Educação emocional e o seu lugar nas escolas

A educação emocional é um desafio do século XXI, que visa melhorar a vida e a interação dos alunos, desde o começo da sua vida e da sua formação escolar. Venha com o Bebé a Bordo descobrir o que é a educação emocional e qual o seu lugar nas escolas.

A educação de uma criança passa por vários estágios, onde o papel de pais, pares e educadores tem uma importância primordial.

Desde cedo, em casa, os pais tentam criar crianças bem adaptadas e felizes, usando as mais diversas ferramentas e recorrendo, muitas vezes, a métodos como a parentalidade positiva.

A inteligência emocional é um dos conceitos que tem surgido no meio da pedagogia e da psicologia e que tem vindo a revolucionar os métodos de ensino para o seu filho.

Hoje, mais do que nunca, o papel das emoções na educação é grandemente considerado e as próprias escolas estão a rever os métodos para se adaptarem ao conceito de educação emocional.
Venha descobrir mais sobre este conceito e o seu lugar nas escolas do século XXI.

O que é a educação emocional?

A educação emocional trata-se de um tipo de educação que se dirige para o desenvolvimento de uma consciência e inteligência emocionais. 

A intenção deste tipo de ensino é, através de exercícios continuados, promover a expressão das emoções com recurso a palavras precisas, que tornem os estudantes capazes de analisar e expressar, de forma clara, o que sentem.

Sendo mais imaturas que os adultos, as crianças podem sentir maior dificuldade na identificação, perceção e expressão destas emoções, embora a psicologia indique que a sua forma de as sentir não difere da dos adultos. (1)

Para muitos especialistas, a importância de trabalhar as emoções é mais premente do que a busca do sucesso escolar e o ensino das disciplinas convencionais. (2

Qual o papel das escolas neste tipo de educação?

A educação emocional é, segundo os pesquisadores, importante para todas as crianças, influenciando grandemente toda a sua vivência social, cultural e emocional.

Uma vez que este desenvolvimento é progressivo e influenciado pelas vivências e os meios nos quais as crianças se integram, o papel ativo das escolas neste tipo de educação torna-se fundamental. (3)

Este tipo de educação pode ser integrado na forma de ensinar as matérias ou através da criação de espaços curriculares que lhe sejam especificamente dedicados.

Para que tal aconteça, o papel do professor é de máxima importância, já que este deverá criar espaços de expressão emocional e de debate, para fomentar o desenvolvimento da inteligência emocional.

Já conhecia o conceito de educação emocional? E de inteligência emocional? Partilhe com o Bebé a Bordo a sua opinião quanto a estes conceitos.

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo