6 peixes ricos em mercurio, desaconselhados a grávidas

O mercúrio está presente em alguns peixes, tornando-os pouco adequados para consumir durante a gestação. Venha com o Bebé a Bordo conhecer os peixes com mais elevado teor de mercúrio e que, por isso, não deve consumir enquanto estiver grávida.

As gestantes precisam de se preocupar com alguns aspetos da sua alimentação. Aqui, além de contemplar os nutrientes necessários e os melhores alimentos para o seu cardápio, é também importante saber quais são os alimentos a evitar.

As frutas que a grávida deve evitar ou os peixes que a gestante não deve comer são bons exemplos do que referimos. No caso do peixe, uma das maiores problemáticas é, sem dúvida, a quantidade de mercúrio que estes transportam.

O mercúrio é uma neurotoxina extremamente nociva para a gestação e que muitos peixes contêm, adquirindo-o nos oceanos, nos rios e nos lagos. Quando ingerido em grandes quantidades, estes podem afetar o desenvolvimento do feto, incluindo a nível neuronal ou mesmo levar ao aborto.

A própria Associação Americana de Gravidez alerta para os perigos de alguns peixes durante o período gestacional (1)

Hoje, olharemos alguns dos peixes com maior teor de mercúrio. Venha saber quais são.

peixes ricos em mercurio

1. Peixes ricos em mercúrio: Tubarão

Embora não seja um hábito alimentar muito usual em terras lusitanas, a verdade é que o tubarão é um dos peixes do oceano que mais apresenta um elevado teor de mercúrio.

As grávidas ao redor do mundo devem, por isso, evitar os pratos onde este ingrediente marinho tem lugar, durante o tempo da gravidez.

2. Cavala

Também a cavala é um peixe conhecido pela potencialidade de acartar grandes índices de mercúrio.
Durante o tempo da gestação, o melhor é evitar o consumo deste peixe.

3. Peixes ricos em mercúrio: Robalo

Todo o robalo pode, eventualmente, conter mercúrio mas, neste caso, a maior preocupação diz respeito ao robalo pescado na região do Golfo do México, já que este tende a apresentar índices bastante preocupantes deste elemento.

4. Peixe-espada

O peixe-espada encontra-se no topo da lista dos peixes que mais vezes apresentam um elevado nível de mercúrio. (2)

Apesar de ser bastante nutritivo, para que se evite o contacto com a neurotoxina, o melhor será que o seu consumo seja evitado durante o tempo da gravidez.

5. Atum-de-olhos-grandes

Esta variedade de atum é conhecida pelos níveis médio-altos de mercúrio. (3)
O potencial de ingestão desta neurotoxina faz, por isso, com que este tipo de atum deva ser evitado durante a gravidez.

6. Peixes ricos em mercúrio: Olho-de-vidro-laranja

Esta espécie de lento crescimento é uma grande fonte de mercúrio e, como tal, a sua ingestão não é, de todo, recomendada às mulheres grávidas, sob o risco de sofrerem de complicações durante a gestação ou aleitamento.

Consumiu algum dos peixes referidos na sua gravidez. Sabia do seu elevado teor de mercúrio? Conte a sua opinião aos demais leitores do Bebé a Bordo.

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo