Como lidar com um filho hiperativo?

A hiperatividade é uma perturbação que afeta muitas crianças e, consequentemente, muitas famílias. Venha conhecer algumas dicas para fazer uma melhor gestão quotidiana da hiperatividade do seu filho.

Usualmente, a entrada de uma criança no dia de uma pessoa altera por completo as rotinas e as preocupações desta.

De repente, questões como quanto vai gastar em fraldas, quais as doenças mais comuns das creches ou como criar crianças felizes entram no pensamento quotidiano dos pais.

Evidentemente, em algumas situações, o comportamento dos filhos gera também questões e, entre as situações que usualmente se confundem com indisciplina encontra-se uma perturbação conhecida como Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção (PHDA).

A hiperatividade, perturbação neurocomportamental cujos sintomas motivam cenários de desatenção, agitação constante ou impulsividade faz com que a criança possa manifestar traços facilmente confundíveis com desrespeito das normas ou preguiça. A identificação do problema torna-se, por isso, muito importante. (1)

Mas, mais do que questionar o que é a hiperatividade e quais os sintomas, torna-se fundamental compreender como lidar com uma criança que sofre de PHDA. Leia este artigo para conhecer algumas dicas fundamentais:

Hiperatividade: o que é e quais os seus sintomas?

1. Altere a sua própria postura

Os pais de crianças com PHDA devem garantir que mantêm uma atitude positiva e saudável quanto à criança, para que o seu exemplo possa influenciar de forma positiva o desenvolvimento da própria criança. 

Manter a perspetiva e o humor, bem como evitar reações excessivas perante alguns comportamentos pode ajudar a minorar o stress da criança e melhorar a sua atitude.

Hiperatividade: o que é e quais os seus sintomas?

2. Procure apoio de pares ou profissionais

O apoio especializado pode ser importante, não só para a criança mas para toda a família. 
Terapeutas e psicólogos, especialmente se especializados na hiperatividade, podem ajudar a garantir uma experiência mais serena para todos.

Alguns grupos de apoio permitem, também, que pessoas com experiências similares possam partilhar os seus pensamentos e experiências, em contexto de interajuda. (2)

Como lidar com um filho hiperativo

3. Ajude a criança a definir, cumprir e terminar tarefas

Em vez de dar várias tarefas ao seu filho, incentive-o a seguir uma tarefa única do começo ao fim.
O estabelecimento de rotinas associadas a padrões específicos pode ajudar a criança a relaxar e a adaptar o seu comportamento a modelos mais positivos para todos.

Lembre-se ainda de criar uma rotina tão simples quanto possível para a criança. O cumprimento de horários fixos também será um apoio fundamental.

Hiperatividade nas crianças: será que o seu filho é hiperativo?

4. Crie um ambiente tranquilo

Ambientes instáveis e caóticos irão, provavelmente, fazer com que uma criança hiperativa se comporte ainda pior.
Procure criar, na sua casa, um ambiente organizado, limpo e tranquilo; que propicie a calma e tranquilidade de todos.

5. Crie horas de exercício e de sono

Permitir que a criança gaste a energia da forma correta, exercitando-se ou praticando desportos específicos pode ser muito útil para crianças com PHDA. O ar livre tem também, segundo algumas pesquisas, um papel positivo na gestão da hiperatividade. (3)

Lembre-se ainda de o sono insuficiente pode agravar o problema e tente manter rotinas de sono regradas, incentivando a criança a deitar-se cedo. Evitar alimentos que promovem a agitação noturna poderá ser útil para melhorar o sono do seu filho. 

O seu filho tem hiperatividade? Como lida com esta situação? Partilhe as suas dicas com os restantes pais do Bebé a Bordo.

ARTIGOS REMOMENDADOS

Comente este artigo