junto de um dermatologista, antes de definir a forma de tratamento. 

Se quer saber quais são os principais problemas de pele nos bebés, não deixe de consultar a nossa lista. 

Acne Neonatal

1. Principais problemas de pele nos bebés: Acne neonatal

Aproximadamente 30% dos recém-nascidos sofre de acne neonatal. Esta doença cutânea prende-se com a debilidade e o desequilíbrio dos mais pequeninos a nível imunitário e com a primeira exposição da sua pele imatura e sensível às agressões ambientais. 

Gerada pelo contacto com o mundo exterior (impurezas, roupas, etc) e com os resíduos orgânicos (saliva, urina, etc), a acne neonatal manifesta-se pelo aparecimento de pequenas borbulhas ou pontos brancos no corpo da criança. (1

Esta inflamação cutânea tende a manifestar-se nas primeiras semanas de vida do bebé e desaparece gradualmente e de forma natural, até aos seus 6 meses de vida. 

Bebé com dermatite atópica

2. Dermatite atópica ou eczema atópico

dermatite atópica é um dos problemas cutâneos mais comuns nos bebés. Esta trata-se de uma doença crónica que afeta a pele das crianças e, em alguns casos, também de adultos e cujas causas não são totalmente conhecidas. Situações como a pele seca e sensível, bem como problemas respiratórios (como a asma) e problemas alérgicos são apontados como potenciais causadores da pele atópica do bebé. (2

Esta doença apresenta-se através da manifestação de erupções cutâneas, manchas na pele ou pelo aparecimento de pequenas crostas. Estas tendem a aparecer principalmente nas “dobrinhas” da pele do bebé, podendo alastrar para todo o corpo. 

rabinho assado do bebé

3. Dermatite da fralda

A dermatite da fralda é um problema cutâneo que se manifesta pelo aparecimento de uma vermelhidão nas zonas da pele que estão em contacto direto com a fralda, sendo conhecido popularmente como rabinho assado do bebé (ou, em português do Brasil, bumbum assado). 

Com a pele de uma tonalidade vermelha, que se faz acompanhar de desconforto e sensibilidade, este tipo de dermatite pode ser causado por uma reação à fralda, aos toalhetes, aos cremes utilizados ou mesmo ao pó de talco.

Outra potencial cauda para o problema é uma troca insuficiente de fralda e uma reação da região cutânea ao contacto com a urina do bebé. 

Este problema tende a durar cerca de três dias. 

Tratar a crosta láctea no bebé

4. Dermatite seborreica

A dermatite seborreica costuma manifestar-se principalmente na região do couro cabeludo, sendo usualmente apelidada de crosta láctea

Esta trata-se de uma inflamação cutânea gerada pelo estímulo das glâdulas sebáceas devido ao contacto com um fungo e que gera uma maior produção de sebo. 

Esta condição não conta com um tratamento específico mas é possível amenizar e evitar o alastramento do problema, recorrendo a estratégias de higiene e a produtos adequados. Quando o problema se faz acompanhar de uma tendência infecciosa, a consulta de um especialista torna-se fulcral. (3

5. Principais problemas de pele nos bebés: Impetigo

Uma doença cutânea de origem bacteriana é o impetigo. Doença contagiosa e mais preocupante, esta tende a manifestar-se mediante o aparecimento de lesões amareladas, na forma de crostas, em torno das quais se desenvolve uma tonalidade avermelhada. (4

Este problema tende a surgir em zonas mais sensíveis da pele, sendo comum aparecer a par com problemas como a varicela, a dermatite da fralda ou mesmo uma picada de inseto. 

Em alguns casos, este problema exige o recurso a antibióticos tópicos, embora estes nem sempre sejam necessários. 

Bebé com varicela

6. Varicela

bebé com varicela estará erante uma doença cutânea, infecciosa e contagiosa, provocada por um vírus: o zoster. 

Esta doença e uma das doenças mais comuns em infantários e manifesta-se pelo aparecimento de borbulhas de tonalidade vermelha, que causam comichão à criança. Além disso, o bebé poderá ainda ter febre e mostrar-se irritadiço e com pouca vontade de se alimentar. 

Esta doença implica que a criança se mantenha em casa, sendo que poderá ser prescrito algum antibiótico caso o pediatra julgue necessário. 

Bebé com sarna

7. Escabiose

A escabiose é outro dos principais problemas de pele nos bebés. Esta doença cutânea é provocada por ácaros, sendo vulgarmente conhecida como sarna

A manifestação da escabiose é através do aparecimento de pápulas de tonalidade vermelha na região entre os dedos, nos cotovelos, nas axilas, no peito ou na região genital do bebé. Além da sua manifestação visual, os bebés costumam demonstrar desconforto, uma vez que estas pápulas causam comichão. 

A escabiose é tratada com recurso a pomadas e cremes. 

Efeitos do calor no bebé

8. Dermatite de calor

A dermatite de calor, também conhecida como sudamina, trata-se do aparecimento de pequenas borbulhas de tonalidade esbranquiçada ou avermelhada que são, no fundo, um dos efeitos do calor no bebé

Este problema manifesta-se devido à acumulação de transpiração e causa comichão e desconforto à criança. 

As regiões do corpo mais afetadas são, usualmente, as dobrinhas da pele, incluindo axilas, virilhas e pescoço. É também comum o seu aparecimento na pele das costas e do peito. 

problemas de pele nos bebés

9. Principais problemas de pele nos bebés: Mília neonatal

A mília neonatal (também conhecida como miliária) trata-se do aparecimento de borbulhas na cara do bebé recém-nascido, tendo estas uma tonalidade branca. (5

Estas erupções cutâneas de pequena dimensão assemelham-se a quistos reduzidos, entre o branco e o amarelo. 

Este problema usualmente desaparece de forma natural e sem a necessidade de recorrer a medicação. 

10. Micose cutânea

A micose da pele, também conhecida como tinha, trata-se de uma infeção que causa lesões de formato arredondado e avermelhado na pele do bebé. 
Estas lesões na pele do bebé são usualmente provocadas por fungos e causam bastante desconforto e comichão à criança. 

Para solucionar este problema é necessária a aplicação de medicação antifúngica, devidamente prescrita pelo médico. Esta poderá tomar a forma de spays, pomadas ou fluídos medicinais. 

Bebé com verruga

11. Verruga

A verruga é muito comum em bebés entre os 12 meses e os 5 anos de idade, tratando-se de um problema cutâneo de origem viral e que é, também, um dos problemas de pele mais comuns nos bebés. 

Este problema é causado pelo contacto direto com o poxvírus e é muito comum o contágio em ambientes de creche e infantário. (6

O problema manifesta-se pelo aparecimento de saliências rígidas, de tonalidade clara e áspera. Um especialista deve ser consultado para definir a forma de tratamento e evitar a disseminação do problema para novas regiões do corpo. 

12. Dermatite de contacto

A dermatite de contacto é um dos principais problemas de pele nos bebés. Esta acontece pelo contacto com alguma substância irritativa ou por uma manifestação alérgica, sendo a primeira causa bastante mais comum. 

Sintomas como a comichão ou o ardor fazem parte da doença, sendo comum que as crianças manifestem alterações no apetite, no sono e se revelem irritáveis. 

A doença manifesta-se pelo aparecimento de regiões avermelhadas e ásperas, sendo ainda comum a descamação da pele ou o aparecimento de pequenas bolhas e rachaduras na pele. 

13. Principais problemas de pele nos bebés: Candidíase do períneo

Provocada por um fungo, a candidíase do períneo manifesta-se pelo aparecimento de pápulas avermelhadas na região da fralda, que podem tornar-se grandes e dolorosas para o bebé. (7

Esta condição implica a consulta do pediatra ou de um dermatologista, que receitará um tratamento antifúngico. 

Os cuidados de higiene serão também fundamentais para garantir o tratamento da candidíase do períneo no bebé. 

Já conhecia os principais problemas de pele nos bebés? O seu filho teve algum destes problemas? Conte às restantes mamãs do Bebé a Bordo como lidou com esta situação. 

Poderá ter interesse também em:

Como saber se o bebé tem lombrigas

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo