Exercício depois da gravidez: é normal sentir dores no abdómen?

No retorno à atividade física, muitas mulheres sentem dores no seu abdómen e questionam se isto é normal. Venha, com o Bebé a Bordo, saber o que pode significar a dor no abdómen durante o exercício físico depois do nascimento do bebé.

Tal como acontece durante a gravidez, depois do nascimento do bebé, as mulheres têm muitas dúvidas. Algumas destas relacionam-se com o peso durante a gravidez e a melhor forma de o perder ou com as vantagens do uso de uma faixa pós-parto.

De facto, o desejo de perder os quilinhos extra ganhos durante os meses de gestação fazem com que muitas mulheres tendem recuperar a forma o mais depressa possível, recorrendo a atividade física.

Sem dúvida, a atividade física é uma das melhores formas de perder o peso da gravidez. Ainda assim, na fase do puerpério e do resguardo no pós-parto, bem como depois destas fases, em alguns casos, o corpo feminino poderá ainda não estar preparado para retomar este tipo de atividade.

Muitas mulheres, no seu retorno às atividades físicas, relatam sentir dores no seu abdómen. Embora esta ocorrência seja comum, a mesma pode indicar uma lesão e deve ser levada com seriedade.(1)

Venha saber quais as causas desta situação, como pode preveni-la e qual o seu tratamento.

1. Sintomas e causas da dor abdominal durante a atividade física

As mulheres que sofrem com dores abdominais durante a realização de desportos ou atividades físicas usualmente apresentam também outros sintomas como rigidez muscular, tecidos moles ou excedente de pele na região abdominal. Muitas vezes, nestas mulheres, a parede abdominal torna-se visível através da pele.

Embora a atividade física possa causar uma dor mais intensa, estas mulheres costumam relatar também esta sensação quando tossem, espirram ou se riem.

A dor em questão é causada, muitas vezes, por um fenómeno chamado de diastasis recti (Diástase recti), uma separação que ocorre entre os músculos abdominais para suportar o aumento de volume da barriga durante a gestação e ajudar no parto. Esta separação pode levar até oito semanas a sarar completamente depois do nascimento do bebé. (2)

2. Como pode esta situação ser tratada e prevenida?

A prevenção é sempre a melhor forma de agir perante as circunstâncias e, por isso, recomenda-se que as mulheres respeitem o tempo de repouso antes de retomarem as suas atividades físicas. Antes de iniciar a sua atividade física, a mulher deve verificar a separação muscular dos seus abdominais, deitando-se de lado, com os joelhos fletidos e analisando, com o toque, esta separação. Se existir uma separação maior do que um dedo, ainda não é o momento de voltar à prática de exercício físico. Quando não conseguir fazer esta avaliação por si só, uma mulher deverá garantir, junto de um especialista, de que o seu corpo já está preparado para a prática física, para evitar causar lesões severas com o seu regresso. (3)

O tratamento deste tipo de dor é usualmente feito com compressas frias na região abdominal, para evitar inchaços e também com um período controlado de descanso.

Sentiu dores abdominais ao realizar exercício no pós-parto? O que fez perante esta situação? Conte às restantes mamãs do Bebé a Bordo.

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo