Covid-19: Portugueses querem BCG de volta ao Plano Nacional de Vacinação

Data de entrega: 18/05/20, 15:40 

Uma petição pelo regresso da vacina BCG ao Plano Nacional de Vacinação tem juntado inúmeras assinaturas no país. Saiba mais sobre esta petição e a importância da vacina com o Bebé a Bordo.

A saúde das crianças é uma das preocupações permanentes dos seus pais e, por isso, a vacinação na infância não pode deixar de integrar as questões por estes colocadas.

Numa altura onde se fala tanto do Covid-19 e as crianças, as preocupações sobre doenças perigosas, como a tuberculose, passaram também a estar mais presentes na mente dos pais e, por isso, a vacina BCG voltou a ser assunto de destaque.

Tendo sido obrigatória em Portugal até 2016, a vacina para a tuberculose passaria, nesse ano, a ser obrigatória apenas para os grupos de risco. (1)

Esta medida fez com que, no nosso país, esta deixasse de estar incluída no Plano Nacional de Vacinação. A sua retirada desta lista equivaleu a um aumento no número de casos de tuberculose em crianças, ao longo dos últimos anos, o que motivou uma grande preocupação.

Em vários países da Europa, esta vacina é obrigatória e, agora, Portugal quer, também, que esta volte a pertencer ao Plano Nacional de Vacinação, voltando a sua toma a ser obrigatória. (2)

Saiba mais sobre a petição que está a ser feita pelo retorno desta vacina.

1. A petição pela BCG

O papel da BCG na luta contra a bactéria da tuberculose e também para a criação de uma maior imunidade face a outros agentes externos foi o motivador principal para a criação da petição pela reintegração da BCG no Plano Nacional de Vacinação.

Perante a situação de pandemia atual, os pais consideram que o reforço imunitário fornecido por esta vacina faz com que esta não devesse ser considerada apenas para grupos de risco mas obrigatória para todas as crianças. Criaram, para esta finalidade, uma petição. (3)

A petição, que se faz acompanhar de uma carta à diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, conta, até ao momento, com mais de 7 mil assinaturas.

2. A relação da BCG com o Covid-19

A Bacillus Calmette-Guérin, regularmente mencionada pela sigla BCG é uma vacina viva que combate a bactéria da tuberculose, a Mycobacterium Bovis.
A toma desta vacina está, assim, associada à proteção contra a tuberculose mas também a um reforço do sistema imunitário, que lhe permite maior imunidade face a outros invasores.

Apesar de existirem algumas suspeitas de que este aumento da imunidade pudesse ajudar a evitar o contágio pelo Coronavírus, já que os parcos estudos realizados sobre a temática revelaram que a mesma poderá ter algum grau de influência na SARS-COV-2, a teoria ainda necessita de maior comprovação científica e, pelo baixo grau de robustez desta informação, a própria Direção Geral de Saúde (DGS) considera que não existe motivo para aumentar o acesso à BCG ou para alterar o programa de vacinação. (4)

Qual é a sua opinião sobre esta temática? A BCG deve ser obrigatória? Dê a sua opinião aos restantes pais do Bebé a Bordo.

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo