Qual o melhor brinquedo para o seu filho: um guia por idades

Saber qual é o melhor brinquedo para o seu filho nem sempre é simples. A escolha dos brinquedos da criança depende da idade e da personalidade da criança e não é tão intuitiva como os anúncios publicitários fazem crer. Sabe qual é o melhor brinquedo para o seu filho?

Venha descobrir com o guia por idades do Bebé a Bordo

São diversos os fatores que influenciam o desenvolvimento cognitivo, o desenvolvimento físico e o desenvolvimento emocional do bebé. Desde o seu nascimento e por toda a sua infância, as práticas quotidianas da criança terão uma forte influência na forma como esta cresce. 

Pequenos atos, desde ler em voz alta para o bebé; passando por contar histórias à criança antes de dormir e chegando às brincadeiras realizadas, podem influenciar grandemente a maneira como o bebé se desenvolve. 

O ato de brincar, na verdade, apresenta-se como um fortíssimo precursor do desenvolvimento infantil, tanto motor, como emocional e cognitivo.

Brincar irá ajudar a criança no desenvolvimento das suas capacidades de perceção, de análise, de raciocínio e também no desenvolvimento da linguagem, da criatividade e da aptidão de se manter atenta.

Alguns brinquedos poderão ainda ajudar a melhorar a coordenação motora e a compreender as dinâmicas sociais, nomeadamente no que diz respeito às suas responsabilidades, direitos, deveres e também às normas vigentes. 

Sabendo como é importante, no desenvolvimento da criança, essa dinâmica de aprendizagem, a Declaração Universal dos Direitos da Criança salienta, além da importância das necessidades básicas (como a comida, a casa e os cuidados médicos) que os cuidadores devem ter em conta, na educação das crianças, que devem “proporcionar certo brinquedo ou uma brincadeira à criança”, devido ao seu importante papel na sua formação. (1

Nesta sequência, várias marcas têm vindo a apresentar alternativas diversas, onde se integram diversos tipos de brinquedos. E os pais, perante esta oferta, desejam sempre garantir que os filhos tenham acesso aos melhores brinquedos didáticos, embora nem sempre saibam exatamente quais as melhores alternativas para cada faixa etária. 

Também o Bebé a Bordo sabe como é fulcral, na educação da criança, a escolha dos melhores brinquedos e foi justamente para o ajudar a escolher o melhor brinquedo para o seu filho que criámos este guia por idades. Se quer saber qual o melhor brinquedo para o seu filho, não deixe de consultar este artigo. 

melhor brinquedo para o seu filho

Qual o melhor brinquedo para o seu filho até aos 6 meses?

Um importante fator na escolha do brinquedo do seu filho, principalmente quando se trata de um bebé mais pequenino, é a segurança. (2

Até aos 6 meses, os bebés são particularmente estimulados mediante a escolha de artigos com várias cores e texturas. Algumas opções que emitem som são também opções viáveis e que agradam aos mais pequenos. 

Nesta fase, considerando que existe a tendência para que os bebés levem os brinquedos à boca e tendo em conta a fragilidade da criança é igualmente importante que se escolham brinquedos leves e de materiais hipoalergénicos. 

Boas opções para bebés de 6 meses são: mordedores de borracha, livros de pano, bonecos de pano, bolas de tecido com texturas distintas ou chocalhos. 

Qual o melhor brinquedo para o seu filho até entre os 6 e os 12 meses?

Entre os 6 meses e o ano, os bebés brincam bastante sozinhos e, nesta fase, os brinquedos cumprem, por isso mesmo, um papel fundamental no dia-a-dia da criança. 

Uma vez que as cores e os sons são ainda apelativos para crianças desta faixa etária, uma boa opção será dar ao seu filho brinquedos como joguinhos de empilhar, jogos de encaixe com peças grandes, animais de peluche, bonecos, chocalhos e livros de pano. Será uma boa fase para introduzir, também, os brinquedos de banho, com os quais o bebé poderá interagir na banheira. (3

Qual o melhor brinquedo para o seu filho até entre os 12 e os 24 meses?

Ao completar o primeiro ano, a criança terá sofrido, já, uma grande evolução e é natural que comece a manifestar o desejo de andar ou mesmo a dar os seus primeiros passos. Além disso, por esta idade, a criança começa, também, a gostar da interação com outras pessoas, sendo uma boa altura para escolher artigos que impliquem essa partilha de momentos. 

Nesta fase, poderá recorrer a brinquedos que promovem a locomoção da criança, como carrinhos para os bonecos, que lhes dêem apoio e segurança nos primeiros passos. Fantoches ou outros brinquedos de interação serão também apreciados. 

Além disto, para estimular o raciocínio da criança, poderá escolher jogos de montar e puzzles (desde que as peças não sejam demasiado pequenas e passíveis de serem engolidas). 

Brinquedos infantis, é a brincar que se aprende

Qual o melhor brinquedo para o seu filho até entre os 2 anos e os 3 anos?

Entre os 2 anos e os 3 anos, o bebé poderá manifestar interesse pelos sons, sendo uma boa fase para lhe dar miniaturas de instrumentos musicais. Artigos como pandeiretas, pequenas baterias, tambores, flautas ou órgãos garantirão várias horas de diversão didática. 

Além disso, a criança irá gostar de locomover e, como tal, a escolha de artigos como bolas, carrinhos ou triciclos será, também, uma boa opção. 
Algo importante a integrar nesta fase é a responsabilidade, pelo que a criança deverá ser habituada a guardar e arrumar os brinquedos depois de os utilizar. 

Qual o melhor brinquedo para o seu filho até entre os 3 anos e os 4 anos?

Entre os 3 e os 4 anos, algumas das opções anteriores continuarão a entusiasmar os mais pequenos, incluindo os instrumentos musicais e os triciclos. 

Ainda assim, considerando o desenvolvimento da criança, nesta fase poderá já recorrer a puzzles ligeiramente mais complexos e a jogos de montagem com peças de menor tamanho. 

Usualmente, a distinção entre os géneros costuma manifestar-se um pouco mais a partir desta faixa etária, pelo que é natural que as meninas, acompanhando a socialização binária das nossas sociedades, tenham interesse por brincar como “mães” ou “às casinhas” e que os rapazes gostem mais de jogos com bolas ou carrinhos. 

Ler à criança, nesta fase, torna-se ainda mais importante, sendo uma forma de estimular a sua imaginação e de promover o seu desenvolvimento cognitivo. 

Qual o melhor brinquedo para o seu filho até entre os 4 anos e os 6 anos?

Entre os 4 e os 6 anos, as crianças começam a apreciar mais os jogos e, por isso mesmo, é uma boa fase para integrar jogos simples, como pequenos quebra-cabeças; cartas de peixinho; jogos de memórias e outros. Estes jogos serão muito importantes para que a criança crie um equilíbrio, aprendendo a ganhar e também a perder. 

Além disso, jogos manuais, como a plasticina, aguarelas ou os quadros com giz, são também boas opções e fortes aliadas da criatividade dos mais novos. 

Esta é ainda uma boa fase para tirar as rodinhas do triciclo ou para o substituir por uma pequena bicicleta. 

Qual o melhor brinquedo para o seu filho até entre os 6 anos e os 9 anos?

A entrada para a primária marca uma forte alteração na criança, que passará a manter-se, durante mais tempo, em períodos de aula e estudo. Esta fase marca ainda uma maior e diversificada interação com crianças da mesma idade. (4

Com as novas obrigações, em grande parte sedentárias, a criança poderá sentir a necessidade de gastar a sua energia e, como tal, cordas de saltar, bicicletas, trotinetes e equipamentos desportivos poderão agradar-lhe. 

Além disso, acompanhando a aprendizagem da criança, que estará agora a iniciar a sua jornada pela escrita e pela leitura, será também uma boa fase para a oferta dos primeiros cadernos de diário ou para os primeiros livros sem imagens (ou com menos ilustrações). Os jogos de tabuleiro serão, também, uma boa opção. (5

Qual o melhor brinquedo para o seu filho até entre os 9 anos e os 12 anos?

A dinâmica dos nossos tempos faz com que nem sempre seja fácil agradar às crianças entre os 9 e os 12 anos, na medida em que, muitas vezes, estas já não se consideram crianças. Ainda assim, os pré-adolescentes terão, também, muito a ganhar com o brinquedo certo, sendo importante que este responda, também, à sua personalidade e aos seus gostos. 

Algumas alternativas eletrónicas poderão ser do agrado das crianças desta faixa etária. Além destas, no entanto, não deixe de tentar ofertar livros e jogos de tabuleiro que estimulem o seu raciocínio. 

Opções de desporto serão também uma boa opção para garantir que estas crianças se mantêm ativas. 

Qual é o brinquedo favorito do seu filho? De que forma mudaram as suas escolhas ao longo da infância dele? Partilhe com os restantes papás do Bebé a Bordo qual é o melhor brinquedo para o seu filho. 

Poderá ter interesse também em:

Linimento, conhece esta nova solução para a muda da fralda do bebé?

ARTIGOS REMOMENDADOS
ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo